Seguir o O MINHO

Futebol

Carlos Cachada, de Barcelos, foi ‘treinador por um dia’ na Liga inglesa (e logo contra Guardiola)

À frente do Wolverhampton

em

Imagem: Sky Sports

O treinador barcelense Carlos Cachada, assistente de Bruno Lage no Wolverhampton, assumiu a função de treinador principal no encontro da 36.ª jornada da Liga inglesa, em que os lobos perderam em casa, por 5-1, contra o Manchester City de Pep Guardiola.

O atual líder da Premier League, que mantém uma corrida desenfreada pelo título de campeão com o Liverpool na reta final do campeonato, não deu hipótese à equipa da casa, que, para além da equipa técnica, conta com vários portugueses no plantel, entre os quais Pedro Neto e Francisco Trincão, futebolistas de Viana do Castelo, ambos produto da formação do SC Braga.

Carlos Cachada assumiu o comando da equipa depois de Bruno Lage ter testado positivo à Covid-19 e acompanhado a partida desde o centro de treinos, comunicando com o balneário através da plataforma Zoom e com o banco, durante o jogo, através de vídeochamada.

No final do encontro, o barcelense teve a sua primeira experiência à frente das câmaras da televisão inglesa, primeiro na flash interview da Sky Sports (vídeo) e, mais tarde, na conferência de imprensa.

“É um resultado justo. Parabéns ao Manchester City”, destacou.

O treinador de Barcelos, de 40 anos, chegou a Inglaterra em 2013, na altura como assistente do espanhol Aitor Karanka, com quem trabalhou na subida do Middlesbrough do Championship à Premier League e, mais tarde, no Nottingham Forest, também na segunda Liga.

Esta época, já depois de ter tido a sua primeira experiência como treinador principal e sido campeão de sub-23 do Catar, com o Al Duhail, Cachada regressou a Inglaterra para integrar a equipa técnica de Bruno Lage no Wolverhampton.

Antes de chegar aos campeonatos ingleses, Carlos Cachada foi assistente de Carlos Carvalhal (SC Braga), no Vitória FC, em Portugal, no Istanbul BB (Turquia) e no departamento de formação do Al Ahli (Dubai).

Populares