Seguir o O MINHO

Liga Europa

Liga Europa: Braga vence em Inglaterra

Primeira jornada

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O SC Braga venceu hoje o Wolverhamtpon, por 1-0, impondo-se em Inglaterra na primeira jornada da Liga Europa de futebol perante o favorito do Grupo K.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1174789904078950405

Um golo de Ricardo Horta, aos 71 minutos, valeu o triunfo à equipa minhota, que vinha de duas derrotas seguidas no campeonato português, com Benfica (4-0) e Vitória de Setúbal (1-0), e sai do estádio Molineux com um importante triunfo.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1174792745250148356

Finalista da Liga Europa em 2011, então derrotado pelo FC Porto, o Sporting de Braga soma três pontos, tantos quantos o Slovan Bratislava, que bateu em casa os turcos do Besiktas, por 4-2, e comanda o grupo. O Wolverhamtpon, orientado pelo português Nuno Espírito Santo, parte sem pontos para a segunda jornada.

No dia 03 de outubro, o conjunto minhoto recebe o Slovan Brastislava e os ingleses visitam o Besiktas.

Liga Europa

Jorge Jesus assume que Benfica ainda não está a jogar o triplo como prometeu

Liga Europa

Foto: DR / Arquivo

O treinador Jorge Jesus assumiu hoje que o Benfica ainda não está “a jogar o triplo”, como prometeu no início da época, mas mostrou-se confiante na evolução do rendimento da equipa de futebol.

Questionado no Seixal, durante a conferência de imprensa prévia ao encontro com o Standard Liège, para a Liga Europa, o técnico lembrou que a afirmação foi feita com a “consciência que se o Benfica não jogasse mais do que na época passada voltava a não ganhar nada” e lembrou que ainda há tempo para evoluir.

“Claro que ainda não está a jogar o triplo. Um ou outro jogo tem feito, mas na maioria não tem. Sabemos que está numa fase de crescimento, porque é mesmo assim, e acredito plenamente que com o desenrolar das competições o Benfica vai ter cada vez mais conhecimento do que a equipa quer e vai ter um rendimento melhor do que teve”, assumiu o treinador.

O Benfica desloca-se na quinta-feira à Bélgica com o objetivo de ganhar, apesar de já ter garantido o apuramento para os 16 avos de final da Liga Europa, uma vez que ainda pode ficar em primeiro lugar no Grupo D, apesar de Jesus não acreditar “que o Rangers perca pontos na Polónia”, frente ao Lech Poznan.

“Há fatores que nos podem favorecer, como ser o primeiro no grupo, que nos dá mais hipóteses no sorteio. Só por esse motivo”, explicou.

Ainda assim, aproveitou a mesma análise para garantir que vai aproveitar a partida de quinta-feira para “lançar alguns jogadores que nunca jogaram”, mas assumiu que Todibo não será um deles, pois “começou a trabalhar há uma semana e não tem condições técnicas nem táticas”.

Por outro lado, fez questão de retirar a pressão dos ombros dos jogadores aos quais vier a conceder a oportunidade, uma vez que, garantiu, as suas prestações não terão influência nas decisões do mercado de transferências, em janeiro, onde diz estar “preparado para receber mais jogadores e não para perder algum”.

“Todos os jogos nos dão sinais cada vez mais de confirmações ou não do ponto de vista coletivo e individual. Não há jogadores que estejam a fazer testes ou exames para definir o futuro. Sabemos o plantel que temos, mas como é óbvio, conforme o tempo vai passando, vamos ficando com mais certezas da qualidade individual dos jogadores e do crescimento da equipa”, comentou o treinador.

Sobre o adversário de quinta-feira, Jesus advertiu que a vitória por 3-0, na Luz, pode ter dado uma ideia de que o Standard Liège “não é um adversário muito forte”, mas isso não corresponde à verdade.

“O nosso jogo com o Standard Liège, na Luz, foi um dos melhores jogos que fizemos. O futebol belga é um campeonato com capacidade, o que se vê por algumas equipas do futebol belga que estão a discutir o apuramento na ‘Champions’ e na Liga Europa”, sublinhou.

Sobre a ‘Champions’ e o incidente ocorrido na terça-feira, no Parque dos Príncipes, onde o jogo entre o Paris Saint-Germain e o Basaksehir foi interrompido por alegados insultos racistas do quarto árbitro contra Pierre Webo, treinador adjunto dos turcos, Jesus preferiu não se alongar porque não viu “o que aconteceu e o que se falou”.

“Hoje, está muito na moda isso do racismo. Como cidadão, tenho de ter em atenção a minha maneira e só posso ter uma opinião concreta se souber o que é que se disse naquele momento. Depois, qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo. Se podes dizer a mesma coisa contra um branco já não é sinal de racismo. Está-se a implantar essa onda no mundo e se calhar até houve em relação às coisas que se disseram contra esse treinador, mas eu não sei”, comentou o técnico.

Antes de Jorge Jesus lançar a partida com os belgas, foi a vez de Vertonghen assumir que a equipa está “a sofrer demasiados golos” e que quer corrigir esse aspeto.

“É uma realidade. Estamos a sofrer demasiados golos. Trabalhamos muito, defendemos todos juntos, atacamos todos juntos. Fazemos uma pressão muito alta, pois temos uma natureza de jogo muito ofensiva, mas temos de ser mais sólidos na defesa, é verdade”, admitiu.

No entanto, o defesa que o Benfica contratou nesta época aos ingleses do Tottenham garantiu que a equipa vai melhorar nesse capítulo.

“É uma responsabilidade de todos. Trabalhamos todos os dias na organização defensiva e certamente que irá melhorar. Tem vindo a melhorar nos últimos jogos. Agora temos de começar a sair dos jogos sem sofrer golos e é nesse sentido que estamos a trabalhar”, apontou.

O Benfica visita o Standard Liège na quinta-feira, às 17:55, em partida da sexta e última jornada do Grupo D da Liga Europa de futebol.

Os ‘encarnados’ já garantiram o apuramento para os 16 avos de final, mas ainda estão na luta pelo primeiro lugar no grupo, onde o Rangers leva vantagem nos critérios de desempate, apesar de seguir com os mesmos 11 pontos que as ‘águias’.

Continuar a ler

Liga Europa

Braga “só sabe” fazer golos nas primeiras partes esta época

Equipa defronta o AEK Atenas para a Liga Europa

Foto: DR / Arquivo

A presença do público nas bancadas no jogo do SC Braga de hoje, frente aos gregos do AEK Atenas para a Liga Europa, pelas 20:00, pode trazer uma motivação nos minutos iniciais e até ajudar a potencializar uma força da equipa.

De acordo com as estatísticas desta base de dados, dos sete golos do SC Braga esta época, todos foram apontados nas primeiras partes. Mesmo os quatro frente ao Tondela, fora de casa.

Para ser ainda mais preciso, dos sete golos, cinco foram apontados entre 21 e os 30 minutos de jogo.

SC Braga favorito na estreia na Liga Europa

Por enquanto, o brasileiro Galena é o destaque da equipa, com dois golos e duas assistências. Paulinho, melhor marcador do Braga na época passada, ainda não balançou as redes.

No Grupo G, o Braga, de Carlos Carvalhal, vai poder contar com adeptos no seu estádio, num total de 2.250, em vez de 4.500, depois de a Direção-Geral da Saúde ter decidido a sua redução de 15% para 7,5%, em função do agravamento da situação epidemiológica no país.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1319214280999395328?s=19

Os arsenalistas começaram o campeonato nacional com dois desaires, mas recebem, pelas 20:00, os gregos, dos portugueses Hélder Lopes, André Simões e Nélson Oliveira, motivados com duas vitórias consecutivas e respetivo sexto lugar.

Continuar a ler

Liga Europa

AC Milan vê no Rio Ave “a equipa mais forte” com que se cruzou na prova

Liga Europa

Foto: Twitter / AC Milan

O AC Milan vai defrontar “a equipa mais forte” com que se cruzou na fase de qualificação para a Liga Europa de futebol, defendeu hoje o treinador Stefano Pioli, em referência ao jogo com o Rio Ave, na quinta-feira.

O técnico da equipa italiana pediu “respeito” pela formação vila-condense, relativizando a ausência de Zlatan Ibrahimovic, que testou positivo à covid-19 e será o falhará o encontro do ‘play-off’ de acesso à fase de grupos, para o qual o avançado português Rafael Leão poderá alinhar “durante algum tempo”.

“É preciso ter muito respeito por eles, mas também consciência das nossas qualidades. Queremos entrar na fase de grupos e, para isso, temos que vencer amanhã [quinta-feira] a equipe mais forte que enfrentámos até agora na prova”, advertiu Pioli, em conferência de imprensa realizada em Milão.

O técnico dos ‘rossoneri’, que venceram os irlandeses do Shamrock Rovers (2-0) e os noruegueses do Bodo/Glimt (3-2) nas rondas preliminares anteriores, defendeu que será necessário “um desempenho de alto nível” por parte da sua equipa para conseguir vencer o embate em Vila do Conde, com início às 20:00.

“[O Rio Ave] é uma equipa que gosta de controlar o jogo através da posse de bola. Devemos tentar evitar que isso aconteça, ser compactos e agressivos, para lhes retirar a bola, mas, ao mesmo tempo, ser lúcidos, percebendo os momentos em que devemos ser mais expectantes”, assinalou.

Pioli reconheceu que “o jogo tem um ‘peso’ elevado”, pois está em disputa “a conquista do primeiro objetivo da época”, considerando “normal que exista mais pressão” sobre os seus jogadores, pois “o nome do AC Milan traz mais responsabilidades”.

O treinador sustentou que Ibrahimovic “não estará em campo, mas estará sempre dentro do grupo”, revelando que a escolha do avançado titular dependerá da forma como escolher abordar a partida, mas dificilmente recairá em Rafael Leão, que regressou recentemente aos treinos após cumprir isolamento, devido a um teste positivo à covid-19.

“Estou muito feliz com a disponibilidade do [Rafael] Leão, mas ele só está a treinar há cinco ou seis dias. Estará disponível, mas apenas para jogar durante algum tempo. Espero muito dele, porque sei que ele pode nos dar muito”, sustentou.

O AC Milan, um dos líderes da liga italiana, defronta na quinta-feira o Rio Ave, em Vila do Conde, em jogo único do ‘play-off’ de acesso à fase de grupos da Liga Europa, que será disputado à porta fechada e arbitrado pelo espanhol Jesús Gil Manzano.

Continuar a ler

Populares