Seguir o O MINHO

Região

BE quer continuidade de projetos de prevenção de fogos no Parque Peneda-Gerês

E recuperação de ‘habitats’

em

Foto: DR / Arquivo

O Bloco de Esquerda (BE) questionou o Governo sobre a “continuidade do financiamento” dos projetos no âmbito do plano-piloto de prevenção de incêndios florestais e de valorização e recuperação de ‘habitats’ naturais no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).


Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, os bloquistas informam que, num documento entregue na Assembleia da República, os deputados eleitos pelo círculo de Braga, José Maria Cardoso e Alexandra Vieira, defendem que aquele plano “tem-se revelado importantíssimo para a gestão coerente do Parque”.

Os bloquistas lembram que o PNPG abrange território de 22 freguesias, distribuídas pelos concelhos de Arcos de Valdevez, Melgaço, Montalegre, Ponte da Barca e Terras de Bouro e que esta Área Protegida forma um conjunto com o parque natural espanhol da Baixa Limia – serra do Xurés (na Galiza), constituindo com este, desde 1997, o Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés e a Reserva da Biosfera com o mesmo nome.

“Alguns dos projetos irão terminar financiamento no corrente ano de 2020 e outros no próximo ano, pelo que é fundamental assegurar a continuidade de financiamento deste projeto que tão importante tem sido para o Parque”, acrescenta o BE.

Desta forma, o partido “pretende que o Ministério do Ambiente e da Ação Climática esclareça se está garantida a continuidade de financiamento do plano-piloto aprovado no âmbito da Resolução de Conselho de Ministros n.º 83/2016”.

O BE pretende ainda saber “quando será confirmado esse financiamento através da publicação em Diário da República”.

Anúncio

Cávado

Presidente da Câmara de Esposende já recuperou da covid-19

Covid-19

em

Foto: DR

O presidente da Câmara de Esposende já estará recuperado da infeção por covid-19 que o afastou do trabalho presencial da autarquia ao longo das duas últimas semanas.

Em texto publicado nas redes sociais, Benjamim Pereira explica que, na passada sexta-feira, toda a família recebeu alta do isolamento obrigatório decretado pelo delegado de saúde do ACES.

“Quero, em primeiro lugar, agradecer a todos aqueles que, por parte das autoridades de saúde, fizeram o trabalho de acompanhamento, pois foram sempre muito profissionais e diligentes. Em segundo lugar, quero agradecer a todos pelo apoio que nos deram e pelas palavras de incentivo. Tal como já tive oportunidade de dizer, fiquei verdadeiramente sensibilizado com as inúmeras manifestações de apoio. Isso ajudou-nos muito a ultrapassar este momento menos bom”, disse.

Benjamim Pereira deixa ainda uma palavra a “todos aqueles que se encontram em recuperação” para que essa seja “rápida e sem sobressaltos”.

Recorde-se que o autarca sentiu a temperatura “anormalmente elevada” no passado dia 11 de outubro. Isolou-se, e no dia 13 recebeu o resultado positivo ao coronavírus.

Desde então, esteve a trabalhar a partir de casa.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães suspende peditório anual de rua para a Liga Contra o Cancro

Covid-19

em

Foto: DR

Este ano não haverá peditório de rua para a Liga Portuguesa Contra o Cancro em Guimarães, atividade que decorre tradicionalmente no dia 01 de novembro. O anúncio foi feito pelo Lions Clube de Guimarães, instituição responsável pelo peditório desde 1984.

Em comunicado enviado a O MINHO, a instituição refere que esta decisão surge depois do aumento de casos que tem “castigado de forma particular e especial o concelho de Guimarães”.

Apesar dos esforços para que o peditório avançasse na rua, tal não vai ser possível, com a instituição a apelar para os donativos sejam entregues através de referência multibanco.

“A recolha de fundos em favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro prosseguirá com a recolha de contributos de instituições, empresas e particulares. Os contributos poderão ser efetuados diretamente para o IBAN PT50 0035 0363 00101703903 61”, refere a instituição.

O Lions Clube aponta ainda que 20% do montante será para aplicar na compra de equipamentos para o serviço de oncologia do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães.

401 novos casos em quatro dias

Foram registados mais 401 casos positivos de covid-19 no concelho de Guimarães entre os dias 19 e 23 de outubro, segundo dados do ACES Alto Ave.

Encontram-se 550 pessoas em isolamento, menos 70 do que no dia 19.

No total, aquele concelho regista 2.899 casos acumulados desde o início da pandemia.

19 mortos e 2.577 infetados no país

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 19 mortos e 2.577 casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O país conta agora com 2.316 óbitos e 118.686 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em termos de recuperados, 68.877 já foram dados como curados da doença, 1.035 nas últimas 24 horas.

Continuar a ler

Aqui Perto

Já cai neve na Galiza e granizo em Braga

Descida da temperatura

em

Neve na estação de esqui de Manzaneda. Foto: La Region

A estação de esqui da montanha de Cabeza de Manzaneda, em Ourense, Galiza, ficou tingida de branco ao final da tarde deste domingo, depois de começar a cair neve. Também no distrito de Braga caiu granizo. Eram 18:24.

Os flocos de neve em território espanhol caíram a cerca de 1.300 metros de altitude, por volta das 17:30, com os termómetros a apontarem -1,5 graus, segundo a MeteoGalicia.

As previsões do IPMA apontam que pode cair neve até aos 1.200 metros, ou seja, atingindo alguns pontos do Parque Nacional Peneda-Gerês, como o alto da serra de Louroco ou da serra do Gerês.

Pelas 18:09, o IPMA apontava temperaturas de seis graus no Parque Nacional e de oito em Braga.

Também a Serra da Estrela pode ser atingida por neve no topo.

De acordo com as últimas previsões do IPMA, a temperatura mínima vai baixar mais dois graus na segunda-feira, descendo para 7º.

Continuar a ler

Populares