Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Candidato PSD/CDS a Viana diz que se for eleito acaba contrato com Águas do Alto Minho

Eduardo Teixeira

em

Foto: Facebook de Eduardo Teixeira

O deputado à Assembleia da República, pelo PSD, Eduardo Teixeira, que é também candidato autárquico a Viana pela coligação com o CDS, votou esta quinta-feira, em sessão plenária na Assembleia da República a favor das resoluções que pedem a reversão do contrato com a Águas do Alto Minho, apresentadas pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda, mas as mesmas acabaram rejeitadas pelo plenário.

A O MINHO, Eduardo Teixeira afirmou que, caso seja eleito, irá fazer de tudo para resgatar a concessão das águas e reverter todos os equipamentos para o domínio do Município.

“Face aos dois anos de erros grosseiros e má gestão da ADAM, com reflexos inaceitáveis no nosso concelho, caso a coligação PSD-CDS vença as próximas eleições à Câmara Municipal de Viana do Castelo tudo faremos, no pressuposto de que haja a possibilidade jurídica do Município de Viana, para rescindir contrato com a ADAM por justa causa, sem entrega de qualquer valor compensatório e voltar a municipalizar nos SMSBVC as águas do concelho de Viana”, afirmou.

O deputado vianense ‘furou’ a disciplina de voto do seu partido (abstenção) no Parlamento e votou a favor das resoluções de BE e PCP que pedem a remunicipalização dos serviços prestados pelas Águas do Alto Minho.

Estas resoluções tiveram o voto contra do PS, abstenção do PSD, do CDS-PP, do PAN, do Chega e da IL, e acabaram reprovadas no parlamento.

“Ao longo de 2020 registaram-se problemas graves com a faturação aos clientes, em muitos casos foram apresentadas contas desproporcionadas (anomalias que atingiram 15 mil consumidores) e o balanço que se faz é preocupante”, refere o deputado.

As queixas apresentadas foram a vários níveis e provocaram uma “desconfiança e descrédito que tem vindo a comprometer os objetivos de melhorar o serviço de abastecimento de água em Viana”, sublinha Eduardo Teixeira.

Estas votações geraram uma ‘quebra’ da disciplina de voto por parte do deputado do PSD, Eduardo Teixeira, que votou a favor (autorizada pela direção da bancada, segundo o próprio), tal como o deputado socialista eleito pelo mesmo círculo José Manuel Carpinteira.

As deputadas socialistas Anabela Rodrigues e Sílvia Torres, igualmente eleitas por Viana, também não seguiram o voto contra da bancada e abstiveram-se.

A AdAM é detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% pelos municípios de Arcos de Valdevez (PSD), Caminha (PS), Paredes de Coura (PS), Ponte de Lima (CDS-PP), Valença (PSD), Viana do Castelo (PS) e Vila Nova de Cerveira (Movimento independente PenCe – Pensar Cerveira), que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Três concelhos do distrito – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – reprovaram a constituição daquela parceria.

Populares