Seguir o O MINHO

Ave

Adolescente que esfaqueou a mãe em Famalicão proibida de regressar a casa

Vai ficar a viver com um irmão

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A adolescente de 18 anos que esfaqueou a mãe na passada terça-feira, em Pousada de Saramagos, Famalicão, está proibida de regressar a casa na sequência das medidas de coação decretadas pelo tribunal.


Como noticiou O MINHO, a jovem terá esfaqueado a mãe pelas costas após uma discussão entre as duas, com a mãe a ser assistida no local pelos Bombeiros Famalicenses e transportada para o Hospital de Famalicão. Os ferimentos acabaram por exigir uma cirurgia, tendo a vítima sido transportada depois para o Hospital de Braga.

De acordo com o Correio da Manhã [leitura exclusiva a assinantes], o desentendimento terá surgido quando a mãe proibiu a filha de cozinhar salsichas para o almoço. Esta não terá gostado e utilizou uma faca de cozinha para desferir dois golpes nas costas da progenitora.

Segundo a mesma fonte, a adolescente foi ouvida em primeiro interrogatório no Tribunal de Famalicão tendo-lhe sido decretadas as medidas de proibição de morar ou ter qualquer contacto com a mãe, assim como a obrigatoriedade de apresentações periódicas às autoridades.

Enquanto desenrola o processo, a adolescente ficará a viver na casa de um irmão.

Anúncio

Ave

Bombeiros resgatam gaivota presa numa varanda em Fafe

Bombeiros libertaram animal

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Os Bombeiros de Fafe resgataram uma gaivota que ficou presa na varanda de apartamento no terceiro andar de um prédio, na tarde desta terça-feira.


“As varandas são em vidro e, nos pilares entre os apartamentos, tem a distância de um palmo mais ou menos. A gaivota enfiou-se lá ao passar da sacada de um apartamento para o outro e ficou presa, não conseguia movimentar as asas”, explicou a O MINHO o comandante dos Bombeiros de Fafe, Paulo Ferreira, notando que “é o primeiro resgaste de gaivota” de que se recorda.

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

O alerta para o insólito resgate foi dado por um vizinho. Como o apartamento em cuja varanda o animal ficou preso, os bombeiros tiveram que recorrer ao uso de autoescada. “E chamámos a autoridade para podermos ir lá”, acrescenta o comandante.

Resgatada da varanda, a gaivota foi libertada.

Continuar a ler

Ave

Guimarães investe 2,4 milhões em centro escolar

Educação

em

Projeto do Centro Escolar de Moreira de Cónegos

A Câmara de Guimarães vai investir 2,4 milhões de euros na construção do Centro Escolar de Moreira de Cónegos, que resultará da requalificação e ampliação da EB1 de Vermis, anunciou hoje o município.


Em comunicado, o município acrescenta que a obra começa na quarta-feira e deverá estar concluída dentro de um ano.

O projeto contempla a reformulação do atual edifício, do Plano Centenário, que será dotado de salas de aulas com novas tecnologias.

Associado a este edifício, será criado a nascente um volume de expansão da escola do 1.º ciclo, com dois pisos.

O jardim-de-infância ficará a poente, enquanto do lado norte ficarão o polivalente, o refeitório e espaços anexos.

Continuar a ler

Ave

Crianças de Vizela receberam chapéus com viseira no regresso do pré-escolar

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Vizela

Para assinalar o regresso do pré-escolar, o presidente da Câmara de Vizela, Victor Hugo Salgado, entregou na segunda-feira chapéus com viseira às crianças dos jardins de infância de Infias e Campo da Vinha.


O chapéu com viseira, que tem como objetivo diminuir o risco de contágio da covid-19, também foi distribuído pelas creches.

“Decorrente do regresso às escolas, Vizela foi a primeira Câmara do país a distribuir chapéus com viseira de proteção a todas as crianças das creches e pré-escolar do concelho”, sublinha a autarquia em comunicado enviado às redações.

Vizela distribui chapéus com viseira às crianças da creche e pré-escolar

Os chapéus são “laváveis à máquina e reutilizáveis, com viseira em PVC transparente, flexível, resistente a impactos e riscos, lavável, com alta resistência química e reciclável”, refere o comunicado.

A Câmara salienta, ainda, que realizou testes serológicos a todas as crianças do pré-escolar, os quais foram acompanhados pelos pais.

Na semana passada, os testes aos 100 educadores e funcionários do pré-escolar revelaram quatro casos positivos, os quais foram afastados da reabertura do pré-escolar.

Foram também realizados testes a todas as crianças das creches de Vizela que regressaram às escolas no dia 18 de maio.

Continuar a ler

Populares