Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Água congela em Montalegre e dá-se o “sincelo”

Depósito de gelo, constituído por grãos mais ou menos separados por bolhas de ar, às vezes com ramificações cristalinas

em

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Os últimos dias têm sido propícios ao registo de um fenómeno meteorológico (sincelo) ainda pouco divulgado no nosso país, mas que ocorre com naturalidade nos locais mais frios do mundo.


Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

Sincelo na Serra do Larouco Foto: Pedro Melão

A serra do Larouco, em Montalegre, distrito de Vila Real, acordou, dois dias, pintada de branco graças ao sincelo, um “fenómeno meteorológico que acontece em situações de nevoeiro aliado a uma temperaturas negativas e resulta do congelamento das gotas de água em suspensão quando estas entram em contato com a superfície”.

A definição dada pelo Instituto Português de Mar e Atmosfera para este fenómeno é a de “depósito de gelo, constituído por grãos mais ou menos separados por bolhas de ar, às vezes com ramificações cristalinas”.

Anúncio

Aqui Perto

Nuvem ‘Arcus’ abrilhantou o pôr do sol na Póvoa de Varzim

Meteorologia

em

Foto: FAMATV

Uma nuvem ‘Arcus’ foi registada por vários cidadãos ao início da noite deste sábado, na Póvoa de Varzim.

Este fenómeno é geralmente associado a uma nuvem baixa e horizontal que aparece como “frente de rajada” à saída de uma tempestade, segundo a Wikipédia.

Foto: Vasco Linhares

“Algumas das formações arcus mais dramáticas marcam as frentes de raios dos sistemas convectivos que produzem direito. As nuvens de rolo também podem surgir na ausência de tempestades, formando ao longo das curvas de ar frio superficial de alguns limites da brisa do mar e frentes frias”, refere a mesma fonte.

Foto: Jukka Ferraz

Recorde-se que este sábado, apesar das temperaturas acima dos 30 graus, há uma elevada carga de trovoada um pouco por todo o país, formando nuvens características de tempestade.

Continuar a ler

Aqui Perto

Jovem de 23 anos em paragem cardiorrespiratória após ida ao mar em Vila do Conde

Na Praia do Forno

em

Foto: DR / Arquivo

Nadadores-salvadores da praia do Forno, em Vila do Conde, salvaram a vida a uma jovem de 23 anos, na tarde de quinta-feira, depois desta entrar em paragem cardiorrespiratória.

A vítima sentiu-se mal depois de ter ido ao mar, caindo inanimada no areal em paragem cardíaca. Valeu a pronta intervenção dos nadadores-salvadores que, atentos à situação, iniciaram manobras de suporte imediato de vida, revertendo a situação de óbito da jovem.

Para o local deslocou-se o capitão de Porto, o comandante-local da Polícia Marítima de Vila do Conde e militares da Marinha inseridos no projeto SeaWatch para coordenar a operação de assistência e colaborar na estabilização.

A assistência pré-hospitalar foi assegurada pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação do INEM que encaminhou a vítima para o hospital sendo considerada uma vítima em “estado grave”.

A Polícia Marítima registou a ocorrência, desconhecendo-se as causas do sucedido.

Continuar a ler

Aqui Perto

Barco salvo de naufrágio na Póvoa de Varzim

Autoridade Marítima

em

Foto: Divulgação / AMN

Uma embarcação de pesca que se encontrava em risco de naufrágio foi salvo pela Polícia Marítima, esta sexta-feira ao largo do porto da Póvoa de Varzim, anunciou a Autoridade Marítima Nacional.

Em comunicado, aquela entidade refere que a embarcação se encontrava “em aproximação ao porto da Póvoa de Varzim, sem governo e com excesso de água acumulada no porão, provocando um adornamento excessivo com risco de naufrágio ou encalhe”.

​”Foi, de imediato, empenhada a Estação Salva-vidas, a Polícia Marítima e os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim, sob coordenação do Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima”, refere o mesmo comunicado.

Durante a operação, a embarcação da Estação Salva-vidas acompanhou a embarcação de pesca na entrada do porto e auxiliou a manobra de atracação, tendo o piquete da Polícia Marítima acompanhado a operação por terra, tomando conta da ocorrência.

Os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim auxiliaram nas operações de esgoto da água, de forma a recuperar a estabilidade da embarcação.

A embarcação encontra-se atracada no porto da Póvoa de Varzim e será sujeita a uma vistoria, a ser efetuada por peritos da Autoridade Marítima Nacional no sentido de avaliar as condições de segurança e navegabilidade.

Continuar a ler

Populares