Seguir o O MINHO

Futebol

Varandas não se arrepende de negócio com o Braga: “Paguei 10, hoje pagaria 15”

Entrevista à RTP3

em

O presidente do Sporting confirmou a intenção de renovar contrato com Ruben Amorim e disse que pagaria hoje 15 milhões de euros, mais cinco do que pagou em 2020 para o ‘resgatar’ ao SC Braga.

“O Sporting tem o privilégio de ter um dos melhores treinadores do mundo. Ruben Amorim tem contrato até 2024 e sabe o que pretendemos depois disso. Foi fulcral no crescimento e recuperação do clube. Se há três anos paguei 10 milhões de euros, hoje pagaria 15”, atirou Frederico Varandas, em entrevista à RTP3.

O presidente dos ‘leões’ frisou, de resto, que mantém uma “excelente relação profissional e pessoal” com Ruben Amorim e que ambos estão “perfeitamente alinhados no projeto desportivo do Sporting”.

Perante a insistência sobre a continuidade do treinador para além do termo do seu atual contrato, em 2024, repetiu que o técnico já sabe o que o clube pretende “para além de 2024” e assumiu a vontade de prolongar o vínculo.

“É um assunto em cima da mesa”, assumiu Frederico Varandas.

No entanto, o dirigente máximo dos ‘leões’ admitiu que acabará por perder “um dos melhores treinadores do mundo”, mas não se mostrou incomodado com as notícias que apontam Amorim a clubes das cinco principais ligas europeias sempre que abre uma ‘vaga’ naqueles campeonatos.

“É um ótimo sinal. No dia em que sair para um clube dos ‘big five’, só tenho de estar agradecido. Não tenho dúvidas nenhumas de que não vou conseguir ter o Ruben [Amorim] durante 20 anos. Irá dar o salto para um dos grandes, porque merece, porque é um dos melhores do mundo”, admitiu Varandas.

Já sobre a sua própria longevidade à frente dos destinos do clube de Alvalade, o presidente ‘leonino’ também não definiu um prazo.

“Em 2018 estabeleci a meta de entregar um clube melhor em 2022. Consegui, mas ainda está muito por fazer. Em 2026, quero entregar um clube ainda melhor do que em 2022”, delineou.

No momento em que se inicia a interrupção da I Liga portuguesa de futebol para a realização do Mundial do Qatar, o Sporting segue em quarto lugar no campeonato, a 12 pontos do líder, o Benfica, e já foi afastado da Taça de Portugal, pelo Varzim, que milita na Liga 3.

Nas competições europeias, foi afastado dos oitavos de final da Liga dos Campeões e ‘caiu’ para a Liga Europa, após terminar no terceiro lugar de um grupo em que defrontou Tottenham, Marselha e Eintracht Frankfurt, mas em que teve um arranque promissor, com uma vitória fora, na Alemanha, e uma em casa, frente aos ingleses.

A época do clube presidido por Frederico Varandas ficou indiscutivelmente marcada pela venda do médio Matheus Nunes na semana anterior à visita ao FC Porto, na terceira jornada, situação pela qual o treinador Ruben Amorim não escondeu publicamente a sua insatisfação por perder um dos jogadores mais influentes no seu planeamento.

Populares