Rede de narcotráfico estava sediada no centro histórico de Braga mas estendia-se a Barcelos

Detidos oitos suspeitos

A rede de tráfico de droga desmantelada durante este fim de semana tinha como base principal o centro histórico da cidade de Braga.

“Com epicentro no casco histórico de Braga, este grupo tinha começado a sua atividade em 2019, na freguesia de Maximinos, mas as ações ilícitas estendiam-se a Barcelos, onde também se traficava droga, num dos casos através de um dos oito detidos, que traficava os estupefacientes na oficina de automóveis onde trabalhava”, explicou a O MINHO o tenente-coronel Adriano Rocha, porta-voz do Comando Distrital da GNR de Braga.

De resto, ainda segundo aquele oficial superior da GNR, entre os oito suspeitos, tendo sido dois detidos em Braga e seis em Barcelos, todos tinham atividades laborais, a par do tráfico de droga.

A GNR apreendeu quatro placas de resina de haxixe, mais de quatro quilos de haxixe, 595 gramas de cocaína e 108 gramas de heroína.

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Braga desenvolvia o seu trabalho já há cerca de um ano, tendo avançado ao longo deste fim de semana para oito detenções e onze buscas domiciliárias, em Braga e em Barcelos.

Os pacotes (“tabletes”) de haxixe com “publicidade” conforme os fornecedores. Foto: Joaquim Gomes
Dois revólveres e respetivas munições entre as apreensões em Braga e Barcelos. Foto: Joaquim Gomes
Os pequenos cubos (“pedras”) de cocaína confiscados pela GNR. Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
Os pequenos pacotes (“panfletos”) com heroína apreendidos em Braga. Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
As drogras duras (heroína e cocaína) apreendidas pela GNR em Braga. Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
Foto: Joaquim Gomes / O MINHO
Tenente-coronel Adriano Rocha, porta-voz da GNR de Braga. Foto: Joaquim Gomes / O MINHO

Tabaco contrafeito foi surpresa

Durante a operação dos investigadores criminais da GNR de Braga, foi inesperado o confisco de tabaco contrafeito e uma máquina para o preparo e embalamento dos cigarros a imitatem a marca Austin.

A GNR também apreendeu dois revólveres, um Taurus com calibre de 38 milímetros e um Davids com 32 milímetros de calibre, além de uma arma de fogo rudimentar e dissimulada, bem como várias caixas de munições.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Jovem de 20 anos apanhado a circular com matrículas falsas em Cerveira

Próximo Artigo

Governo “acompanha” proposta do PSD de reforço de combate à violência contra idosos

Artigos Relacionados
x