Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Sebastião fez 100 anos e o comandante da GNR foi a casa dar-lhe os parabéns

Centenário

em

Foto cedida a O MINHO

Sebastião Lopes comemorou 100 anos no dia 23 de dezembro e poderia ser mais uma efeméride de centenários como acontece um pouco por todo o Minho, mas Sebastião teve direito a uma homenagem da GNR, onde foi militar durante 30 anos.

A GNR aproveitou o número redondo do aniversário para honrar o centenário pelos 30 anos de serviço. No seu aniversário entregaram-lhe um livro autografado pelo tenente-general Rui Clero, comandante-geral da GNR, e homenagearam-no pessoalmente, à porta de sua casa, na presença do tentente-coronel Joselino Ferreira, comandante territorial de Braga.

GNR de Braga homenageou Sebastião no 100.º aniversário. Foto cedida a O MINHO

Duas filhas, três netos e bisnetos, dois empregos, três casas e 50 anos de trabalho. Sebastião nasceu em Fraião, Braga, e foi militar da GNR durante 30 anos, até que se reformou para montar uma empresa de transportes mobiliários. Curiosamente, esse foi “o dia mais feliz” da sua vida.

Sebastião no 100.º aniversário. Foto cedida a O MINHO

A empresa de transportes que montou de seguida representa os seus anos de ouro.

Dos 50 aos 70 anos, Sebastião dedicou-se a ganhar dinheiro: “Durante esses anos consegui comprar esta casa e um apartamento para as minhas filhas, e consegui juntar algum dinheiro para a minha velhice. Agora já não trabalho por causa das dores nas pernas”.

O tempo passou e Sebastião Lopes já não trabalha “por causa das dores nas pernas”, mas tem desfrutado a reforma junto da família e do fiel amigo Lucas, um Yorkshire.

“O segredo é trabalhar muito, não nos dá tempo para morrer” afirma o centenário, bastante lúcido, a O MINHO.

Sebastião no 100.º aniversário. Foto cedida a O MINHO

Sebastião no 100.º aniversário. Foto cedida a O MINHO

Na festa houve direito a garrafas de champanhe e a um bolo com a forma do chapéu de gala da GNR, visitas da família, da Guarda, de um padre próximo e de alguns amigos também mais próximos.

NDR: A pedido da família, retiramos as declarações do senhor Sebastião Lopes relativas ao dia mais feliz da sua vida, pois o mesmo encontrava-se um pouco confuso por estar sob pressão da entrevista quando proferiu essa frase.

Populares