Seguir o O MINHO

Braga

10.º Festival de Outono da UMinho quer “incutir novos hábitos culturais”

Entre 19 e 21 de setembro

em

Foto: DR / Arquivo

As cidades de Braga e Guimarães vão receber, entre próximos dias 19 e 21, o 10.º Festival de Outono da Universidade do Minho, que quer “promover expressões artísticas” e “incutir novos hábitos culturais”, anunciou hoje a organização.

Em comunicado enviado à Lusa, a organização destaca que o festival terá 15 eventos e que será vocacionado “em especial aos novos estudantes”, contando com tertúlias e concertos de nomes como de X-Wife, Marta Ren & The Groovelvets, Paraguaii, Captain Boy e a Orquestra da Universidade do Minho.

Os espetáculos têm todos entrada livre e distribuem-se pelas duas cidades que recebem a Universíada de Minho, começando dia 19, quinta-feira, em Guimarães, com um sarau musical dos grupos culturais da UMinho.

O palco é depois entregue a dois projetos vimaranenses – Captain Boy, que vai apresentar o seu novo álbum “Memories and bad photographs”, e os Paraguaii – e fechará a noite DJ SET de WD-40 no bar Oub’Lá.

Já em Braga, o salão medieval do Largo do Paço recebe, às 22:00, um concerto da Orquestra da Universidade do Minho, com o maestro Hans Casteleyn, espetáculo retomado na noite seguinte, à mesma hora, na Igreja de São Francisco, em Guimarães.

Na sexta-feira, o Largo do Paço acolhe um Ensemble de Percussão do Instituto Confúcio da UMinho (18:00), um sarau dos grupos culturais da UMinho (19:00), à noite, o blues-rock dos Bed Legs e ainda o soul-funk de Marta Ren & The Groovelvets.

Sábado, o festival começa as 18:00, no salão nobre do Largo do Paço, com a tertúlia “Livros com RUM”, onde Álvaro Laborinho Lúcio vai apresentar o seu terceiro romance, “O Beco da Liberdade”.

Após o jantar, o exterior do edifício será preenchido com o rock e a eletrónica dos QUADRA e X-Wife e, tal como na véspera, a ‘after-party’ está agendada para o café concerto da RUM, no espaço GNRation.

O Festival de Outono da UMinho tem o apoio dos municípios de Braga e de Guimarães, do Instituto Confúcio da UMinho e da Ordem Terceira de São Francisco.

Anúncio

Braga

IPMA coloca Braga em aviso laranja: Rua propícia a inundações interdita

IPMA

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A rua Maria Amélia Bastos Leite, em Ferreiros, cidade de Braga, foi interdita ao trânsito esta noite, pelas forças de proteção civil e autoridades, devido ao agravamento das condições meteorológicas a partir das 03:00 desta sexta-feira, apurou O MINHO no local.

Os Bombeiros Sapadores de Braga colocaram baias e fitas de sinalização para impedir a circulação de carros na rua, face às constantes inundações que se registam quando chove de forma mais persistente.

Bombeiros rebocam 15 carros nas cheias em Braga

A PSP garantiu que ninguém da laboração noturna do complexo Max Grundig, iniciada às 23 horas, estacionasse na referida rua, de forma a evitar possível submersão parcial (ou até total) das viaturas.

Aviso laranja

Os distritos de Braga e Viana do Castelo encontram-se sob aviso laranja entre as 03:00 e as 09:00 desta sexta-feira, de acordo com o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), devido a períodos de chuva, por vezes forte e persistente. Também o distrito do Porto estará em grau laranja.

O aviso baixa à intensidade de amarelo, mantendo-se até às 12:00.

Continuar a ler

Braga

Cães errantes atacam trabalhadora e matam ovelhas em Braga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Uma trabalhadora de uma empresa, em Navarra, Braga, terá sido atacada, esta manhã, por uma matilha de cães errantes que se desloca pelo lado nordeste do concelho, apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros.

Ao final da tarde, ovelhas e patos caíram numa vala depois de terem sido atacados por, ao que tudo indica, a mesma matilha, já na freguesia vizinha de Crespos, havendo necessidade de resgate em grande ângulo por parte dos bombeiros, conforme apurou O MINHO no local.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Eram cerca das 17:00 da tarde desta quinta-feira quando proprietários de um rebanho de ovelhas, na Rua Bouça do Couço, freguesia de Crespos, alertou as autoridades para a queda deste numa vala com quatro metros de profundidade, depois de a matilha de cães ter perseguido os animais.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Quatro das ovelhas do rebanho estavam já mortas, uma gravemente ferida e 15 com algumas escoriações, mas estáveis. Foram todas resgatadas da vala, assim como três patos que também fugiram dos canídeos.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

No local estiveram os Bombeiros Sapadores de Braga com sete bombeiros e duas viaturas. O presidente da Junta de Crespos disse, ao Jornal de Notícias, que os cães já estão sinalizados há algum tempo e que já foi feita uma denúncia à AGERE, empresa municipal responsável pela recolha de animais errantes para que sejam transportados para o canil.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A GNR de Braga registou a ocorrência.

Continuar a ler

Braga

Semana da Inclusão assinalada em Braga com 33 atividades

Responsabilidade social

em

Foto: DR / Arquivo

A 4.ª edição da Semana para a Inclusão, de 25 a 03 de dezembro, vai ser assinalada em Braga com exposições, tertúlias, visitas acessíveis, livros, música e uma “conversa” sobre a sexualidade na deficiência, num total de 33 atividades.

Apresentado, esta quinta-feira, o programa, desenvolvido pela Biblioteca Lúcio Craveiro (BLC) em parceria com mais 17 associações da cidade, pretende “sensibilizar a comunidade” para a obrigação de “incluir e integrar” o cidadão com necessidades especiais.

Segundo a diretora da biblioteca, Aida Alves, o objetivo é promover o trabalho em rede depois de muitas das instituições terem percebido que “trabalham muito sobre a sua própria missão e o seu plano de atividades em vez de haver um cruzamento entre si”.

Aida Alves salientou que “a biblioteca tem-se vindo a posicionar naquele que é o seu papel de mediador e que tem a obrigação de difundir informação e gerar conhecimento”.

No total, durante aquela semana vão ser desenvolvidas 33 atividades: seis exposições, três tertúlias, duas visitas acessíveis, quatro apresentações de livros e uma revista, um recital de poesia, cinco ações de sensibilização e formação, sete oficinas e workshops e sete espetáculos de teatro dança e música.

A salientar do programa é a conversa sobre a sexualidade na deficiência: “Uma lacuna nos direitos das pessoas com deficiência e um tema tabu que deve ser esclarecido”, explica a organização.

A 25 de Novembro, portadores de trissomia 21 e outros síndromes ou deficiências vão transformar a BLC numa cozinha improvisada para um Downcooking – Estrelas na cozinha e showcooking.

Dia 26, a destacar a apresentação da peça “Mulheres”, um trabalho da Academia de Teatro do TIN.Bra: “Uma peça que tem um impacto reflexivo muito grande em quem vem assistir e tem que ver com a condição da mulher”, explicou a diretora.

A referir ainda a realização das visitas acessíveis, a 29 de novembro, com o objetivo “melhorar a experiência turística dos visitantes com necessidades específicas”, sendo que os participantes vão ter informação turística e cultural em áudio, imagem e legenda.

Será ainda assinado um protocolo entre a BLC e a ACARE, ADOC, AIA e APCB.

“Cada uma das entidades tem comunidades diferentes e nós propomo-nos a desenvolver com eles o compromisso de continuar a trabalhar para dar resposta às necessidades umas da outras. Eles poderão contar com a biblioteca para várias atividades”, concluiu Aida Alves.

Continuar a ler

Populares