Seguir o O MINHO

Futebol

Famalicão nas meias-finais da Taça de Portugal

Venceu em Paços de Ferreira

em

O Famalicão venceu hoje no campo do Paços de Ferreira, por 1-0, num jogo decidido nos minutos finais e garantiu uma vaga nas meias-finais da Taça de Portugal em futebol, onde vai defrontar o Benfica.

O jogo, que teve mais Famalicão durante mais tempo, só ficou decidido aos 82 minutos, num atraso deficiente de Bruno Teles junto à área pacense bem aproveitado por Diogo Gonçalves, com um remate rasteiro e colocado a bater Simão Bertelli.

Os famalicenses foram mais dominadores, mas só conseguiram criar verdadeiro perigo no segundo tempo, o que também abona a favor da estratégia pacense, capaz de anular Gustavo Assunção na fase de construção e explorar transições rápidas para ameaçar a baliza de Vaná.

Pepa mudou seis jogadores em relação ao último jogo (nulo em Portimão), mas a equipa pacense respondeu bem e a espaços, sobretudo no primeiro tempo, conseguiu repartir o domínio, graças a um jogo mais direto e objetivo, tirando partido da velocidade de Uilton, Hélder Ferreira e Diogo Almeida.

João Amaral, pela primeira vez a titular, também entrava na equação, vigiando sem bola Gustavo Assunção e, assim, retirando espaço ao brasileiro do Famalicão na fase de construção, e funcionando como pivô na organização ofensiva da equipa.

Hélder Ferreira em duas ocasiões, aos 10 e 23 minutos, ainda assustou Vaná, substituto do castigado Rafael Defendi, pondo em sentido um Famalicão forte e seguro na posse, mas a revelar dificuldades em furar um esquema defensivo que juntava as linhas próximo da área de Simão.

O melhor que os famalicenses conseguiram neste período resultou de uma iniciativa individual de Fábio Martins, concluído com um remate forte de fora da área.

O intervalo fez bem ao Famalicão, que surgiu mais afoito e rápido no arranque do segundo tempo. Assunção conseguiu libertar-se mais da marcação, os laterais apareceram com outra frequência no apoio ao ataque, o que começou a dificultar as marcações por parte dos pacenses.

Rúben Lameiras, aos 56 minutos, deixou o primeiro aviso, com um remate cruzado a concluir uma bonita jogada coletiva do Famalicão, que voltou à carga pelo ‘apagado’ Toni Martínez (57), Anderson (75) e Racic (77).

O Paços sentia agora mais dificuldade em conter o avanço contrário e quase se limitava a reagir, acabando por soçobrar num lance em que Diogo Gonçalves aproveitou uma falha defensiva para marcar, evitando o prolongamento, que Marco Baixinho, no tudo por tudo do Paços, já nos descontos, ainda ameaçou.

No final, gerou-se alguma confusão na saída das equipas, envolvendo elementos das duas equipas.

“Sabíamos da importância desta eliminatória para o clube e os adeptos”

Com este triunfo, repetindo o que acontecera em 2014/15 (2-1), o Famalicão vai discutir o acesso à final da Taça com o Benfica, vencedor da eliminatória diante do Rio Ave (3-2).

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira – Famalicão, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Diogo Gonçalves, 82 minutos.

Equipas:

– Paços de Ferreira: Simão Bertelli, Jorge Silva, André Micael, Marco Baixinho, Bruno Teles, Stephen Eustáquio, Pedrinho, Uilton (Adriano Castanheira, 57), João Amaral (Vasco Rocha, 66), Hélder Ferreira e Diogo Almeida (Welthon, 74).

(Suplentes: Marco Ribeiro, Maracás, Oleg, Vasco Rocha, Matchoi, Adriano Castanheira e Welthon).

Treinador: Pepa.

– Famalicão: Vaná, Ivo Pinto, Riccieli, Roderick Miranda, Alex Centelles, Gustavo Assunção, Uros Racic, Pedro Gonçalves, Rúben Lameiras (Diogo Gonçalves, 70), Toni Martínez (Anderson, 70) e Fábio Martins (Walterson, 83).

(Suplentes: Gabi, Patrick William, Guga, Diogo Gonçalves, Anderson e Walterson).

Treinador: João Pedro Sousa.

Árbitro: Luís Godinho (AF Évora).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Alex Centelles (34) e Diogo Almeida (71).

Assistência: Cerca de 2.500 espetadores.

Resultados dos quartos de final

– Terça-feira, 14 janeiro:

FC Porto (I) – Varzim (II), 2-1.

Benfica (I) – Rio Ave (I), 3-2.

– Quarta-feira, 15 janeiro:

Paços de Ferreira (I) – Famalicão (I), 0-1.

– Quinta-feira, 16 janeiro:

Académico de Viseu (II) – Canelas 2010 (CP), 20:00.

Programa das meias-finais

Primeira mão:

– Quarta-feira, 05 feveiro:

Académico de Viseu/Canelas 2010 – FC Porto

Benfica – Famalicão

Segundo mão:

– Quarta-feira, 12 fevereiro:

FC Porto – Académico de Viseu/Canelas 2010

Famalicão – Benfica

Anúncio

Futebol

Vitória recebe FC Porto que quer ficar a um ponto do Benfica

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O FC Porto procura hoje reduzir para um ponto a diferença para o líder Benfica, na visita ao Vitória SC, em jogo da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Um dia depois de o Braga ter vencido os líderes no seu reduto, os ‘dragões’, que venceram as ‘águias’ na ronda passada, jogam com o Vitória SC, oitavo classificado, num encontro com início marcado para as 17:30.

O FC Porto, já com Danilo apto, joga pela terceira vez com o Vitória SC esta temporada, depois de vitórias para o campeonato (3-0) e para a Taça da Liga (2-1).

No último encontro da ronda, às 20:00, o Famalicão pode ficar a um ponto do Sporting, que é quarto classificado, caso vença na receção ao Desportivo das Aves, último classificado, a quatro pontos da zona de manutenção.

Nos dois lugares acima da ‘linha de água’, o Belenenses SAD (15.º) e o Paços de Ferreira (16.º) visitam o Boavista (nono) e o Marítimo (14.º), respetivamente.

Programa da 21.ª jornada:

– Sexta-feira, 14 fevereiro:

Vitória de Setúbal – Gil Vicente, 1-2

– Sábado, 15 fevereiro:

Portimonense – Moreirense, 1-1

Santa Clara – Tondela, 1-0

Benfica – SC Braga, 0-1

Rio Ave – Sporting, 1-1

– Domingo, 16 fevereiro:

Marítimo – Paços de Ferreira, 15:00

Boavista – Belenenses SAD, 15:00

Vitória SC – FC Porto, 17:30

Famalicão – Desportivo das Aves, 20:00

Continuar a ler

Futebol

Braga segura terceiro lugar após empate do Sporting

21.ª jornada da I Liga

em

Foto via Sport TV

O Sporting perdeu hoje o terceiro lugar da I Liga portuguesa de futebol, ao empatar em casa do Rio Ave (1-1), em jogo da 21.ª jornada.

Os vila-condenses adiantaram-se no marcador logo aos dois minutos, por Lucas Piazón, mas os ‘leões’, já em inferioridade numérica, por expulsão de Coates (71), empataram por Jovane Cabral, aos 84, na marcação de uma grande penalidade.

Com este empate, o Sporting caiu para o quarto lugar, com 36 pontos, e foi ultrapassado pelo SC Braga, que tem 37, enquanto o Rio Ave segue no quinto posto, com 33.

Continuar a ler

Futebol

“Dedico a vitória ao grupo elitista, sulista e ‘paineleiro’ de comentadores e colunistas”

António Salvador

em

Foto: Twitter

O presidente do SCBraga, António Salvador, deixou hoje uma resposta dura às críticas ao profissionalismo da equipa nos jogos com o Benfica nos últimos anos, após o triunfo (1-0) nesta 21.ª jornada da I Liga de futebol.

“Dou os parabéns aos jogadores, ao seu treinador, aos nossos sócios e adeptos, que, infelizmente, ao longo dos últimos anos, sempre que não temos ganho ao Benfica, temos sofrido com críticas”, começou por afirmar o líder bracarense, acrescentando: “Os nossos sócios dedicam esta grande vitória a esse grupo elitista, sulista e ‘paineleiro’ de comentadores das televisões e colunistas dos jornais”.

Em declarações prestadas na zona mista do Estádio da Luz, o presidente do clube minhoto teceu ainda elogios às três equipas que estiveram em campo, incluindo nas palavras a referência ao árbitro Hugo Miguel e respetivos auxiliares.

“Foi um grande jogo de futebol, com três grandes equipas em campo: duas grandes equipas de futebol e uma grande equipa de arbitragem – é preciso que se diga também quando eles fazem um bom trabalho. É verdade que ganhámos contra uma grande equipa, mas também é verdade que o Benfica perdeu contra uma grande equipa”, sentenciou.

Continuar a ler

Populares