Seguir o O MINHO

Região

João Ribas, curador de Braga, nomeado diretor no Instituto de Artes da Califórnia, nos EUA

João Ribas

em

Foto: Twitter

O curador bracarense de arte João Ribas é o novo diretor do espaço REDCAT, que faz parte do Instituto de Artes da Califórnia (CalArts), nos Estados Unidos, e vice-presidente para Parcerias Culturais da instituição, anunciou aquele organismo.

“O CalArts anunciou a nomeação de João Ribas como diretor executivo do REDCAT (Roy and Edna Disney/CalArts Theater) e vice—presidente para Parcerias Culturais”, lê-se num comunicado divulgado no ‘site’ oficial do instituto norte-americano.

REDCAT é o “centro multidisciplinar da CalArts para artistas visuais, performers e media inovadores”.

João Ribas, o segundo diretor do REDCAT desde que este foi criado, há 17 anos, “foi selecionado num processo que durou nove meses”, tendo sido “recomendado por todas as facetas da ampla e diversificada comunidade envolvida” na escolha.

O curador português, que reportará ao presidente do CalArts, Ravi Rajan, inicia funções em 01 de junho.

João Ribas, 40 anos, nasceu em Braga e viveu, desde a infância, quase sempre nos Estados Unidos, onde encetou a carreira de curadoria na galeria PS 1, afiliada do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA), com a historiadora Carolyn Christov-Bakargiev.

Trabalhou depois em instituições como The Drawing Center, em Nova Iorque, onde foi curador, assim como no MIT List Arts Center, de onde partiu para trabalhar no Museu de Serralves, entre 2014 e 2018, primeiro como adjunto e depois como diretor.

João Ribas demitiu-se do cargo de diretor do Museu de Serralves em setembro de 2018, por causa de uma polémica em torno da exposição “Robert Mapplethorpe: Pictures”, alegando “violação continuada” da sua “autonomia técnica e artística”.

Nos Estados Unidos, Ribas recebeu, durante quatro anos seguidos, de 2008 a 2010, os prémios de melhor exposição da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) e o prémio Emily Hall Tremaine (2010).

Foi professor na Universidade de Yale, na School of Visual Arts de Nova Iorque e na Rhode Island School of Design.

Em 2019 foi curador da representação oficial portuguesa para a 58.ª Exposição Internacional de Arte Bienal de Veneza 2019.

Anúncio

Ave

Covid-19: Famalicão regista primeira morte

Idosa de 91 anos

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão (Arquivo)

Uma idosa de Vila Nova de Famalicão, que estava infetada com Covid-19, morreu, este domingo, anunciou a autarquia.

A vítima, que era utente do Centro Social de Bairro, naquele concelho, tinha 91 anos.

“É a primeira famalicense conhecida a falecer em virtude da pandemia”, lê-se numa nota divulgada nas redes sociais, ao final da noite.

Acrescenta a Cidade Hoje, rádio daquela cidade, que a idosa morreu no hospital local.

Até às 24:00 horas de sábado, morreram em Portugal 119 pessoas, segundo os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Oficial: 208 infetados em Braga e 70 em Guimarães. Há 472 casos confirmados no Minho

Detetado em dezembro de 2019, na China, o novo coronavírus já infetou mais de 667 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 31.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 134.700 são considerados curados.

Continuar a ler

Alto Minho

Tuna junta-se para cantar “Havemos de ir a Viana” a partir de casa

Em tempos de confinamento, a Hinoportuna – Tuna do Instituto Politécnico de Viana do Castelo lançou, este domingo, um videoclipe da música “Havemos de ir a Viana”, feito a partir das casas dos seus membros. Vídeo: YouTube

em

Em tempos de confinamento, a Hinoportuna – Tuna do Instituto Politécnico de Viana do Castelo lançou, este domingo, um videoclipe da música “Havemos de ir a Viana”, feito a partir das casas dos seus membros.

Continuar a ler

Braga

Escolta da polícia ajuda transportadora de Braga a levar materiais aos hospitais do país

Um vídeo partilhado hoje pela Torrestir, empresa com sede em Braga, mostra o Comando Distrital da PSP da Coimbra a escoltar um dos seus camiões, na semana que passou, durante o transporte de equipamentos para hospitais. “Garantimos assim, com sucesso, mais uma importante entrega, para podermos continuar a dar o apoio necessário ao setor da saúde, neste momento crucial”. Vídeo: Facebook

em

Um vídeo partilhado hoje pela Torrestir, empresa com sede em Braga, mostra o Comando Distrital da PSP da Coimbra a escoltar um dos seus camiões, na semana que passou, durante o transporte de equipamentos para hospitais. “Garantimos assim, com sucesso, mais uma importante entrega, para podermos continuar a dar o apoio necessário ao setor da saúde, neste momento crucial”.

Continuar a ler

Populares