Seguir o O MINHO

Futebol

“O nosso grande erro seria, agora, entrar em euforia”

Declarações de João Pedro Sousa e Carlos Carvalhal, após o FC Famalicão 1-0 Rio Ave

em

Declarações dos treinadores do Famalicão e do Rio Ave, João Pedro Sousa e Carlos Carvalhal, no final da partida da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol, que os famalicenses venceram por 1-0:

João Pedro Sousa (treinador Famalicão): “Foi uma vitória muito sofrida, mas também competente, em que demos uma resposta muito boa para controlar o jogo.

Tivemos, na primeira parte, alguma dificuldade para construir no corredor central e tivemos de explorar as alas, embora com dificuldade no último terço, porque o Rio Ave esteve bem nesse aspeto.

Na segunda parte, chegámos ao golo e, mesmo depois disso, conseguimos controlar o jogo, com posse, e apesar do adversário nos ter criado, depois, algumas dificuldades quando mudou a estratégia.

Chegaram a ganhar a grande penalidade e nesse momento fomos felizes, mas acho que, no final, fomos uns justos vencedores.

O nosso grande erro seria, agora, entrar em euforia [com as duas vitórias], temos os pés bem assentes no chão, sabemos que a equipa está a crescer e temos consciência onde ainda devemos melhorar para chegar ao nível que pretendemos.”

Carlos Carvalhal. Foto: Arquivo

Carlos Carvalhal (treinador do Rio Ave): “Não entrámos bem no jogo. Costumamos a ser bons na primeira parte de construção, mas hoje fomos sofríveis a sair de trás.

Na segunda parte, tentámos retificar, mas a realidade é que continuámos a cometer alguns erros. Até ao lance que marca o jogo, não vou discutir se é falta, porque há câmaras por todo o lado, o que é certo é que o nosso guarda-redes não tinha feito qualquer defesa.

A partir daí ainda conseguimos criar duas soberanas oportunidades para marcar e mais um penálti e por essa reação fico contente, deu-me um sinal muito forte e isso deixa-me com esperança que vamos dar uma boa resposta com o Aves na próxima jornada.”

EM FOCO

Populares