Seguir o O MINHO

Futebol

“Fomos mais efetivos e acabámos por criar mais situações de golo”

Rui Pedro Silva

em

Imagem: FC Famalicão

Declarações dos treinadores após a partida Estoril Praia – Famalicão (2-0), da primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol, realizada hoje no Estádio António Coimbra da Mota.

Rui Pedro Silva (treinador do Famalicão): “Sabemos que serão sempre jogos muito equilibrados, muito competitivos e há equipas que trabalham bem. Foi um bom jogo de futebol, muito equilibrado e o penálti desperdiçado é um momento que acaba por marcar a partida. Da parte da minha observação de banco, na primeira parte entrámos melhor no jogo, a controlar.

A nível de plano de jogo a equipa conseguiu ocupar os espaços que pretendíamos e aproveitámos algumas situações, faltou-nos apenas no último terço uma melhor definição. Não conseguimos concretizar essa melhor definição e na segunda parte ajustámos, o Rui Fonte acabou por aproximar mais do segundo avançado, fomos mais efetivos e acabámos por criar mais situações de golo.”

Nélson Veríssimo (treinador do Estoril Praia): “Olhando para o que foi a primeira parte, numa fase inicial o jogo foi equilibrado, dividido, e do que me recordo o Famalicão teve uma situação de perigo junto à nossa baliza logo aos sete minutos, num lance junto aos nossos centrais.

Ao intervalo disse aos jogadores que o 2-0 é o resultado mais enganador que existe, por dois motivos: primeiro, porque o jogo ainda não estava fechado e por outro lado dava uma falsa sensação de confiança à equipa por termos dois golos de vantagem e se a equipa adversária fizesse um golo iriam haver duas reações, de ambas as equipas.

A questão da juventude tem de estar ligada ao critério da qualidade e à experiência que os jogadores têm da Liga em que estão a competir. Portanto, temos consciência de que temos jovens jogadores com qualidade, mas que não têm experiência de I Liga. Essa experiência vem sendo conseguida com as oportunidades que vão sendo dadas.

O campeonato vai ser competitivo, vai ser difícil e naturalmente estamos sempre à procura das melhores soluções para reforçar a equipa, mas quero deixar o sublinhado de que estou muito satisfeito com o trabalho que os jogadores têm tido e particularmente mostraram neste jogo. O clube necessita de transferências, de potenciar jogadores, e é também uma missão que temos aqui.”

 

EM FOCO

Populares