Orquestra Filarmónica de Braga na Galiza para a abertura da Capital de Cultura do Eixo Atlantico

Cultura
Orquestra Filarmónica de Braga. Foto: DR

A Orquestra Filarmónica de Braga desloca-se na próxima semana à cidade galega de Lugo para realizar um concerto na Cerimónia de Abertura Oficial da Capital de Cultura do Eixo Atlântico – Lugo 2023, foi hoje divulgado.

O concerto contará com a direção musical do maestro Filipe Cunha, de Braga, e junta em palco a Orquestra e um artista lucense – Abraham Cupeiro – “um músico que recria as sonoridades do antigamente reconstruindo e tocando muitos instrumentos ancestrais”.

O projecto chama-se “Pangea” e propõe aos ouvintes “uma viagem pelas sonoridades de todo o mundo, com instrumentos de todos os continentes, com arranjos originais para orquestra e solista”.

Este projeto mereceu distinção internacional e já foi gravado em disco pelo artista com a Royal Philharmonic Orchestra em Londres.

A Orquestra Filarmónica de Braga salienta ter sido selecionada para este evento no meio de muitas propostas enviadas à organização.

Revelam também que os ensaios começam já no início da próxima semana numa preparação “muito dedicada e empenhada para um repertório novo e pouco habitual mas muito bonito”.

“É mais um grande desafio à qualidade que a orquestra tem evidenciado e vamos trabalhar muito para diginificar a instituição e a nossa cidade realizando um grande concerto” adiantou o maestro Filipe Cunha, citado no comunicado.

“Será um concerto muito bonito e muito importante para nós porque marcará mais um ponto alto na história da Orquestra Filarmónica de Braga que continua assim a colocar o nome da cidade no panorama musical internacional” concluiu.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Politécnico de Viana entrega Cartas de Curso. “O mundo é vosso"

Próximo Artigo

Luís Nobre defende criação de uma região atlântica

Artigos Relacionados
x