Seguir o O MINHO

Famalicão

Projeto pretende incluir portadores de deficiência através do circo

em

Foto: Divulgação

A escola de Circo de Vila Nova de Famalicão abriu, na passada quarta-feira, as portas ao EnvolvAr-te 2018, um projeto promovido pela Câmara Municipal que pretende através das artes circenses e da sua capacidade de estímulo à liberdade e de abertura ao infinito, envolver e integrar os cidadãos portadores de deficiência do concelho famalicense numa missão artística repleta de novos desafios, mas também muito convívio e alegria.

O projeto conta com a participação de 70 pessoas portadoras de deficiência, oriundas das várias instituições de solidariedade social do concelho. Com uma duração de nove meses, o EnvolvArt-te decorrerá sempre às quarta-feiras, nas instalações do INAC – Instituto Nacional das Artes do Circo, em Ribeirão. Num final, realizar-se-á um período de criação, numa residência intensiva, com participantes selecionados, tendo em vista a apresentação de um espetáculo.

Incentivar o respeito por si próprio e pelos colegas; socializar e integrar; desenvolver a coordenação motora; praticar atividade física através do trabalho muscular e de alongamento; aprender a noção de espacialidade e concentração; ganhar consciência corporal e despertar o interesse e a perceção artística, fomentando um acréscimo na formação como cidadão e público artístico-circense são os objetivos específicos deste projeto, que conta com a participação das seguintes instituições; APPACDM, a ACIP, a AFPAD, a Associação Teatro Construção, o Centro Social de Landim e o Centro Social e Paroquial de Ribeirão.

As sessões são coordenadas por dois formadores do INAC, Ana Dora Borges, que trabalha a dança e o movimento, e Fábio Constantino, que trabalha a acrobacia aérea e têm a duração de duas horas.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Famalicão

Vídeo: Adepto do Famalicão agredido por grupo

Um vídeo partilhado pela rádio “Cidade Hoje”, de Vila Nova de Famalicão, mostra um adepto do clube famalicense a ser agredido por um grupo, no centro da cidade, antes do jogo da 12.ª jornada da II Liga, contra o Leixões. Imagens: Rádio Cidade Hoje

em

Um vídeo partilhado pela rádio “Cidade Hoje”, de Vila Nova de Famalicão, mostra um adepto do clube famalicense a ser agredido por um grupo, no centro da cidade, antes do jogo da 12.ª jornada da II Liga, contra o Leixões, que se disputou este sábado.

O caso deu-se na Avenida Rebelo Mesquita e as causas que estão na origem das agressões não são conhecidas.

No jogo contra a equipa de Matosinhos, um golo de Fabrício foi suficiente para o Famalicão vencer o Leixões e subir ao primeiro lugar da II Liga de futebol, em jogo da 11.ª jornada da prova.

Fabrício marcou, aos 12 minutos, um tento que ditou que os famalicenses passem a noite como líderes do campeonato, uma vez que o Paços de Ferreira joga no domingo em casa da Oliveirense. No sentido contrário, o Leixões passou da sétima posição a oitavo.

Num jogo muito equilibrado, que foi mais disputado na segunda parte, o Famalicão chegou ao golo aos 12 minutos, com um cabeceamento de Fabrício, após canto de Fabinho, que ainda desviou em Ângelo.

Apesar de tudo terem tentado para voltarem à igualdade, os matosinhenses não conseguiram marcar, enquanto, do lado contrário, o Famalicão também não aproveitou as oportundiade que dispôs para ampliar.

Continuar a ler

Famalicão

O Natal em Famalicão – Vídeo Promocional

Carrossel, comboio, passeios de charrete, mercadinho de Natal, pista de gelo, circo e espetáculo multimédia. São as propostas do Município de Famalicão para a quadra natalícia. Vídeo: Município de Vila Nova de Famalicão/Zoom Out

em

Vídeo promocional divulgado pelo Município de Vila Nova de Famalicão para a quadra de 2018, enviado esta sexta-feira, 07 de dezembro, a O MINHO.

Espetáculo de luz encanta Natal em Famalicão

Carrossel, comboio, passeios de charrete, mercadinho de Natal, pista de gelo, circo e espetáculo multimédia. São as propostas do Município de Famalicão para a quadra natalícia.

Continuar a ler

Famalicão

Famalicão, Trofa e Santo Tirso querem criar autoridade de transportes

“Temos de criar uma unidade que vá gerir esta parte do território que abrange uma área metropolitana e uma CIM, dois distritos e, portanto, é esta dificuldade que nós temos”.

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão (Arquivo)

Os municípios da Trofa, Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão querem criar uma autoridade de transportes para gerir as acessibilidades daquele território, complementando o trabalho realizado pela Área Metropolitana do Porto (AMP), foi esta quinta-feira anunciado.

“Nós delegamos cerca de 90% dos nossos transportes públicos na Área Metropolitana do Porto (AMP), mas temos a preocupação da ligação, nomeadamente com Famalicão e Santo Tirso e com as pessoas, para que não sejam penalizadas com a falta de transporte público”, disse o presidente da Câmara da Trofa, em declarações à Lusa.

Sérgio Humberto considera que, neste momento, o grande desafio é encontrar uma solução jurídica para que esta unidade de gestão de transportes ganhe forma.

“Temos de criar uma unidade que vá gerir esta parte do território que abrange uma área metropolitana e uma CIM [Comunidade Intermunicipal], dois distritos [Porto e Braga] e, portanto, é esta dificuldade que nós temos”, explicou, exemplificando com uma “míni autoridade de transportes”.

Segundo o autarca, na próxima terça-feira está marcada uma reunião com o secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade no Instituto da Mobilidade e dos Transportes, no sentido de resolver estas questões legais rapidamente, dado que “os transportes têm de funcionar já no próximo ano”.

O tema foi levantado no Fórum “Os Desafios da AMP para a década 20/30 – Mobilidade e Sustentabilidade Urbana – Duas Experiências de Espanha” que decorre até sexta-feira, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

A iniciativa propõe uma reflexão sobre os desafios e a estratégia de desenvolvimento sustentado e de qualidade de vida da Área Metropolitana do Porto.

Continuar a ler

Populares