Seguir o O MINHO

Ave

Abateram cavalo a tiro e cortaram-lhe as pernas em Fafe

em

Foto: Notícias de Fafe

Um cavalo foi encontrado sem vida em Fafe, na zona da Lagoa, abatido a tiro e com os membros traseiros decepados.

Ao que tudo indica, esta situação poderá ter acontecido na madrugada da passada quarta-feira. A situação não é insólita, visto que há registo de outras situações semelhantes no concelho.

Nos cafés da zona, e assim também é apontado pelo Serviços de Proteção da Natureza (SEPNA) da GNR, todos dizem que o “abate” é feito para consumo humano de carne.

“É a motivação provável deste crime”, confirma fonte da GNR, apontando que o animal abatido não terá mais de oito meses de idade.

Já o veterinário municipal acrescenta que o cavalo “era um garrano” e que um projétil entrou no pescoço do animal.

“Foi derrubado a tiro e depois deceparam os membros traseiros”, explicou Jorge Silva, acrescentando que o animal não estava identificado por pertencer “à natureza” de Fafe.

“São animais rústicos que valorizam a paisagem, acabam por fertilizar os próprios solos, criam trilhos para os caçadores e constituem um património genético do nosso concelho, é um garrano”, referiu o veterinário.

 

 

Ave

Marcelo, em Celorico de Basto, muito requisitado para “selfiezinhas”

Eleições presidenciais 2021

Marcelo Rebelo de Sousa. Foto: Presidencia.pt / Arquivo

O Presidente da República e recandidato ao cargo, Marcelo Rebelo de Sousa, partiu hoje ao volante do seu carro para Celorico de Basto, lugar de encerramento da sua campanha, ao som de “Dream a little dream of me”.

Começou a chover quando Marcelo Rebelo de Sousa entrou no carro, no Porto, e antes de seguir viagem o candidato colocou um CD com esta canção famosa – intitulada, numa tradução livre para português, “Sonha um pequeno sonho sobre mim” – que, entre outras versões, foi gravada pelo grupo norte-americano The Mamas & the Papas.

Como tem feito ao longo desta campanha para as eleições presidenciais de domingo, partiu sozinho ao volante do seu carro, seguido por uma viatura da segurança pessoal do chefe de Estado, num trajeto de cerca de 80 quilómetros até ao interior do distrito de Braga, acompanhado de perto pela agência Lusa.

O candidato apoiado por PSD e CDS-PP escolheu novamente Celorico de Basto, terra natal da sua avó paterna, Joaquina, para palco do encerramento da sua campanha e do seu único discurso formal enquanto candidato presidencial depois do anúncio da sua recandidatura, feito em 07 de dezembro.

À chegada a Celorico, ao anoitecer, Marcelo Rebelo de Sousa foi abordado por uma mulher natural de Fafe que tem uma loja ali perto, que lhe pediu “só uma selfiezinha”. De imediato aproximou-se um homem com o mesmo pedido. “É o seu marido?”, inquiriu o candidato. “Não, não”, respondeu a mulher.

Mais à frente, ao passar por um grupo de mulheres junto ao Centro Escolar de Celorico de Basto, foi o candidato quem sugeriu uma fotografia de grupo: “Ponham-se aí nas escadas que eu tiro uma ‘selfie’ à distância”.

“Avancem, avancem, mas têm de vir todas de uma só vez”, indicou, num dos poucos momentos de contacto com a população nesta campanha, em período de confinamento geral.

Antes de discursar, o candidato presidencial foi visitar a Associação de Solidariedade Social de Basto, que tem um lar residencial para pessoas portadoras de deficiência, sem a presença da comunicação social.

Ao longo do seu percurso de protagonismo público, Marcelo Rebelo de Sousa vincou a sua ligação a Celorico de Basto, concelho no interior do distrito de Braga, onde foi presidente da Assembleia Municipal, durante dois mandatos, de 1997 a 2005.

O professor catedrático de direito jubilado e antigo comentador político televisivo, de 72 anos, recorda frequentemente essa experiência referindo que foi autarca no então mais pobre município de Portugal.

Foi em Celorico de Basto que apresentou a sua candidatura a Presidente da República em 09 de outubro de 2015 e que encerrou a campanha para as presidenciais de 2016, no dia 22 de janeiro, escolhendo como cenário a biblioteca municipal que tem o seu nome e para a qual contribuiu com milhares de livros e documentos.

Marcelo Rebelo de Sousa, que liderou o PSD entre 1996 e 1999, foi eleito Presidente da República à primeira volta nas eleições de 24 de janeiro de 2016, com 52% dos votos expressos e assumiu a chefia do Estado em 09 de março de 2016.

Nestas presidenciais, tem como adversários Ana Gomes, Marisa Matias, João Ferreira, Tiago Mayan Gonçalves, André Ventura e Vitorino Silva.

Continuar a ler

Ave

Acidente com três feridos, um deles grave, em Famalicão

EN 206 cortada

Foto: Bombeiros Famalicenses

Três feridos, um deles grave, são o resultado de uma colisão entre dois automóveis, na manhã desta sexta-feira, na Estrada Nacional 206, Avenida S. Silvestre, freguesia de Requião, no concelho de Famalicão. Duas das vítimas tiveram que ser desencarceradas.

Os feridos foram todos transportados para o Hospital de Famalicão. O ferido grave é um homem de 28 anos.

O acidente e posterior limpeza da via obrigou ao corte da estrada.

O alerta foi dado às 11:47.

Os Bombeiros Famalicenses estão no local com 12 operacionais apoiados por quatro viaturas e têm o apoio da VMER de Famalicão e SIV de Santo Tirso.

A GNR também está o local.

Notícia atualizada às 13h14 com mais informação.

Continuar a ler

Guimarães

Freguesia de Guimarães aproveita poda para aquecer casa dos mais desfavorecidos

Solidariedade

Foto: Divulgação / JF Ponte

Os mais desfavorecidos da vila de Ponte, em Guimarães, têm agora oportunidade de recolher sobrantes da poda das árvores localizadas em espaços públicos para aquecer as casas e também para cozinhar no fogão a lenha.

De acordo com uma nota daquela Junta de Freguesia, os resíduos, não só da poda mas também da desmatação de caminhos, estão disponíveis na Loja Social através do apoio da Brigada Verde, que procedeu ao corte dos sobrantes.

Segundo a mesma nota, esta iniciativa não visa apenas ajudar os mais desfavorecidos, mas também promover uma estratégia de economia circular e de sustentabilidade ambiental, rentabilizando-se ao máximo os recursos disponíveis, protegendo-se o meio ambiente.

Continuar a ler

Populares