Seguir o O MINHO

Futebol

FPF exige reintegração do Gil Vicente na I Liga de futebol na época 2019/20

Decisão de 2016 deve ser respeitada

em

Foto: DR

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) exigiu hoje a reintegração do Gil Vicente na I liga portuguesa na próxima época, considerando que deve ser respeitada a decisão judicial de junho de 2016.

Em comunicado, o organismo federativo diz não aceitar que “as expetativas criadas em todas as entidades e agentes desportivos, por via das alterações regulamentares e deliberações tomadas no seio da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), sejam frustradas neste momento, com impactos negativos em todas as competições seniores nacionais”.

G15 pede reunião com Pedro Proença para esclarecer reintegração do Gil Vicente

A FPF garante que “os factos mais recentes vindos a público, quase três anos após a primeira decisão”, em nada alteram a sua posição e assegura que não terá “uma atitude passiva” na matéria.

Despromovido à II Liga na época 2006/07, por alegada irregularidade na utilização de Mateus, avançado atualmente no Boavista, o Gil Vicente viu a LPFP anunciar a sua reintegração na I Liga em 12 de dezembro de 2017, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, em 2016.

Esta instância de recurso declarou nula a decisão de descida do Gil Vicente tomada pelo Conselho de Justiça da FPF, em agosto de 2006.

Na sequência disso, a LPFP aprovou, após recomendação da FPF, a reintegração do emblema de Barcelos no principal escalão na época 2019/20, determinando que, na presente temporada, fossem despromovidos três clubes e promovidos dois da II Liga.

“O senhor Pedro Proença é um jogador. Estamos em ano de eleições, está a jogar em vários tabuleiros”

Atualmente, o Gil Vicente disputa a Série A do Campeonato de Portugal – terceiro escalão –, sem que os seus jogos contem para a classificação, por determinação federativa.

Recentemente vários clubes do principal escalão admitiram recorrer à justiça para impugnar o campeonato, alegando que a decisão judicial de 2016 não obriga à reintegração do clube de Barcelos.

Na quarta-feira, o diário desportivo Record revelou ainda o memorando de entendimento com vista à reintegração, assinado em 12 de dezembro de 2017, entre Liga, Gil Vicente e Belenenses [o clube que permaneceu na I Liga, após o caso Mateus], contempla duas versões, uma das quais omite cláusulas relativas a uma indemnização a pagar pela FPF ao clube minhoto.

Anúncio

Campeonato de Portugal

Rúben Amorim vai treinar o Braga B

Campeonato de Portugal

em

Foto: DR / Arquivo

O antigo futebolista português Rúben Amorim vai assumir o comando técnico da equipa B do SC Braga, avança o Mais Futebol.

De acordo com o jornal digital, o antigo jogador do clube, que também passou pelo Benfica, encontra-se, nesta segunda-feira à tarde, na cidade dos arcebispos, para acertar os últimos pormenores com vista a substituir Rui Santos.

O SC Braga B, que na época passada foi despromovido ao Campeonato de Portugal, soma duas vitórias e duas derrotas na competição, a última das quais na passada sexta-feira, em Guimarães (2-0).

Esta é a segunda experiência de Rúben Amorim à frente de uma equipa, depois de uma curta experiência no Casa Pia.

4.ª Jornada do Campeonato de Portugal

Na próxima jornada, no sábado, os arsenalistas recebem o Cerveira, naquele que deverá ser o jogo de estreia do novo treinador.

Continuar a ler

Futebol

Portugal com maioria de quatro clubes na fase de grupos da Liga Europa

Ranking

em

Foto: DR

Portugal tem pela primeira vez quatro equipas na fase de grupos da Liga Europa em futebol e é o país mais representado entre os 26 com clubes na segunda competição da UEFA.

O recorde luso era de três equipas, por quatro vezes, na edição inaugural, em 2009/10, com Benfica, Nacional e Sporting, em 2012/13, com Académica, Marítimo e os leões, em 2013/14, com Estoril Praia, Paços de Ferreira e Vitória Sport Club (SC), e ainda em 2015/16, com Belenenses, Sporting  e Sporting Clube (SC) de Braga.

Em 2019/20, o futebol luso conta com quatro formações e só uma teve entrada direta, o Sporting, na qualidade de vencedor da edição 2018/19 da Taça de Portugal – superou na final o FC Porto por 5-4, nos penáltis, depois de 2-2 nos 120 minutos.

Por seu lado, os dragões estão na fase de grupos da Liga Europa nove anos depois da última presença, que acabou por resultar na vitória na competição, porque tombaram, de forma inesperada, na terceira pré-eliminatória da Champions.

Ao contrário dos portistas – eliminados com surpresa pelo Krasnodar (1-0 fora e 2-3), depois esmagado pelo Olympiacos -, SC Braga e Vitória ultrapassaram duas e três pré-eliminatórias, respetivamente.

Os arsenalistas eliminaram Brondby (4-2 fora e 3-1 em casa) e Spartak Moscovo (1-0 em casa e 2-1 fora), enquanto o Vitória despachou Jeunesse Esch (1-0 fora e 4-0 em casa), Ventspils (3-0 fora e 6-0 em casa) e FCSB (0-0 fora e 1-1 em casa).

Face ao desastre portista e ao sucesso dos minhotos, Portugal é o único país com quatro equipas na fase de grupos, secundado por seis, todos com três representantes: Alemanha, Espanha, Holanda, Inglaterra, Suíça e Turquia.

Por seu lado, Áustria, Bélgica, Escócia, França, Itália, Rússia e Ucrânia têm todos duas equipas e Azerbaijão, Bulgária, Cazaquistão, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Hungria, Luxemburgo, Noruega, Roménia, Sérvia e Suécia apenas uma.

Ranking de presenças na fase de grupos por país:

1. Portugal 4 equipas

2. Alemanha 3

. Espanha 3

. Holanda 3

. Inglaterra 3

. Suíça 3

. Turquia 3

8. Áustria 2

. Bélgica 2

. Escócia 2

. França 2

. Itália 2

. Rússia 2

. Ucrânia 2

15. Azerbaijão 1

. Bulgária 1

. Cazaquistão 1

. Chipre 1

. Dinamarca 1

. Eslováquia 1

. Hungria 1

. Luxemburgo 1

. Noruega 1

. Roménia 1

. Sérvia 1

. Suécia 1

– Presenças de equipas portuguesas na fase de grupos:

2019/20 4 (FC Porto, Sporting, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães)

2018/19 1 (Sporting)

2017/18 2 (Sporting de Braga e Vitória de Guimarães)

2016/17 1 (Sporting de Braga)

2015/16 3 (Belenenses, Sporting e Sporting de Braga)

2014/15 2 (Estoril Praia e Rio Ave)

2013/14 3 (Estoril Praia, Paços de Ferreira e Vitória de Guimarães)

2012/13 3 (Académica, Marítimo e Sporting)

2011/12 2 (Sporting e Sporting de Braga)

2010/11 2 (FC Porto e Sporting)

2009/10 3 (Benfica, Nacional e Sporting)

Continuar a ler

Futebol

Clubes portugueses conhecem árbitros para o arranque nos grupos da Liga Europa

Árbitro dinamarquês no Braga-Wolverhampton e russo no Vitória-Liége

em

O árbitro dinamarquês Jakob Kehlet estará na quinta-feira na receção do Sporting Clube (SC) de Braga aos ingleses do Wolverhampton (20:00 na hora portuguesa), e o russo Sergey Ivanov na receção do Vitória Sport Club (SC) aos belgas do Standard Liége (17:55 na hora portuguesa), em jogos dos grupos K e F da Liga Europa, informou a UEFA.

Do grupo dos bracarenses, além do ‘wolves’, treinado pelo português Nuno Espírito Santo e que conta com Rui Patrício, Rúben Vinagre, Rúben Neves, João Moutinho, Pedro Neto, Bruno Jordão e Diogo Jota, fazem também parte o Besiktas e o Slovan Bratislava.

Já os vimaranenses, além dos belgas do Standard Liège, terão a oposição no grupo F dos ingleses do Arsenal e dos alemães do Eintracht Frankfurt, emblema do português Gonçalo Paciência.

Também na quinta-feira, árbitro letão Andris Treimanis estará na receção do FC Porto aos suíços do Young Boys, e o eslovaco Ivan Kružliak na visita do Sporting ao PSV Eindhoven.

O FC Porto inicia a participação no grupo G da Liga Europa, competição em que terá como adversários Young Boys, Feyenoord e Rangers, e para a qual foi relegado com a eliminação na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O jogo de quinta-feira tem início às 20:00, pouco depois da entrada em cena do Sporting, que visita o PSV Eindhoven às 17:55 (18:55 locais), em jogo do grupo D, que conta também com LASK Linz e Rosenborg.

Também na Liga Europa, o árbitro português Fábio Veríssimo foi nomeado para o jogo do grupo B entre o Copenhaga e o Lugano, na Dinamarca.

Já Artur Soares Dias é o único árbitro luso na Liga dos Campeões, indicado para a receção na quarta-feira dos ucranianos do Shakhtar Donetsk, treinado por Luís Castro, aos ingleses do Manchester City, de Bernardo Silva.

Continuar a ler

Populares