Abateram cavalo a tiro e cortaram-lhe as pernas em Fafe

Um cavalo foi encontrado sem vida em Fafe, na zona da Lagoa, abatido a tiro e com os membros traseiros decepados.

Ao que tudo indica, esta situação poderá ter acontecido na madrugada da passada quarta-feira. A situação não é insólita, visto que há registo de outras situações semelhantes no concelho.

Nos cafés da zona, e assim também é apontado pelo Serviços de Proteção da Natureza (SEPNA) da GNR, todos dizem que o “abate” é feito para consumo humano de carne.

“É a motivação provável deste crime”, confirma fonte da GNR, apontando que o animal abatido não terá mais de oito meses de idade.

Já o veterinário municipal acrescenta que o cavalo “era um garrano” e que um projétil entrou no pescoço do animal.

“Foi derrubado a tiro e depois deceparam os membros traseiros”, explicou Jorge Silva, acrescentando que o animal não estava identificado por pertencer “à natureza” de Fafe.

“São animais rústicos que valorizam a paisagem, acabam por fertilizar os próprios solos, criam trilhos para os caçadores e constituem um património genético do nosso concelho, é um garrano”, referiu o veterinário.

 

 

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Dominado fogo em Guimarães

Próximo Artigo

PJ deteve dois alegados incendiários em Viana do Castelo e Cabeceiras de Basto

Artigos Relacionados
x