Seguir o O MINHO

Braga

Empresa de Braga dá meio dia a funcionários para acompanharem filhos à escola, no regresso às aulas

Em linha com o que foi aprovado pelo Governo para os funcionários públicos

em

Ricardo Costa, CEO do Grupo Bernardo da Costa. Foto: O MINHO

O Grupo Bernardo da Costa está a disponibilizar meio dia livre aos colaboradores com filhos em idade escolar, no âmbito da sua política de responsabilidade social, de modo com que estes possam acompanhar os seus educandos no regresso às aulas, informou hoje a empresa de Braga.

A medida surge em linha com a concessão de tolerância de ponto aos funcionários públicos, de três horas, aprovada pelo Governo 13 de junho deste ano, para acompanharem os filhos menores, até aos 12 anos, no seu primeiro dia de aulas.

“Para nós o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional das pessoas que trabalham no Grupo Bernardo da Costa é uma das grandes prioridades. Ao percebermos que para os pais era muito importante acompanharem os filhos no primeiro dia de escola decidimos oferecer meio dia de tolerância de ponto para permitir que estivessem presentes nesse momento”, explica Ricardo Costa, CEO do grupo, a O MINHO.

No setor privado, outra empresa que se sabe ter adoptado a mesma política foi a Altice, que, em comunicado, dá conta de uma aposta na “promoção das melhores condições no acompanhamento na vida escolar e na conciliação da vida profissional, familiar e pessoal”.

A abertura oficial do ano letivo decorre entre 10 e 16 de setembro.

Anúncio

Braga

Jovem sem carta detido após perseguição policial a alta velocidade em Braga

Não acatou ordem de paragem dos agentes policiais

em

Foto: O MINHO

Um jovem de 26 anos foi detido por agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Braga na sequência de este não ter parado numa ação de fiscalização por parte de uma patrulha, no passado sábado, pelas 01:00, na cidade de Braga.

Em comunicado, aquela força policial dá conta da ocorrência, indicando que o detido tinha sido detetado a uma velocidade superior a 100 quilómetros horários na Avenida Padre Júlio Fragata, sendo o limite de velocidade de 50 quilómetros horários naquele trecho.

Na sequência da infração, que foi detetada por um radar, “foi acionado o sistema luminoso que a viatura policial possui, respetivos sinais sonoros e efetuado o sinal de paragem com recurso a uma lanterna luminosa, dando-lhe indicação para encostar o veículo à berma”.

A PSP adianta que o “condutor não manifestou intenção de acatar a ordem policial, pelo que a viatura policial seguiu no seu encalce e foi colocada ao lado da dele, sendo que nesse momento lhe foi dada ordem verbal para parar o veículo um pouco mais à frente”, ordem que o mesmo não acatou, seguindo marcha.

“Dado os seus intentos em furtar-se à fiscalização, esta Polícia acelerou colocou a viatura policial de forma a impedir o condutor em infração de continuar a fuga”, acrescenta a PSP.

Aquando da interceção do suspeito, os agentes verificaram que este “não possuía qualquer documento que o habilitasse para o exercício da condução.

O detido foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Braga.

Continuar a ler

Braga

Governo garante “apoio político” para que hospital de Braga seja hospital académico

Garante o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

em

Foto: DR / Arquivo

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior garantiu esta segunda-feira que a pretensão da Universidade do Minho de que o hospital de Braga tenha o estatuto de hospital universitário “terá todo o apoio político”.

Manuel Heitor, que falava em Braga, na Universidade do Minho, à margem de uma cerimónia de boas vindas aos novos estudantes daquela academia, afirmou que é “ambição” do Governo “ter mais investigação clínica e melhorar, facilitar, os espaços de aprendizagem aos estudantes que escolhem a área da Saúde”.

A Universidade do Minho reclama o estatuto de Hospital Universitário para o Hospital de Braga lembrando a “estreita colaboração” entre as duas instituições.

“Trabalhamos num nível e de uma forma que permite aos nossos estudantes vivenciarem em ambiente hospitalar aquilo que vão aprendendo em ambiente académico e essa estreita colaboração tem que ser reconhecida”, disse à Lusa o reitor da Universidade do Minho, Rui Viera da Silva.

Segundo garantiu o ministro, aquela pretensão “terá todo o apoio político para poder ser concretizada nos próximos anos”.

“É um processo simples, o centro académico do Minho tem uma grande reputação a nível nacional e internacional. Hoje há uma legislação própria, há uma agência da investigação clínica, que juntamente com as autoridades de Saúde (…) facilmente poderão responder a esse desafio”, referiu Manuel Heitor.

Continuar a ler

Braga

Assaltante detido no interior de uma casa em Braga

Com mais de 2 mil euros de material

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 27 anos foi detido, esta segunda-feira de madrugada, no interior de uma residência, em Braga, na qual se introduziu para furtar, após ter arrombado a porta principal, anunciou a PSP.

Numa nota divulgada nas redes sociais, aquela força de segurança diz ter sido chamada ao local, sito na rua Dr. Manuel Vieira de Matos, cerca das 04:40 horas, tendo apanhado o suspeito em flagrante e apreendido cerca de 2.085 euros em material furtado.

O detido vai ser presente, ainda hoje, nos serviços do Ministério Público, junto ao Tribunal da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Populares