Seguir o O MINHO

Alto Minho

Marcelo lamenta morte de copiloto do avião que caiu a combater fogo de Lindoso

Piloto espanhol morreu esta segunda-feira

em

Foto: DR

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte do copiloto do avião ‘Canadair’ que caiu enquanto combatia um incêndio na zona do Parque Nacional da Peneda-Gerês, em agosto.


De acordo com uma nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa “apresentou hoje sentidas condolências aos familiares do copiloto”, Maximiliano Plaza Bretón, de nacionalidade espanhola, que ficou “ferido na sequência do trágico acidente do avião ‘Canadair’ a 08 de agosto, enquanto combatia um incêndio no Gerês ao lado do piloto português, Jorge Jardim, que infelizmente faleceu no local”.

“O Presidente da República enaltece o profissionalismo de todos aqueles que, em particular nos últimos meses, têm prestado um serviço de equipa e o auxílio imprescindível no combate aos terríveis incêndios que tanto têm fustigado o nosso país”, lê-se na mesma nota.

A morte do copiloto do avião ‘Canadair’ foi noticiada hoje por meios de comunicação espanhóis.

Morreu segundo piloto do avião que caiu a combater incêndio de Lindoso

Segundo o jornal A voz da Galiza, o homem, de 38 anos, foi encontrado hoje morto na sua casa, em Babilafuente, na província de Salamanca, onde se encontrava a recuperar dos ferimentos graves provocados pela queda do avião ‘Canadair’ no dia 08 de agosto.

Por sua vez, o jornal Faro de Vigo avança, citando o diário La Gaceta, que se aguardam os resultados da autópsia para determinar as causas da morte.

A queda do avião que combatia um incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, concelho de Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo, provocou a morte do piloto, de nacionalidade portuguesa, de 65 anos.

No dia do acidente, o copiloto foi transportado para o Hospital de Braga e no dia 15 de agosto foi transferido para o hospital Virgen de la Vega, em Salamanca, onde acabou por ser operado, refere o Faro de Vigo.

Anúncio

Alto Minho

Quatro elementos da mesma farmácia em Monção infetados com covid-19

Covid-19

em

Foto: DR

Quatro farmacêuticos da Farmácia Vale do Mouro, em Monção, testaram positivo à covid-19, anunciou a farmácia através das redes sociais.

Os funcionários estão em isolamento e as recomendações da autoridade de saúde local foram seguidas de forma a garantir a segurança dos restantes funcionários e clientes, assegura a Vale do Mouro.

Até quarta-feira, o concelho de Monção registava onze casos ativos da doença, 147 recuperações, 16 óbitos e 174 casos confirmados em acumulado desde o início da pandemia.

Continuar a ler

Alto Minho

Bruxas ‘à solta’ no castelo de Melgaço

Noite dos Medos

em

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Este ano não há convívio da ‘Noite dos Medos’ em Melgaço, evento ‘halloweenesco’ que aquele municipio tem vindo a assinalar ao longos dos últimos anos. Mesmo assim, as ruas e o castelo foram decoradas a preceito, com o ‘cemitério dos medos’ a assustar ao lado do imponente castelo.

Numa nota publicada nas redes sociais, a autarquia desafia os habitantes do concelho a decorarem as suas habitações (ou no espaço que entenderem) para assinalar esta efeméride. A decoração, alusiva ao Dia de Fiéis Defuntos, é retirada no Dia de Todos os Santos, a 01 de novembro.

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Continua patente, na Casa da Cultura, a exposição “As bruxas estão aqui”, até ao próximo dia 07 de novembro.

“Não podemos correr riscos. Este é um evento que se tem afirmado de ano para ano, atraindo cada vez mais visitantes mas, este ano, em virtude da situação provocada pela pandemia COVID-19, não o poderemos realizar nos mesmos moldes e, por isso, achamos que desafiar a população a criar um cenário alusivo e também a visitar Melgaço neste período, com toda a segurança, seria o melhor para todos. Temos assim garantidas as medidas que se impõem no combate a esta pandemia”, disse o presidente da Câmara, Manoel Batista.

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

Foto: Divulgação / CM Melgaço

A primeira edição deste evento foi assinalada em 2017, despertando interesse e entusiasmo na população. O ponto alto do evento, este ano, não existirá: o cortejo que terminava com o Enterro dos Medos no castelo.

Continuar a ler

Alto Minho

Morreu uma das mulheres mais velhas do Minho (e de Portugal)

Maria da Conceição tinha 107 anos

em

Foto: DR

Morreu em Arcos de Valdevez uma das mulheres mais velhas do Minho – e de Portugal. Maria da Conceição tinha 107 anos. É sepultada esta sexta-feira em Monte Redondo, freguesia de onde natural.

A idosa foi empregada doméstica – ou criada de servir, como se designava à época. Solteira e sem descendência, Maria da Conceição faleceu no lar de idosos.

Contactado por O MINHO, o presidente da Junta de Monte Redondo, Gabriel Costa e Silva, lamenta a morte da “pessoa mais velha da freguesia”, salientando que “é uma honra ter aqui uma pessoa com essa idade”.

O autarca, que vira Maria da Conceição pela última vez há cerca de dois anos, recorda que ela preservava uma boa memória. “Estava fina das ideias”, ilustra.

Com o desaparecimento de Maria da Conceição, a freguesia de Monte Redondo, que chegou a ter três pessoas centenárias, ficou agora sem nenhuma.

O funeral realiza-se às 10:00 na Igreja Paroquial de Monte Redondo.

Devido à covid-19, as cerimínias fúnebres estão restritas a familiares.

Continuar a ler

Populares