Seguir o O MINHO

Região

Massa de ar quente, poeiras e muito calor até sábado. Depois vem trovoada e chuva

‘Carrossel’ meteorológico

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O tempo quente já anunciado para o final desta semana começa a fazer-se sentir a partir de amanhã, devendo atingir as temperaturas mais altas no sábado, divulgou, esta quarta-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, o estado do tempo nos próximos dias será condicionado pela “advecção de uma massa de ar quente sobre o território continental associado a uma corrente de sul, resultando num aumento gradual de temperatura entre quinta-feira (19 de maio) e sábado (21 de maio)”.

O IPMA explica que nesta circulação “ocorrerá também o transporte de poeiras do norte de África, em níveis médios e altos da troposfera, que deverá afetar o território nos dias 20 e 21, com possibilidade de redução de visibilidade”.

Assim, prevê-se que sábado seja o dia mais quente, tal que a temperatura máxima deverá variar entre 25 e 35° Celsius (°C) na generalidade do território e pontualmente poderão atingir-se valores de 35 a 38°C nas regiões dos vales do Guadiana, do Tejo e do Douro, apresentando-se estes valores acima da normal climatológica para a época do ano, na ordem de 3 a 10°C. A temperatura mínima neste período irá manter elevada nas regiões do Sul e do interior Norte e Centro, na ordem dos 18 a 21°C.

O IPMA prevê, para domingo, uma descida significativa da temperatura máxima, associada a um fluxo do quadrante oeste: “Devido à aproximação de uma depressão à Península Ibérica a partir de dia 21, teremos condições para instabilidade, em especial nas regiões do Norte e Centro, com a possibilidade de ocorrência de aguaceiros, por vezes acompanhados de trovoada, e que em alguns locais poderá ser trovoada seca”.

Neste período, alerta o instituto, o perigo de incêndio irá aumentar gradualmente até dia 22 de maio, apresentando os valores mais elevados no interior Norte e Centro e no Algarve.

EM FOCO

Populares