Seguir o O MINHO

Ave

PSD já tem candidato à Câmara de Celorico de Basto para 2021

Autárquicas

em

Foto: Facebook

O PSD anunciou hoje que o candidato por aquela força política à Câmara de Celorico de Basto, nas eleições autárquicas de 2021, será Peixoto Lima, técnico superior no Município.


Em comunicado enviado à Lusa, a concelhia social-democrata refere que aquele nome foi aprovado por unanimidade.

Para a estrutura local do PSD, “Peixoto Lima possui as capacidades, as competências e as virtudes necessárias para encabeçar a candidatura do PSD à câmara municipal, num contexto de grande exigência e responsabilidade”.

O anúncio da candidatura acontece tendo em conta que o atual presidente da daquela autarquia do distrito de Braga, Joaquim Mota e Silva, está impedido de se recandidatar devido à limitação de mandatos.

No comunicado destaca-se, ainda, “a carreira dedicada à causa pública, a reconhecida capacidade técnica e a sensibilidade política” do anunciado candidato, considerado “um nome consensual dentro do partido”.

“O cabeça-de-lista terá total confiança, disponibilidade e apoio da comissão política, para efetivar a renovação, num novo ciclo político, construindo uma nova equipa, à altura das necessidades e anseios da população e capaz de responder aos enormes desafios do futuro”, acrescenta a concelhia.

Citado no comunicado, José Peixoto Lima diz aceitar o desafio “com sentido de missão, assumindo esta enorme responsabilidade com grande coragem e determinação”.

“Não nos acomodamos ao trabalho já realizado. O tempo que vivemos e o novo ciclo político e económico que se aproxima exigem mudanças. A partir deste momento, irei preparar um programa ambicioso para o nosso concelho, em diálogo com todos os celoricenses, com ideias e projetos para continuar a melhorar a qualidade de vida das pessoas”, concluiu.

Anúncio

Guimarães

Vai nascer em Guimarães um novo parque de natureza com 25 mil metros quadrados

Ambiente

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

Um novo parque de natureza e de lazer, com 2,5 hectares (25 mil metros quadrados), está a surgir no concelho de Guimarães, mais precisamente na União de Freguesias de Tabuadelo e São Faustino, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Câmara de Guimarães sublinha que “a nova área verde, que tem o forte empenho do presidente [da Junta de Tabuadelo e S. Faustino] Carlos Sousa e de Elisabete Gomes, terá zonas de miradouro com extensas vistas sobre a paisagem natural e vegetação autóctone, alimentada por cursos de água naturais e dispersos que correm entre taludes e escarpas”.

Refere a mesma nota que, “além de uma rede de percursos pedonais, o Parque de São Faustino vai receber um parque infantil, um parque de merendas e equipamentos de fitness”.

“Valorizar e cuidar o património natural para uso comunitário. Proteger a natureza é sabermos viver em harmonia com ela e aqui, a natureza em estado puro!”, refere Domingos Bragança, presidente do Município, destacando o património ecológico e ambiental existente no território vimaranense.

Continuar a ler

Guimarães

Câmara de Guimarães manifesta “profundo pesar” pela morte de Eduardo Lourenço

Óbito

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, manifestou o seu “profundo pesar” pela morte do pensador português Eduardo Lourenço, que fez parte do conselho geral da Fundação Cidade de Guimarães, destacando o “precioso legado literário e ensaístico” que deixa.

“Homem de trato afável e simplicidade desarmante para alguém da sua estatura intelectual e notoriedade, Eduardo Lourenço deixa-nos um precioso legado literário e ensaístico, fundamental para a compreensão de Portugal e dos portugueses”, pode ler-se na nota emitida pela autarquia.

O documento recorda que o filósofo português fez parte do conselho geral da Fundação Cidade de Guimarães, órgão de aconselhamento e acompanhamento de Guimarães Capital Europeia da Cultura, em 2012.

“Tendo prontamente aceitado o convite para integrar aquele órgão, Eduardo Lourenço deslocou-se diversas vezes a Guimarães para participar nas suas reuniões, invariavelmente enriquecidas com a sua visão, o seu pensamento e a sua cultura”, vinca o texto.

Domingos Bragança manifestou o seu “profundo pesar” e endereçou à família enlutada “as mais sentidas condolências”.

Conselheiro de Estado, professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, várias vezes galardoado e distinguido, Eduardo Lourenço foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa.

Eduardo Lourenço Faria nasceu em 23 de maio de 1923, em S. Pedro do Rio Seco, no concelho de Almeida, distrito da Guarda, e morreu hoje, em Lisboa, aos 97 anos.

Prémio Camões e Prémio Pessoa, recebeu também o Prémio Europeu de Ensaio Charles Veillon, o Prémio da Academia Francesa, e foi agraciado com as Grã-Cruz da Ordem de Sant’Iago da Espada da Ordem do Infante D. Henrique e da Ordem da Liberdade.

Foi ainda nomeado Oficial da Legião de Honra da França e consagrado doutor ‘Honoris Causa’ pelas universidades do Rio de Janeiro, de Coimbra, Nova de Lisboa e de Bolonha.

Continuar a ler

Ave

Câmara de Celorico de Basto tem 12 vagas para várias funções. Salários até 1.205 euros

Emprego

em

Foto: CM Celorico de Basto / Arquivo

A Câmara de Celorico de Basto abriu concurso para 12 postos de trabalho em diversas categorias e funções. O município está a recrutar sete técnicos superiores, quatro assistentes operacionais e um assistente técnico.

Para as vagas de técnico superior, procuram-se candidatos com licenciatura nas áreas de Desporto, Eletromecânica / Eletrotécnica, Ciências Sociais e Política Administrativa, Enfermagem e Educação Social, mas também podem candidatar-se licenciados sem área específica (duas vagas).

O salário é de 1.205 euros.

Para as vagas de assistente operacional, o município de Celorico de Basto procura dois jardineiros e dois calceteiros.

A escolaridade é a mínima obrigatória e o salário 645 euros.

O cargo para assistente técnico visa “responder às diversas solicitações no âmbito da componente da educação musical”.

É obrigatório o 12.º ano e o salário é de 693 euros.

São todos contratos de trabalho na função pública por tempo indeterminado.

As candidaturas podem ser feitas até dia 11 de dezembro.

Mais informações podem ser consultadas na Bolsa de Emprego Público.

Continuar a ler

Populares