Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Escritor chileno infetado com coronavírus depois de ter estado na Póvoa de Varzim

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

Luís Sepúlveda, conhecido escritor chileno, de 68 anos, estará infetado com o Covid-19 (coronavírus) poucos dias depois de ter estado na Póvoa de Varzim.

O diagnóstico foi efetuado seis dias depois de ter participado no evento Corrente d’Escritas, segundo avança o jornal espanhol El Comercio.

Em declarações ao Jornal de Notícias, fonte da organização do evento não deixou de manifestar preocupação, indicando que haverá uma reunião com o executivo municipal de forma a saber que medidas seguir.

Luís Sepúlveda e a mulher estão internados no Hospital Universitário Central das Astúrias (HUCA), em Oviedo, em isolamento.

Os primeiros sintomas do escritor surgiram no dia 25 de fevereiro, terça-feira, dois dias depois de ter deixado a Póvoa de Varzim, mas só dois dias depois procurou um médico.

Portugal teve até hoje 70 casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), dos quais 67 deram negativo e os restantes três aguardam resultados laboratoriais, divulgou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados constam no boletim epidemiológico diário do Covid-19, segundo o qual Portugal não registava, às 18:00 de hoje, nenhum caso de infeção.

Nas últimas 24 horas foram reportados 11 novos casos suspeitos, menos 20 face ao número de novos casos suspeitos divulgado na quinta-feira.

O boletim apenas menciona os casos registados no país. Há dois casos conhecidos de portugueses infetados pelo novo coronavírus que estão hospitalizados no Japão.

A DGS mantém moderado a elevado o risco para a saúde pública em Portugal e reitera que, “tendo em conta a situação epidemiológica mundial, é necessário considerar a hipótese da importação de casos de doença de cidadãos provenientes da China ou de outras áreas com transmissão comunitária ativa”, nomeadamente de Itália, Irão, Singapura, Japão e Coreia do Sul.

Populares