Seguir o O MINHO

em

Um concorrente de Vila Nova de Famalicão, que participou no programa “Joker”, da RTP, transmitido esta segunda-feira à noite, tornou-se num embaixador inesperado das  Feiras Novas, festas do concelho de Ponte de Lima, que recomendou, com veemência, aos telespectadores daquele concurso, transmitido em horário nobre.

Foi quando lhe foi colocada a questão “Em que vila portuguesa se realizam, desde 1826, as Feiras Novas?” – era a pergunta para três mil euros.

“100% de certeza, Ponte de Lima”, respondeu de imediato, sem hesitar.

Depois, fez a promoção grátis à vila e às festas.

“São umas festas que acho que qualquer português devia lá ir (pelo menos) uma vez!”

“Ponte de Lima tem duas festas muito tradicionais. Uma é as Feiras Novas, em setembro, outra é a Vaca das Cordas, penso que é em julho [NDR. É, todos os anos, na véspera do dia do Corpo de Deus]”, disse ainda Gabriel, de 53 anos, Engenheiro Civil, técnico comercial numa empresa de materiais de construção, mostrando-se conhecedor.

Foto: Imagens RTP

“Depois de sair da auto-estrada, a fila para ir para Ponte de Lima tinha mais de três quilómetros. É impressionante aquilo”, disse, justificando o facto de apenas ter visitado as festas uma vez.

Enquanto ia falando com o apresentador, voltou a elogiar a vila.

“Ponte de Lima é dos melhores sítios para viver em Portugal”.

Antes de confirmar que a resposta estava correcta, a voz off do “Joker” completou a promoção.

“As Feiras Novas são celebradas desde 1826 em honra de Nossa Senhora das Dores. Para além da música, folclore e o fogo-de-artifício, há concursos pecuários, cortejos etnográficos, gigantones, cabeçudos. É uma animação!”

Foto: Imagens RTP

Mais tarde, o concorrente acabou por ser errar uma pergunta sobre o vencedor da Taça CERS de hóquei em patins, que o Óquei de Barcelos venceu em 2016 e 2017, mas não em 2018, ano a que se referia a pergunta e em que os barcelenses perderam a final, nos penáltis, contra os espanhóis do Club Lleida, em Lérida, Espanha.

Este concurso, que se estreou em setembro, é apresentado pelo popular apresentador Vasco Palmeirim, que também é conhecido por participar no programa das manhãs da Rádio Comercial.

Sinopse do Programa

Vasco Palmeirim, apresentador de “Joker”. Foto: Divulgação / RTP

“Cada pergunta tem quatro hipóteses de resposta. Por cada resposta correta, o concorrente sobe um patamar na árvore do dinheiro, até atingir o sétimo e último patamar da árvore, no valor de 50 mil euros. Quando lá chegar, deve tentar manter-se no topo, respondendo acertadamente às perguntas, de modo a assegurar o prémio máximo.

O concorrente tem um trunfo na manga: o seu acompanhante, que o vai auxiliar nas rondas especiais: Ronda Bónus e Super Joker. Ao fim de quatro perguntas, o concorrente tem a hipótese de ganhar 1 ou 2

Jokers extra na Ronda Bónus. Seguem-se mais quatro perguntas e terá de novo a oportunidade de ganhar mais dois Jokers extra, numa segunda Ronda Bónus, para enfrentar as quatro derradeiras perguntas. O acompanhante desempenha ainda um papel fundamental no Super Joker, onde dá o seu contributo numa única pergunta do jogo”.RTP.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Ponte de Lima

Ponte de Lima investe 3 milhões na redução de perdas de água

Montante aprovado em reunião camarária

em

Foto: DR/Arquivo

A Câmara de Ponte de Lima aprovou um investimento de cerca de três milhões de euros no controlo e redução de perdas de água nos sistemas de distribuição do concelho, informou hoje aquele município.

Em comunicado, a Câmara de Ponte de Lima explicou que aquele investimento resulta “da agregação dos sistemas municipais de abastecimento de água para consumo público e de saneamento de águas residuais urbanas do Alto Minho”.

O montante aprovado em reunião camarária será aplicado “num conjunto de intervenções relativas à remodelação das redes existentes e aquisição de equipamentos de monitorização e controlo com vista à redução de perdas nos sistemas de distribuição e adução de água”.

Aquele investimento, financiado pelo Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), será concretizado pela empresa Águas do Alto Minho.

Em causa está a Águas do Alto Minho, empresa de gestão das redes de água, em baixa, e do saneamento, detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% por sete municípios do distrito de Viana do Castelo que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, três – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – chumbaram a constituição daquela parceria.

O investimento, explicou a autarquia na nota hoje enviada à imprensa, “irá promover a otimização e gestão eficiente dos recursos e infraestruturas existentes, garantindo a qualidade do serviço prestado às populações e a sustentabilidade dos sistemas”.

“A garantia de redução de perdas nos sistemas reveste-se, hoje em dia, de grande importância face à escassez cada vez maior de água sobretudo no nosso país em resultado da exposição que tem às alterações climáticas. A atuação neste domínio, levará a acréscimos de eficiência, não apenas através da redução de perdas de água, mas também da energia utilizada na respetiva produção e transporte, estabelecendo-se desta forma uma melhor relação custo-benefício face ao investimento necessário”, sustentou o município.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Detido por tráfico de droga em Ponte de Lima

Foram ainda constituídos arguidos três indivíduos, com idades compreendidas entres os 21 e os 27 anos

em

Foto: GNR

A GNR deteve, hoje, em Ponte de Lima, um homem de 29 anos, por tráfico de droga e apreendeu 287 doses de estupefacientes, no âmbito de um processo que decorre há cerca de dois anos, informou aquela força policial.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou que, os 14 militares da guarda e agentes da PSP envolvidos na operação, realizaram oito mandados de busca, quatro em residências e quatro em viaturas.

Do decurso daquelas diligências foram apreendidas 269 doses de haxixe, 16 de liamba, duas de MDMA, três balanças de precisão, uma réplica de arma de fogo, uma soqueira, uma faca de corte e quatro telemóveis.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

No decurso da operação foram ainda constituídos arguidos três indivíduos, com idades compreendidas entres os 21 e os 27 anos.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Pulseira eletrónica para homem detido por violência doméstica em Ponte de Lima

Acusado tem antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime

em

Foto: DR/Arquivo

A GNR informou hoje que o homem detido no domingo, em Ponte de Lima, por violência doméstica está proibido de contactar a vítima, não podendo aproximar-se a menos de um quilómetro, sendo o controlo efetuado através de pulseira eletrónica.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou que a medida de coação foi decretada na segunda-feira, pelo tribunal de Ponte de Lima, após ter sido presente a primeiro interrogatório judicial.

O suspeito, de 46 anos e já com “antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime”, foi detido no domingo, na freguesa de Freixo, em Ponte de Lima, em flagrante delito, na sequência de uma denúncia pelo crime de violência doméstica.

“Os militares dirigiram-se à residência da vítima, uma mulher de 45 anos, tendo apurado que a mesma havia sido ameaçada de morte pelo seu marido. As ameaças à vítima repetiram-se já na presença dos militares, procedendo estes de imediato à detenção do indivíduo”, especifica a nota.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares