Seguir o O MINHO

Barcelos

Unidade de intervenção da PSP dispersa ajuntamentos em Barcelos

Dois estabelecimentos multados

em

Foto: Ilustrativa / DR

A PSP dispersou ajuntamentos de jovens e multou dois estabelecimentos por servirem bebidas alcoólicas depois da hora permitida, na noite de sexta-feira para sábado, em Barcelos. A ação policial foi reforçada com elementos da Equipa de Prevenção e Reacção Imediata (EPRI).

Ao que O MINHO apurou, a PSP interveio nos locais onde ao fim de semana são mais habituais os ajuntamentos, como a Frente Ribeirinha, junto ao tribunal e a Praça Pontevedra.

Fonte oficial do Comando Distrital confirmou a O MINHO o levantamento de quatro autos: dois a pessoas por consumo de bebidas alcoólicas na via pública e outros dois a estabelecimentos que estavam a vender bebidas alcoólicas depois da hora permitida.

Na Praça Pontevedra, já passava das 02:00, quando as EPRI dispersaram um ajuntamento de cerca de 30 jovens, numa ação com aparato.

Centenas a consumir álcool na rua em Barcelos. Agente da PSP acabou agredido

De acordo com testemunhas, três motas com dois polícias em cada, entraram de rompante na praça e, de seguida, foi ouvido um estrondo, relatado como um tiro, o que levou a que as dezenas, sobretudo jovens, que ali se aglomeravam, se colocassem de imediato em fuga com o susto.

Fontes da PSP contactadas por O MINHO afirmam, contudo, que não houve qualquer disparo.

Segundo a descrição da PSP, as EPRI “são constituídas por elementos policiais que, deslocando-se em motociclos, visam garantir uma elevada capacidade operacional, através de uma forte componente de visibilidade policial e maior mobilidade em ambiente urbano que incremente a rapidez e eficácia do combate à criminalidade, em particular à criminalidade violenta e grave”.

Equipas de Prevenção e Reação Imediata de Braga. Foto: Facebook de Comando Distrital da PSP / Arquivo

O Comando Distrital de Braga passou a dispor de EPRI em julho do ano passado.

Na semana passada, na Frente Ribeirinha de Barcelos, um agente da PSP foi agredido com uma garrafa de vidro quando dispersava um ajuntamento de jovens.

Populares