Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães suspende peditório anual de rua para a Liga Contra o Cancro

Covid-19

em

Foto: DR

Este ano não haverá peditório de rua para a Liga Portuguesa Contra o Cancro em Guimarães, atividade que decorre tradicionalmente no dia 01 de novembro. O anúncio foi feito pelo Lions Clube de Guimarães, instituição responsável pelo peditório desde 1984.


Em comunicado enviado a O MINHO, a instituição refere que esta decisão surge depois do aumento de casos que tem “castigado de forma particular e especial o concelho de Guimarães”.

Apesar dos esforços para que o peditório avançasse na rua, tal não vai ser possível, com a instituição a apelar para os donativos sejam entregues através de referência multibanco.

“A recolha de fundos em favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro prosseguirá com a recolha de contributos de instituições, empresas e particulares. Os contributos poderão ser efetuados diretamente para o IBAN PT50 0035 0363 00101703903 61”, refere a instituição.

O Lions Clube aponta ainda que 20% do montante será para aplicar na compra de equipamentos para o serviço de oncologia do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães.

401 novos casos em quatro dias

Foram registados mais 401 casos positivos de covid-19 no concelho de Guimarães entre os dias 19 e 23 de outubro, segundo dados do ACES Alto Ave.

Encontram-se 550 pessoas em isolamento, menos 70 do que no dia 19.

No total, aquele concelho regista 2.899 casos acumulados desde o início da pandemia.

19 mortos e 2.577 infetados no país

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 19 mortos e 2.577 casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O país conta agora com 2.316 óbitos e 118.686 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em termos de recuperados, 68.877 já foram dados como curados da doença, 1.035 nas últimas 24 horas.

Anúncio

Guimarães

Médico do Hospital de Guimarães acusado de homicídio por negligência

Crime

em

Urgência do Hospital de Guimarães. Foto: DR

O Ministério Público (MP) acusou um médico do Hospital de Guimarães de homicídio por negligência, por ter dado alta a uma doente que viria a morrer no mesmo dia, em casa, vítima de uma peritonite.

Segundo nota hoje publicada na página da Procuradoria-Geral Regional do Porto, o MP considera que o médico “não analisou cuidadamente, nem interpretou de forma correta”, a radiografia abdominal que a vítima fizera no serviço de urgência e que apresentava “imagens sugestivas de pneumoperitoneu”.

Para o MP, a radiografia, conjugadamente com os restantes sintomas da vítima, impunha a realização de uma TAC como exame complementar de diagnóstico.

“Se o arguido tivesse determinado a realização de tal exame, seria seguramente detetada a existência de uma peritonite por perfuração de víscera oca à vítima e, consequentemente, teria sido realizado procedimento operatório imediato”, acrescenta.

O caso remonta à manhã de 27 de fevereiro de 2015, quando o arguido se encontrava em funções no serviço de urgência do Hospital de Guimarães e deu alta a uma doente que apresentava queixas de dor abdominal severa, com quinze dias de evolução.

A vítima veio a morrer, já em casa, perto das 23:00 desse mesmo dia, de uma peritonite, por se ter agravado o seu estado de saúde.

Peritonite é a inflamação do peritónio, o revestimento da parede interior do abdómen e dos órgãos abdominais.

Continuar a ler

Guimarães

Unidade de saúde em Guimarães fechada hoje devido a casos de covid-19

Ronfe

em

Foto: Rui Dias / O MINHO

No contexto do surgimento de vários casos positivos para o vírus SARS-COV-2 entre os profissionais de saúde, a Unidade de Saúde Familiar de Ronfe, em Guimarães, está esta quarta-feira encerrada.

Como consequência desta situação a USF cancelou todas as consultas programadas no âmbito da diabetes, hipertensão e saúde de adultos. A Unidade vai manter os serviços mínimos, nomeadamente, as consultas de saúde infantil (apenas aquelas onde são administradas vacinas), saúde materna, consulta aberta, baixas e tratamentos de enfermagem inadiáveis.

A partir de quinta-feira, a USF Ronfe passará a funcionar apenas entre as 8h00 e as 14h00.

“Se tem uma consulta agendada confirme primeiro que a mesma se vai realizar antes de se dirigir à unidade”, é a informação que consta na página nas redes sociais da USF Ronfe. Também para pedidos de renovação de medicação, os utentes devem previamente contactar a USF, lê-se no mesmo comunicado.

Na USF Ronfe trabalham nove médicos, oito enfermeiros, seis secretários clínicos, um assistente operacional e quatro médicos internos da especialidade de Medicina Geral e Familiar.

Continuar a ler

Guimarães

Pinheiro foi erguido esta madrugada em Guimarães

Festas Nicolinas

em

Foto: Nicolinas / Facebook

Importante tradição das Festas Nicolinas, o pinheiro foi erguido na madrugada desta quarta-feira, em Guimarães. A comissão de festas “apela a toda a população que não se junte à volta do Pinheiro, seja a tocar ou a admirar”.

“Qualquer tipo de ajuntamento porá em causa os números das Festas que agora se anunciam. Foram dois meses de trabalho, que já quase caíram por terra. Salvemo-las”, refere André Alves, presidente da Comissão de Festas Nicolinas 2020.

As Nicolinas têm estado envolvidas em polémica desde que, na manhã de domingo, houve um ajuntamento espontâneo no centro da cidade para evocar o arranque das festividades.

Entretanto, ontem, o presidente da Câmara, Domingos Bragança, afirmou que esse episódio foi “mau para a imagem” da cidade, tendo garantido que o pinheiro ia ser erguido, embora sem o cortejo habitual, o que acabou por acontecer esta madrugada.

Continuar a ler

Populares