Seguir o O MINHO

Atletismo

Aos 18 anos, Mariana Machado já é a segunda melhor portuguesa de sempre nos 3.000 metros

Atleta do SC Braga, nascida a 12/11/2000

em

Foto: DR / Arquivo

A bracarense Mariana Machado correu, este sábado, os 3.000 metros em 9.01,86 minutos, sendo agora a segunda melhor portuguesa de sempre da categoria, a menos de seis segundos do recorde nacional (8.56,33 m), que pertence a Fernanda Ribeiro desde 1987.

No meeting de Atletismo Maia Cidade do Desporto,a atleta do SC Braga foi primeira, à frente da queniana Fancy Cherono, do Sporting, que ficou a mais de dez segundos (9.08,90 minutos). Na estreia ao ar livre, a promissora atleta melhorou o melhor tempo que tinha em pista coberta, 9.23,73 minutos.

No triplo salto, Evelise Veiga garantiu o apuramento para os Mundiais de atletismo, ao tornar-se a terceira melhor portuguesa a ultrapassar 14 metros no triplo salto, numa prova ganha por Patrícia Mamona.

Na Maia, Patrícia Mamona venceu com 14,42 metros (com vento superior ao regulamentar: +3,10 m/s), à frente Evelise Veiga, que conseguiu 14,32 metros (v: +0,60), subindo a terceira portuguesa de sempre (e a terceira a passar os 14 metros) e garantindo assim marca de qualificação para os Mundiais de atletismo, que se vão realizar em Doha, no Qatar.

Nos 1.500 metros, Isaac Nader, ainda sub-23, ganhou em 3.43,77 minutos, derrotando o sportinguista Paulo Rosário (3.45,15), e o benfiquista José Carlos Pinto (3.45,57).

Na mesma prova, mas no setor feminino, a jovem Patrícia Silva, do Benfica, melhorou a sua marca pessoal (4.23,35 minutos), triunfando à frente de Andreia Pingueiro (J. Vidigalense), que correu em 4.25,17 minutos.

João Coelho (47,56 segundos) venceu os 400 metros, com triunfo de sobre Mauro Pereira (47,58). Nos 100 metros masculinos foi Carlos Nascimento a triunfar (10,31 segundos), à frente de Delvis Santos (10,52), enquanto nos femininos a vitória foi de Lorene Bazolo, com 11,47 segundos.

Tiago Pereira venceu o salto em altura (2,17 metros), Rivinilda Mentai (Benfica) os 400 metros (54,82 segundos), o brasileiro João Vitor Oliveira os 110 metros barreiras (13,70 segundos).

No dardo, venceram Cláudia Ferreira, com 48,69 metros, e Mário Marques, com 63,19, com Hugo Almeida a triunfar nos 3.000 metros, em 8.04,53 minutos.

No comprimento, o triunfo foi do espanhol Eusebio Caceres, com 7,89 metros, cinco centímetros mais do que Marcos Chuva.

Populares