Famalicão candidata Antoninas a "Património Cultural Imaterial" - O MINHO
Redes Sociais

Famalicão candidata Antoninas a “Património Cultural Imaterial”

Foto: Divulgação

Famalicão

Famalicão candidata Antoninas a “Património Cultural Imaterial”

A Câmara de Famalicão vai apresentar uma candidatura das Festas Antoninas inscritas no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, no âmbito do projeto regional “Romarias do Minho”, constituído pela maioria dos municípios do baixo e do alto Minho, com a missão de identificar, estudar, valorizar e promover as principais festividades minhotas no país e fora dele.

Foto: Divulgação

“O objetivo é valorizar e salvaguardar esta tradição secular do concelho, classificando-a como Património Cultural Imaterial, mas ir mais além, de forma a projetá-la internacionalmente”, explica a propósito o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

As propostas foram aprovadas durante a última reunião do executivo municipal, realizada na semana passada.

Foto: Divulgação

De acordo com o autarca, “estão reunidas todas as condições para que a inscrição no Inventário Nacional aconteça pois sabemos que as Antoninas são as festas ancestrais que identificam e mobilizam os famalicenses. São detentoras de uma dimensão religiosa muito forte, mas são acima de tudo uma manifestação popular e social, com as suas marchas e cortejos, que evidenciam o envolvimento e participação de toda a comunidade”.

Refira-se que o Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial constitui-se como medida fundamental para a salvaguarda do Património Cultural Imaterial em Portugal, e a sua utilização para fins de inscrição de manifestações imateriais representa condição indispensável para sua eventual candidatura à Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade ou à Lista do Património Cultural Imaterial que Necessita de Salvaguarda Urgente.

Jornal digital da região do Minho.

Mais Famalicão