Redes Sociais

É oficial, está aí o Rally de Portugal – e vai ser assim

Desporto

É oficial, está aí o Rally de Portugal – e vai ser assim

De novo com base em Matosinhos, a versão ‘bodas de ouro’ do Rali de Portugal voltou a ter a sua partida simbólica em Guimarães e arrancou mais uma vez com a superespecial de Lousada, no primeiro dia.

Até domingo, está de volta a festa do rali.

Minho reforçado

A 19 de maio, na primeira jornada de verdadeira competição, os troços mantêm a mesma designação, mas foram todos revistos, a começar pelo de Viana do Castelo, que passa a ser o primeiro e vê a sua extensão aumentada de 18,7 km para 26,7 km. As classificativas de Caminha (18,1 km) e de Ponte de Lima (27,5 km) passam a disputar-se no sentido inverso ao utilizado em 2016.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rally de Portugal regressa ao centro histórico de Ponte de Lima

Depois das duas passagens nestes troços do Alto Minho, num total de 144,6 km, a jornada de sexta-feira fecha com a Braga Street Stage, superespecial urbana no centro da cidade, onde se esperam que estejam mais de 200 mil pessoas.

Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante

No sábado, o dia abre na classificativa de Vieira do Minho (17,4 km) com percurso redesenhado junto à primeira zona espetáculo, no alto da Senhora da Fé, e a introdução de um salto imediatamente antes da zona espetáculo do Campo de Tiro.

Segue-se a nova especial de Cabeceiras de Basto (22,3 km), na Serra da Cabreira, cujo setor inicial que não era utilizado desde 2001 e que recorre a uma estrada que fez parte da classificativa de Vieira do Minho em 2015, apresentando uma segunda metade inédita.

A etapa termina em Amarante (37,5 km), que continua a ser a classificativa mais longa do rali, num dia em que as duas passagens pelas três especiais totalizam 164,6 km cronometrados.

Fafe encerra Rally

No domingo, dia 21, o Rali de Portugal presta homenagem a Fafe, que recebe os troços finais, incluindo a dupla passagem no tradicional Fafe-Lameirinha (11,2 km), a segunda das quais em regime de Power Stage, e dois troços que não integraram o itinerário das últimas edições: Luílhas (11,9 km) e Montim (8,7 km), este último disputado em sentido contrário ao habitual e ambos com apenas uma passagem.

Vídeo: Salto do ano de 2016 no Mundial de ralis foi em Fafe

Mais informação

Rally Guide: AQUI
Mapas: AQUI

Jornal digital da região do Minho.

Mais Desporto