Seguir o O MINHO

Alto Minho

Viana do Castelo recebe 9.ª Jornadas Técnicas Internacionais de Resíduos

em

Viana do Castelo recebe, entre 14 e 16 de setembro, no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, a nova edição das Jornadas Técnicas Internacionais de Resíduos, que está associada à 3ª edição da Wastes Solutions Conference: Treatments and Opportunities, numa organização conjunta da Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental (APESB) e do Centro de valorização de Resíduos (CVR) e onde os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo vão apresentar a sua estratégia municipal de gestão de resíduos para o horizonte 2020.

O evento, que junta técnicos, especialistas, pesquisadores e decisores técnico/políticos de relevo destes países e da Europa, contará com a presença de um técnico de renome: Marco Ricci, Chairman do Grupo de Trabalho sobre Tratamentos Biológicos da ISWA, que irá orientar a formação sobre estratégias de recolha seletiva da fração orgânica de resíduos.

De acordo com comunicado da Câmara de Viana do Castelo, no congresso, o Município irá apresentar a sua estratégia para a gestão de resíduos urbanos (RU) para o horizonte 2020 e que passará pela consolidação da aposta na sensibilização dos munícipes para a prevenção da produção de resíduos e para a adesão aos sistemas de reciclagem. Os resíduos urbanos biodegradáveis (RUB) constituirão um foco de especial atenção, considerando que uma percentagem significativa (36,8%) dos resíduos produzidos no Município é biodegradável.

A aposta municipal na recolha em 2020, recai na implementação de um projeto de recolha seletiva de biorresíduos alimentares junto dos grandes produtores (restauração, instituições de ensino, IPSS e frutarias) e de resíduos verdes (desde 2014). Atualmente com 115 produtores aderentes, este projeto permitiu, entre 2010 e 2014, desviar de aterro um total de 1600 toneladas de RUB e respetivo encaminhamento para a valorização orgânica, com evidentes benefícios ambientais, sociais e económicos.

“Para 2020, em matéria de RUB, o objetivo é aumentar o número de aderentes do setor não-doméstico (155 aderentes em 2020) e alargar a recolha seletiva de RUB ao setor doméstico na área urbanos (38.057 habitantes), através da disponibilização de contentores específicos para a deposição desse tipo de resíduos. Na área rural será promovida a compostagem caseira. A estratégia prevê igualmente a consolidação da recolha seletiva trifluxo (papel/cartão, plástico/metal e vidro) através do reforço do número de infraestruturas de depósito seletiva (ecopontos)”, refere a nota informativa do Município.

A estratégia municipal está refletida no Plano de ação de Viana do Castelo (PAPERSU 2020), desenvolvido pelos SMSBVC e pela Formato Verde em simultâneo com os PAPERSU dos Municípios acionistas da CIM Alto Minho, de forma a garantir o seu enquadramento e coerência com a estratégia de gestão de RU da região do Minho-Lima e do respetivo sistema de gestão de resíduos urbanos (SGRU Resulima S.A.). No que respeita a gestão de RU, o Município de Viana do Castelo “continua empenhado em acompanhar as tendências europeias e nacionais que incentivam a transição para uma economia circular de baixo carbono e de eficiência de recursos, procurando dissociar o crescimento económico do consumo de recursos e da produção de resíduos e promovendo uma sociedade de reciclagem”.

Anúncio

Viana do Castelo

Procissão voltou a ir ao mar em Viana do Castelo

Romaria d’Agonia

em

Foto: DR

Os barcos tradicionais voltaram a sair para as águas da costa de Viana do Castelo em mais uma edição da Procissão ao mar, inserida na Romaria d’Agonia, festas típicas do concelho de Viana do Castelo.

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Foto: Romaria d’Agonia

Estas festividades remontam a 1772, em honra da padroeira dos pescadores, Senhora da Agonia. Desde sempre, a ela acorreram homens do mar vindos do litoral português e também da Galiza. São declaradas como feriado municipal, encerrando a dia 20.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Tapetes de sal dão cor a ruas de Viana no último dia da Romaria d’Agonia

FOTOGALERIA

em

Fotos: Facebook de Romaria d'Agonia

Após uma noite longa de trabalho, Viana do Castelo acordou, esta terça-feira, vestida de sal, com os tapetes a colorirem várias ruas, no último dia da Romaria d’Agonia.

O ouro e o poema “Havemos de ir a Viana” inspiram o tapete em honra da Senhora d’ Agonia que os moradores na rua principal da ribeira criaram de ontem para hoje.

No total, segundo números da VianaFestas, entidade que organiza a Romaria d’ Agonia, são utilizadas mais de 30 toneladas de sal na confeção dos tapetes.

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Como manda a tradição, é por estes tapetes que o andor da Senhora d’ Agonia irá passar no regresso da também típica procissão ao mar e ao rio.

Continuar a ler

Alto Minho

Despiste e capotamento faz um ferido grave em Arcos de Valdevez

Na EN 101.

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Três pessoas ficaram feridas na sequência de um despiste durante a madrugada desta terça-feira em Aguiã, Arcos de Valdevez. Uma das vítimas, de 42 anos, sofreu ferimentos considerados “graves”.

Ao que O MINHO apurou, a viatura terá entrado em despiste seguido de capotamento na Estrada Nacional 101, com os três ocupantes da viatura a sofrerem ferimentos.

O alerta foi dado pelas 04:52 e ao local acorreram os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, SIV de Arcos de Valdevez e a VMER de Viana do Castelo.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares