Seguir o O MINHO

Barcelos

Populares protestam em Barcelos pelo arranjo de estrada municipal

EM 505

em

Foto: António Alves

Vários populares das freguesias de Remelhe e Pousa, em Barcelos, aderiram, na noite desta sexta-feira, a uma vigília para sensibilizar os responsáveis autárquicos para a requalificação da Estrada Municipal 505, que serve aquela freguesia.

A manifestação teve início às 19:30, em Remelhe, de onde partiu para o centro de Barcelos, concentrando-se em frente ao edifício da Câmara de Barcelos, onde decorre uma sessão da Assembleia Municipal.

Em declarações à Rádio Barcelos, António Alves, membro da Assembleia de Freguesia e um dos promotores do protesto, diz que a requalificação está a ser adiada desde 2009 e que tal não é aceitável.

“Desde 2009 que vem sendo adiado, prometido mas nunca concretizado”, começa por acusar, classificando como “inaceitável” os sucessivos adiamentos da empreitada que pode garantir outra segurança aos utentes da via.

“Tivemos uma reunião com todos os partidos e o foi-nos dito que a estrada já não seria requalificada neste mandato. Isso é inaceitável, as promessas são para cumprir, a inauguração era em 2019, depois era 2020, agora já falam em 2022 e nós não aceitámos isso”, salientou.

A estrada em questão, que terá o piso em “mau estado”, afeta ainda diretamente as freguesias de Barcelinhos, Alvelos e Carvalhas.

Anúncio

Barcelos

Morreu primeira vítima de covid-19 em Barcelos

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo (Arquivo)

Barcelos registou hoje a primeira vítima mortal de covid-19. Trata-se de um idoso, entre os 75 e os 80 anos, da freguesia de Macieira de Rates, que estava internado no Hospital de Barcelos, confirmou a O MINHO o presidente daquela junta de freguesia, José Padrão.

A vítima mortal já sofria de problema respiratórios, sendo, portanto, doente de risco. A sua situação complicara-se nos últimos dois dias.

Segundo os dados do boletim epidiomiológico da Direção-Geral de Saúde deste sábado, no concelho de Barcelos existem 83 casos confirmados de infeção. Em todo o Minho estão confirmados 876 casos covid positivo.

Detetado em dezembro de 2019, na China, o novo coronavírus já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 59 mil.

Dos casos de infeção, mais de 211 mil são considerados curados.

Continuar a ler

Barcelos

Vigiado por pulseira eletrónica é detido enquanto furtava num talho em Barcelos

Crime

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem de 38 anos foi detido por militares do Núcleo de Investigação de Barcelos da GNR, na madrugada de sexta-feira, quando furtava um talho no concelho de Barcelos, anunciou aquela força.

Segundo o comando territorial de Braga, a ação foi efetuada no decurso de uma investigação relacionada com furtos em estabelecimentos comerciais, e permitiu deter o supeito em flagrante delito no interior do talho na posse de material furtado.

Foi-lhe apreendida uma balança, uma motosserra, uma embalagem com seis lâmpadas led e a viatura utilizada para consumar o delito.

“O detido está indiciado pela prática de três furtos em estabelecimentos comerciais, dois em veículos, dois em estaleiros e um numa residência”, refere a GNR.

“Tem também antecedentes por tráfico de estupefacientes e violência doméstica, encontrando-se sob vigilância através de pulseira eletrónica”, acrescenta.

Foi também constituído arguido um homem, de 26 anos, cúmplice do detido em furtos, tendo-lhe sido apreendido material furtado num estaleiro, no decorrer de uma busca domiciliária.

Continuar a ler

Barcelos

Utentes de lar em Barcelos regressam ao espaço

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Os 22 utentes do Centro de Apoio e Solidariedade da Pousa (CASP) infetados com covid-19 estavam a regressar ao lar durante a tarde de hoje, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, em videoconferência de imprensa.

Recorda-se que cinco dos infetados, os primeiros casos detetados, tinham sido transferidos para o Hospital de Barcelos e os restantes para o Seminário da Silva, no mesmo concelho.

A operação começou ao início da tarde e, segundo o autarca, é morosa, porque a transferência está a ser feita “doente a doente”, de acordo com o estipulado pelas autoridades de saúde.

Ainda segundo Miguel Costa Gomes, em primeiro lugar foram levados os idosos não infetados – 3 – que ficarão numa “ala completamente separada”.

Continuar a ler

Populares