Seguir o O MINHO

Futebol

“O senhor Pedro Proença é um jogador. Estamos em ano de eleições, está a jogar em vários tabuleiros”

António Fiúza elogia FPF e critica silêncio da Liga sobre reintegração do Gil Vicente na I Liga

em

Foto: DR/Arquivo

O antigo presidente do Gil Vicente António Fiúza congratulou-se hoje com o comunicado da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que exige a reintegração do clube de Barcelos na I liga portuguesa na próxima época.

“A FPF esteve muito bem ao fazer este comunicado para clarificar isto tudo. Já há dois anos que o Gil Vicente era para ter subido, mas manobras de bastidores e tráfico de influências de alguns clubes que nunca querem descer, fizeram com que fosse retirado esse ponto na ordem de trabalhos numa assembleia-geral da Liga”, disse à Lusa o antigo dirigente.

Em comunicado, a FPF disse não aceitar que “as expectativas criadas em todas as entidades e agentes desportivos, por via das alterações regulamentares e deliberações tomadas no seio da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), sejam frustradas neste momento, com impactos negativos em todas as competições seniores nacionais”.

FPF exige reintegração do Gil Vicente na I Liga de futebol na época 2019/20

O órgão federativo garante que “os factos mais recentes vindos a público, quase três anos após a primeira decisão”, em nada alteram a sua posição e assegura que não terá “uma atitude passiva” na matéria.

“Lá porque alguns clubes construíram mal os seus plantéis, não tiveram competência para contratar jogadores de qualidade, quererem usar o Gil Vicente como boia de salvação, é próprio de gente que não tem caráter”, acusou Fiúza, presidente dos gilistas em 2006, quando a equipa foi despromovida à II Liga, por alegada irregularidade na utilização de Mateus, avançado angolano, atualmente no Boavista.

O Gil Vicente viu a LPFP anunciar a sua reintegração na I Liga a 12 de dezembro de 2017, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, em 2016, que declarou nula a decisão de descida do Gil Vicente tomada pelo Conselho de Justiça da FPF, em agosto de 2006.

G15 pede reunião com Pedro Proença para esclarecer reintegração do Gil Vicente

“Conheço bem o futebol português, há muito compadrio e tráfico de influências, fico sempre com algumas dúvidas, mas depois deste comunicado da FPF, fico mais descansado”, assinalou.

António Fiúza defendeu ainda que a LPFP devia também ter participado neste comunicado e deixou duras críticas ao seu presidente.

“O senhor Pedro Proença é um jogador e como estamos em ano de eleições está a jogar em vários tabuleiros, mas tem que haver justiça, todos os tribunais deram razão ao Gil Vicente. Já prejudicaram de mais o ‘Gil’. Basta! Se for preciso arranjar 40 ou 50 autocarros para ir à Liga mostrar que estão enganados, eu arranjo, usarei todas as minhas forças para ajudar o Gil Vicente a regressar à I Liga”, disse.

Atualmente, o Gil Vicente disputa a Série A do Campeonato de Portugal – terceiro escalão -, sem que os seus jogos contem para a classificação, por determinação federativa.

Recentemente, vários clubes do principal escalão admitiram recorrer à justiça para impugnar o campeonato, alegando que a decisão judicial de 2016 não obriga à reintegração do clube de Barcelos.

Anúncio

Futebol

Euro2020: Cristiano Ronaldo admite que tem jogado limitado

Vai disputar o seu quinto campeonato da Europa de futebol

em

Foto: Divulgação

O internacional português Cristiano Ronaldo mostrou-se hoje “muito feliz” por poder disputar o seu quinto campeonato da Europa de futebol e admitiu que tem jogado como limitações físicas nas últimas três semanas.

“É um orgulho representar a minha seleção, ainda por cima com golos. Qualificámo-nos, era o que queríamos mais. Sabíamos que tínhamos de ganhar estes dois jogos e estou muito feliz por a equipa ter ganhado e conseguido a qualificação. Vai ser o meu quinto Europeu e estou muito feliz por isso”, afirmou Ronaldo.

O avançado falava aos jornalistas na zona mista do Estádio Josy Barthel, no Luxemburgo, onde a seleção nacional venceu por 2-0, com golos de Bruno Fernandes e do ‘capitão’, e confirmou o apuramento para o Euro2020 de futebol.

“É difícil jogar nestes campos, um campo de batatas. Não sei como é possível seleções deste nível jogarem em campos assim. O espetáculo não foi bonito, mas fizemos o nosso trabalho. O objetivo era passar”, observou o ‘7’ luso.

Ronaldo considerou que na fase final do Europeu “os candidatos são sempre os mesmos” e salientou mesmo que o estatuto de detentor do troféu não coloca Portugal entre os favoritos.

“Somos uma seleção difícil de bater, uma seleção que vai para o Europeu tentar ganhar outra vez, mas acho que favoritos são todos os outros”, referiu.

Com o tento no Luxemburgo, o avançado da Juventus chegou ao 99.º ao serviço da seleção nacional, sendo que o 100.º “vai aparecer de uma forma natural”, tal como os restantes recordes que tem em ‘mira’: “Todos os recordes são para bater e vou bater esses recordes. Vão acontecer de uma forma natural”.

Por outro lado, o avançado da Juventus comentou as dificuldades físicas que tem sentido nas últimas semanas e que o obrigaram a jogar condicionado, tendo afastado qualquer polémica com o treinador dos ‘bianconeri’, Maurizio Sarri, que o substituiu aos 55 minutos do jogo com o AC Milan.

“Nas últimas três semanas tenho vindo a jogar limitado. Não houve polémica, vocês é que gostam de a criar. Não gosto de ser substituído, ninguém gosta. Tentei ajudar a ‘Juve’ mesmo jogando lesionado. Nestes jogos da seleção, também não estava a 100% e continuo a não estar. Quando é para me sacrificar pelo clube e pela seleção, faço-o com todo o orgulho, porque sei que havia muito em disputa”, adiantou aos jornalistas.

De resto, Ronaldo lembrou que “é raro” lesionar-se e foi perentório na explicação: “O Inter está a fazer muita pressão à Juventus [na Serie A]. Não podemos ser moles, estamos dois pontos à frente [na classificação] e, se empatamos ou perdemos, eles passam-nos. Sacrifiquei-me em prol da equipa. Aqui [na seleção], não ganhando um dos dois jogos podíamos estar fora. Sacrifiquei-me também”.

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, venceu hoje por 2-0 no Luxemburgo, na última ronda do Grupo B, tendo conseguido o apuramento ainda antes do final do encontro, face ao empate da Sérvia.

Bruno Fernandes, aos 39 minutos, e Cristiano Ronaldo, aos 86, apontaram os tentos da formação das ‘quinas’, que vai marcar presença no Europeu pela oitava vez, e sétima consecutiva, desde 1996.

Portugal garantiu o segundo lugar do Grupo B, com 17 pontos, contra 20 da Ucrânia, que já estava apurada e empatou 2-2 na Sérvia (terceira, com 14), ainda com hipóteses de qualificação via ‘play-off’. O Luxemburgo somou quatro pontos e a Lituânia um.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga triunfa em Santarém e alcança sexta vitória consecutiva na Liga

Campeonato nacional feminino

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O Sporting Clube (SC) de Braga venceu (0-4), esta tarde de domingo, o CA Ouriense, em jogo a contar para a sétima jornada do campeonato nacional feminino de futebol (Liga BPI).

As gverreiras do Minho chegaram ao triunfo com golos de Vanessa (40′ e 90′), Jana (63′) e Macchia (91′).

Com este resultado, as bracarenses mantém-se no terceiro lugar, com 18 pontos, empatadas com o Sporting, que ocupa a segunda posição.

O SL Benfica lidera invicto, com 21 pontos.

Continuar a ler

Futebol

Euro2020: Costa felicita seleção e acredita que mostrará força para revalidar título

Apuramento para o Euro2020

em

Foto: Divulgação

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou hoje a seleção portuguesa de futebol pelo apuramento direto para a fase final do Euro2020 e mostrou-se convicto de que Portugal mostrará força para tentar revalidar o título europeu.

O chefe do Governo deixou esta mensagem na sua conta oficial na rede social Twitter, depois de Portugal ter vencido o Luxemburgo por 2-0, com golos de Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo, na última ronda do Grupo B da fase de qualificação para o Europeu de 2020.

“Parabéns a todos os jogadores e equipa técnica da seleção de Portugal pelo apuramento direto para o Euro2020. Acredito que a nossa seleção mostrará mais uma vez a sua força e determinação para tentar revalidar o título europeu”, escreveu o primeiro-ministro.

Com a vitória de hoje no Luxemburgo, a seleção portuguesa de futebol, campeã europeia em título, ficou em segundo lugar no Grupo B, apurando-se diretamente para a fase final do Euro2020.

A seleção portuguesa irá marcar presença numa fase final de um campeonato da Europa de futebol pela oitava vez, sendo a sétima consecutiva desde 1996

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares