Ponte da Barca: Mais de 20 mil peregrinos visitaram local onde Nossa Senhora terá aparecido a um pastor

No último ano

O Santuário de Nossa Senhora da Paz, no lugar de Barral, freguesia de Vila Chã (São João), em Ponte da Barca, recebeu, no ano de 2022, cerca de 20 mil peregrinos, o dobro em relação a 2019, antes da pandemia, foi hoje anunciado.

É naquele santuário onde os relatos antigos dão conta de uma aparição de Nossa Senhora, ao jovem pastor Severino Alves, ainda antes das mediáticas aparições em Fátima.

Entre os dias 10 e 11 de maio de 1917, o jovem pastor Severino Alves, residente naquela freguesia de Ponte da Barca, avistou um relâmpago quando se encontrava a pastorear as cabras naquele monte, como deu conta Luíz Arezes, historiador que escreveu o livro “Centenário das Aparições no Barral”, editado em 2017. Terá então ouvido uma voz a pedir para que não se assustasse. À semelhança de Fátima, a Senhora pediu a Severino para “rezar” e contar a todos a “boa nova” de que o lugar era sagrado.

E assim fez o jovem pastor, recolhendo incredulidade de uns e devoção de outros. O caso depressa chegou à arquidiocese de Braga, mas o arcebispo de então achou por bem não se fazer nada e esperar para que o milagre fosse comprovado. A história acabou por cair no esquecimento geral e apenas os habitantes daquele pequeno lugar iam colocando “umas velinhas” para recordar o fenómeno, como explicou a O MINHO o responsável da confraria, José Sousa, em reportagem publicada aquando do 105.º aniversário das aparições.

“Após ter chegado aos dez mil visitantes no ano de 2019, e depois de dois anos em que o número de visitantes foi afetado pela pandemia de covid-19, o ano de 2022 marca a chegada aos 20 mil peregrinos”, informa a Confraria de Nossa Senhora da Paz.

“Este é, sem dúvida, um dos locais mais visitados em Ponte da Barca. Assim, a Confraria de Nossa Senhora da Paz agradece de forma muito especial a todos os colaboradores e voluntários, que são a força viva do nosso Santuário, e ainda o apoio da Câmara de Ponte da Barca”, acentua o comunicado.

Requalificação do museu do quartzo

A Capela da Nossa Senhora da PAz foi erguida em 1969 no local das aparições de 1917 e, desde então, o restante espaço do Santuário foi sendo construído, em resposta ao aumento do número de peregrinos.

Em comunicado, a Câmara de Ponte da Barca salienta que tem realizado melhoramentos naquele espaço religioso, “proporcionando aos peregrinos e visitantes um maior usufruto do mesmo, através de várias intervenções que se inserem na estratégia da autarquia de promoção do Turismo religioso”.

Em comunicado, a autarquia adianta que, “depois de vários arranjos exteriores, a Câmara pretende dar início em breve às obras de requalificação do museu do quartzo, onde se encontra a maior coleção de cristais de quartzo do país, com centenas de exemplares que podem ser vistos tanto no interior do museu assim como no seu exterior”.

“É também em Ponte da Barca que existe uma das maiores pedras de quartzo cristalizada da Península Ibérica com 2 metros e 52 centímetros de comprimento, 1,25 metros de altura e três toneladas de peso e, desde maio de 1971, que serve como altar na cripta da capela dedicada à Nossa Senhora que terá aparecido naquele preciso local, 10 e 11 de maio de 1917, testemunhadas pelo pastorinho Severino Alves”, acrescenta.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Preço das casas para arrendar sobe em Braga e Viana

Próximo Artigo

Barbeiro e motorista de Viana apanhados com heroína e cocaína no Porto

Artigos Relacionados
x