Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Ave

Eleito em 1976, pioneiro político volta a ser candidato à mesma junta em Famalicão

Eleições autárquicas 2021

em

Foto: Divulgação / PS Famalicão

Passados quase 45 anos, o PS de Famalicão oficializou neste domingo a candidatura do primeiro presidente democraticamente eleito da Junta de Castelões, Álvaro Carvalho Machado, ao mesmo cargo, anunciou aquela candidatura.

“Não pude ficar indiferente ao apelo de muitos conterrâneos meus e, por Castelões e para unir Castelões, aceitei ser candidato pelo PS, uma vez mais, em nome da dignidade, da seriedade e do desenvolvimento”, justificou o antigo autarca, que esteve à frente da autarquia castelonense em dois mandatos (1976/1979 e 1985/1989).

A sessão pública de apresentação da candidatura de Álvaro Machado decorreu na escola primária da freguesia, e contou com a participação de Eduardo Oliveira, presidente da concelhia socialista de Famalicão e candidato à presidência da Câmara Municipal.

Em comunicado, a concelhia recorda que quando foi eleito presidente da Junta pela primeira vez, Álvaro Machado era um jovem operário têxtil, com 25 anos, e um dos mais novos candidatos socialistas à liderança de uma autarquia no concelho.

“Venceu o ato eleitoral pelo dinamismo que patenteou na campanha e pela forma convincente como falava com os seus conterrâneos. Ainda hoje é assim, aliás. Toda a gente o continua a tratar como presidente da Junta”, salienta Eduardo Oliveira.

Terminado o mandato, em 1979, afastou-se transitoriamente de cargos executivos na autarquia castelonense, mas voltou a ser eleito presidente nas eleições de 1985, com maioria absoluta.

Hoje, com 70 anos, gere a sua pequena unidade industrial têxtil, mas continua a interessar-se pela terra onde nasceu e a acompanha de perto o dia a dia da sua comunidade.

E quando sentiu que tinha de avançar, “por imperativo de consciência” e por se ter formado à sua volta uma “equipa dinâmica que colocará sempre em primeiro lugar as pessoas e se guiará pela participação e vontade de todos”, Álvaro Machado entendeu que não podia deixar de voltar a dar o seu contributo cívico, para que Castelões “vença os grandes desafios que tem pela frente”, sublinha.

Da sua agenda eleitoral fazem parte, entre outras prioridades, a criação de infraestruturas desportivas para os jovens da freguesia, a adoção de iniciativas locais de combate à exclusão social e a recuperação ambiental do rio Pelhe, num esforço conjugado com outras freguesias.

Além do candidato a presidente da Junta de Castelões, o PS apresentou neste domingo os seus cabeças de lista em Requião e nas uniões de freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei e Esmeriz e Cabeçudos.

Em Requião, a escolhida é a psicóloga Bárbara Barros, 29 anos. É a sétima das oito mulheres que são cabeças de lista do PS nas 34 freguesias e uniões de freguesias do concelho.

Em Lemenhe foi oficializada a candidatura do contabilista Bruno Domingues à presidência da União de Freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei.

Esta noite é apresentado o operário químico Óscar Mendes, 40 anos, como candidato à presidência da Junta da União de Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos.

Populares