Seguir o O MINHO

Alto Minho

BMW de um milhão de euros “é da minha mãe e assim será”, diz membro da família

Furto

em

Foto: DR / Arquivo

O BMW 328 de 1939 terá mesmo sido roubado de um museu de carros de cavalos e automóveis antigos situado em Geraz do Lima, no concelho de Viana do Castelo (e não em Ponte de Lima como avançado inicialmente).


Quem o diz é Pedro Lopo de Carvalho, um dos herdeiros da coleção de cerca de 20 automóveis antigos que pertence em 90% à mãe da família, depois de ter herdado a mesma do falecido marido, o conhecido médico Lopo de Carvalho, fundador do Museu de Carros de Cavalos, situado naquela freguesia do Alto Minho.

O automóvel terá sido o único a desaparecer do espaço museológico, cerca das 06:30 da manhã do passado dia 07 de julho, pelo que Pedro não tem dúvidas em apontar um “furto” como responsável pelo desaparecimento. Deste modelo, existem apenas cerca de 400 em todo o mundo.

“Eram 07:00 horas e já todos sabíamos que o carro tinha desaparecido. Fomos tentando perceber onde se encontrava através de uma empresa que o terá transportado para Lisboa, mas não sabíamos onde estava”, disse a O MINHO o herdeiro.

BMW que vale um milhão desaparecido em Ponte de Lima foi recuperado em Lisboa

Conforme já noticiado, o carro foi encontrado pela PSP de Telheiras, em Lisboa, estando agora guardado nas instalações daquela polícia enquanto aguarda a ida da proprietária ao local para fazer o levantamento, algo que não deverá acontecer tão cedo.

“A minha mãe está a resguardar-se, assim como todos os filhos, porque não estamos em altura de grandes viagens. O carro está seguro, tapado e bem guardado, por isso brevemente vamos lá levantar, mas não há pressa”, adiantou.

Questionado por O MINHO sobre se terá sido um irmão a ‘desviar’ o carro, Pedro Lopo de Carvalho não respondeu, mas este jornal sabe que terá mesmo sido uma disputa de herdeiros.

“O carro pertence à minha mãe e enquanto ela for viva assim será”, sentenciou.

Espaço museológico de carros de cavalos e automóveis

O médico Lopo de Carvalho, já falecido, começou desde muito novo a colecionar carros de cavalos e automóveis, depois de receber uma charrete de um avô. Ao longo do passado século, foi colecionando ambos os tipos de transporte, existindo agora um museu em Geraz de Lima – Museu da Quinta da Bouça.

“O meu pai era um apaixonado, sobretudo pelos carros de cavalos. Não sei precisar se terá sido Salazar, creio que foi outro político ainda antes dele, utilizava um dos carros de cavalos que temos no museu”, adiantou o filho.

O acervo do museu é composto por cerca de  50 carros de cavalos, quase todos do século XIX. Há chavetes, carros de passeio e até transportes públicos.

Phaeton de Cabeça. Foto: DR

Uma das ‘pérolas’ do Museu de Carros de Cavalos é o Phaeton de Cabeça, ‘arreda’ que pertenceu a Afonso de Bragança.

Anúncio

Alto Minho

Colisão entre três veículos em Valença provoca onze feridos

Acidente

em

Foto: DR

Uma colisão que envolveu hoje três veículos de matrícula espanhola em Valença resultou em 11 feridos, nove assistidos no local e duas vítimas transportadas para Viana do Castelo.

De acordo com o Centro Distrital de Operações de Socorro de Viana do Castelo, os dois feridos estão a ser assistidos na Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM).

Para o local foram mobilizados três veículos com seis bombeiros e uma patrulha da GNR, que já abandonaram a zona do acidente.

Continuar a ler

Alto Minho

Bebé cai de varanda em Ponte de Lima

Acidente

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Um menino com cerca de um ano sofreu ferimentos na sequência de uma queda de uma varanda de uma habitação, ao início da noite deste domingo, em Ponte de Lima.

Ao que apurou O MINHO, o acidente ocorreu na Rua da Tanquinha, na freguesia de Gandra.

Fonte dos bombeiros indicou que à chegada, a criança encontrava-se reativa e cooperante.

No local estiveram os Bombeiros de Ponte de Lima e a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Ponte de Lima, pertencente ao INEM.

A criança, considerada “ferido leve”, foi transportada para o Hospital de Braga

Continuar a ler

Viana do Castelo

Surfistas sensibilizados para não ocuparem zonas de banhistas em Viana

Praia de Cabedelo

em

Foto: AMN

Praticantes de surf, windsurf e kitesurf foram sensibilizados pela Polícia Marítima de Viana do Castelo para não ocuparem zonas de banhistas na praia do Cabedelo, anunciou hoje aquela autoridade.

A ação decorreu na passada quinta-feira, durante a tarde, com os agentes e os nadadores-salvadores da Coordenada Decimal, em conjunto com uma mota de água da Estação Salva-Vidas, levando a que os praticantes da modalidade percebessem que não podem utilizar certas zonas reservadas a banhos.

“​A praia do Cabedelo tem um conjunto de fatores que propiciam a sua procura pelos praticantes daquelas modalidades, o que leva a uma sobrelotação dos espaços criados para o efeito, levando por vezes à ocupação indevida das zonas de banhos”, refere nota da Polícia Marítima.

“Foram ainda abordados e sensibilizados diversos utentes que circulavam no Domínio Público Marítimo, em deslocações de curta duração para efeitos de fruição de momentos ao ar livre, desrespeitando as medidas relativas ao distanciamento, tendo sido indicado que é importante que se cumpram as medidas para conter a propagação da doença covid-19, indicação que foi prontamente acatada”, refere ainda a autoridade.

Continuar a ler

Populares