Seguir o O MINHO

Ave

Obras no Castelo de Guimarães prontas na próxima semana

em

As obras de requalificação da acessibilidade ao Castelo de Guimarães, destinadas a conferir mais segurança aos visitantes, ficarão prontas na próxima semana, informou o diretor regional de Cultura do Norte.

Segundo António Ponte, era “determinante” criar no castelo um novo modelo de circulação, já que “aconteceu ao longo dos anos um conjunto de acidentes”, com danos físicos para os visitantes.

As obras incluem escadas em madeira e uma espécie de corrimão lateral, para “minimizar” os riscos de acidentes.

António Ponte adiantou ainda que até final de julho deverão também estar visíveis no castelo conteúdos informativos para explicar a importância do castelo na história da cidade e de Portugal.

As obras no Castelo de Guimarães orçam em cerca de 300 mil euros e são financiadas por fundos comunitários e pelo mecenato exclusivo da Fundação Millennium bcp.

O presidente da fundação, Fernando Nogueira, e o diretor regional de Cultura do Norte visitaram as obras em curso no castelo, no âmbito do programa de comemorações do feriado municipal de Guimarães, evocativo do 887.º aniversário da Batalha de São Mamede.

Em 2014, o Castelo de Guimarães foi o monumento sob alçada da direção regional mais visitado, atingindo os 361 mil visitantes.

A construção daquele castelo remonta ao século X, sob ordem da condessa Mumadona, para defesa do Mosteiro de Guimarães, tendo sido alvo de várias intervenções e diferentes épocas.

O aspeto atual do castelo foi fortemente marcado pelas obras de recuperação feitas nos anos 40 do século XX, levadas a cabo no contexto das comemorações do duplo centenário da formação da nacionalidade e da restauração da independência.

Anúncio

Guimarães

Espeleólogo de Guimarães entre os portugueses retidos em gruta espanhola

Resgate

em

Foto: Facebook

Carlos Mendes, residente em Guimarães, é um dos quatro espeleólogos portugueses retidos numa gruta na Cantábria, Espanha, desde sábado, entretanto localizados.

A informação da sua localização foi avançada ao final da manhã desta segunda-feira pela responsável da pasta do Interior no governo autonómico da Cantábria, Paula Fernandez.

A equipa de resgate está neste momento a montar um corrimão de forma a chegar aos ponto onde se encontram os espeleólogos, apesar do nível da água ter descido menos do que era expectável na noite de domingo.

Francisco Rocha, do Clube de Salvamento de Valongo diz que o grupo, que pertence ao Clube de Montanhismo de Valongo, é “bem treinado” e terá sido supreendido pela “precipitação” mais forte do que o previsto, em declarações à rádio Renascença.

Outro dos portugueses, Luís Sousa, é residente na Póvoa de Varzim.

O embaixador de Portugal em Madrid afirmou que, “aparentemente”, os quatro portugueses retidos numa gruta no norte de Espanha “estão bem”, depois de falar com as autoridades de proteção civil da Cantábria que os estão a tentar resgatar.

“Estamos em contacto com as autoridades de proteção civil e aparentemente estão bem”, disse Francisco Ribeiro de Menezes à agência Lusa, acrescentando que “se for necessário” o cônsul de Portugal em Bilbau irá até ao local, o que ainda não está previsto.

A equipa portuguesa de espeleologia, que tinha programado a viagem à gruta para entre sexta-feira e hoje, é formada por sete elementos, três da equipa de apoio que ficou no exterior da gruta e quatro que estão retidos.

A operação de socorro integra a equipa da ESOCAN, além de técnicos da Direção Geral do Interior do governo da Cantábria, agentes da Guarda Civil e voluntários da Associação de Proteção Civil de Arredondo.

Continuar a ler

Famalicão

Comunidade imigrante em Famalicão reuniu-se em festa

International Week 2019

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Vila Nova de Famalicão acolheu, este fim-de-semana, uma festa de culturas, tradições, usos e costumes dos quatro cantos do mundo, com a realização da primeira edição da Festa Intercultural.

O encontro, que decorreu na Central de Camionagem no âmbito da International Week, reuniu em festa as diferentes comunidades que habitam no concelho famalicense, com a participação de cerca de meia centena de cidadãos das comunidades imigrantes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Colômbia, Cuba, Estados Unidos da América, Ucrânia, Venezuela, Reino Unido e Togo.

Foi, por isso, um fim-de-semana inteiro dedicado à interculturalidade, à diversidade e à integração, com a realização de diversas atividades típicas de cada um dos países representados na iniciativa, tais como uma exposição de trajes tradicionais, objetos identitários, práticas culturais, mostras gastronómicas, a realização de workshops, jogos e performances artísticas de música e danças tradicionais.

Presente no evento, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, lembrou que são cada vez mais aqueles que escolhem Vila Nova de Famalicão para viver, referindo que este tipo de iniciativas são sempre bem-vindas não só para integrar e envolver as comunidades imigrantes, como também para dar visibilidade e mostrar aos famalicenses a diversidade de culturas que se encontram no concelho.

Refira-se que em Vila Nova de Famalicão, a imigração faz-se representar essencialmente através de cidadãos do Brasil (38 %), Ucrânia (20,1%) e China (7,8 %). Segue-se a Angola (3,8 %); Espanha (3,1%) e França (3%).

Continuar a ler

Guimarães

Jovem de Guimarães representa Portugal no concurso Miss Universo

Concurso de beleza

em

Fotos: Divulgação

Sylvie da Costa Silva, de 20 anos, natural da freguesia de Vila Nova de Sande, concelho de Guimarães, vai representar Portugal na grande final do concurso Miss Universo, a realizar a 08 de dezembro, nos Estados Unidos da América, em local ainda a anunciar.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

, @miss.portuguesa @missuniverse #missportuguesa #missuniverse #Organizaçãomissportuguesa #missuniversoportugal2019 #roadtomissuniverse2019

Uma publicação partilhada por (@sylvie.dacostasilva) a

A jovem vimaranense, que reside no principado do Mónaco desde tenra idade, foi a vencedora da edição portuguesa do concurso Miss Universo, tendo sido anunciada este domingo como uma das 88 candidatas ao ceptro deste que é considerado o mais importante concurso de beleza do mundo.

A jovem modelo, recentemente formada como técnica superior de paisagem, espera levar o nome de Portugal e de Guimarães o mais longe possível na competição.

O melhor resultado conseguido por uma representante portuguesa foi em 2011, por Laura Gonçalves, que terminou no top 10. Portugal participa neste concurso desde 1960.

Continuar a ler

Populares