Seguir o O MINHO

I Liga

Acionista maioritário do Vitória indisponível para vender ações da SAD

Mário Ferreira é detentor de 57% (capital de 4,5 milhões)

em

Foto: DR / Arquivo

O acionista maioritário da SAD do Vitória SC, Mário Ferreira, disse hoje estar indisponível para vender, neste momento, a sua parte na sociedade responsável pela equipa que compete na I Liga portuguesa de futebol.

Na antecâmara das eleições para o clube, agendadas para sábado, o detentor de 57% da SAD (capital de 4,5 milhões de euros) afirmou ter-se reunido duas vezes com o candidato da lista B, Miguel Pinto Lisboa, e uma com os da lista A, António Miguel Cardoso, e da lista C, Daniel Rodrigues, mas a nenhum deles se mostrou disponível para vender.

“Não estamos disponíveis para vender as nossas ações nesta fase, nem tal tema foi abordado nessas reuniões”, reiterou, num comunicado enviado hoje à imprensa, assinado por si.

Tal como nas eleições anteriores, que, em março de 2018, opuseram Júlio Mendes, o presidente eleito, a Júlio Vieira de Castro, o empresário luso, radicado na África do Sul, assegura que vai manter-se “equidistante de todas as candidaturas”.

O acionista maioritário frisou também que, nessas reuniões, as listas candidatas aos órgãos sociais do clube não apresentaram “as suas ideias e projetos para a Vitória SAD”, nem manifestaram “desacordo com o projeto” por si apresentado.

Disponível, aliás, para “assumir a sua posição acionista no próximo Conselho de Administração da SAD”, que vai ser eleito em 30 de julho, Mário Ferreira confirmou ter apresentado as suas “ideias quanto à sua constituição” – desde a criação da SAD, em 2013, o Conselho de Administração tem tido um elemento indicado por si e quatro pela direção do clube.

O empresário defendeu ainda que “qualquer alteração aos estatutos da SAD do Vitória” deve ser realizada após a posição do clube, detentor de 40% das ações, ser “ratificada numa Assembleia Geral” de sócios.

A indisponibilidade dos sócios para, na Assembleia Geral de 08 de setembro de 2018, viabilizarem uma mudança dos estatutos do clube e poderem abrir as portas a maior investimento externo na SAD foi uma das razões alegadas para o ainda presidente, Júlio Mendes, se ter demitido, em 27 de maio.

O acionista maioritário da SAD vitoriana elogiou ainda a “grandeza e vitalidade do clube”, provadas pelo número de candidaturas às eleições, e a “elevação da campanha” até ao momento, tendo pedido que todos os adeptos se unam em torno do Vitória no “dia seguinte ao ato eleitoral”.

Anúncio

Futebol

Bancada do estádio do Rio Ave permanece encerrada por tempo indeterminado

Estádio dos Arcos

em

Foto: Divulgação / Rio Ave FC

O Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, informou hoje que a bancada nascente do seu estádio vai permanecer encerrada ao público por tempo indeterminado.

O emblema vila-condense esclareceu, através de um comunicado, que será feita “uma análise mais profunda ao relatório produzido pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), que, em 08 de agosto último, recomendou a não utilização da estrutura.

“Ao tomar conhecimento do relatório do ISEP, o Rio Ave optou, responsavelmente, pelo encerramento da bancada até que fossem aprofundadas as condições ou pormenores que resultariam de uma análise mais profunda”, pode ler-se no texto publicado no site do clube.

O relatório do ISEP apontava que “a normal utilização da bancada, na sua função de suportar ações provenientes da sobrecarga do público, está severamente comprometida”, recomendando a “suspensão da utilização da bancada para qualquer tipo de atividade que envolva a presença de público”.

“Porque a preservação e a segurança do valor da vida humana estão acima de qualquer outro interesse, o Rio Ave jamais colocou a hipótese de ignorar ou omitir este facto que lhe foi comunicado, ainda que não haja qualquer interdição de uso do espaço ou que este esteja em risco de ruína”, esclareceu o emblema vila-condense.

No mesmo comunicado, os vila-condenses explicaram os contornos que levaram ao adiamento do jogo da primeira jornada do campeonato, frente ao Vitória de Guimarães, dizendo que acataram uma recomendação da PSP, que temia “a existência de tumultos entre os adeptos visitantes”.

Isto porque, para esse jogo, já tinham sido vendidos cerca de 2.500 bilhetes para os adeptos vimaranenses, mas, com a solução de usar apenas a bancada poente do recinto, a lotação para os visitantes teria de ser limitada a apenas 900 lugares.

“Surgiu da parte das forças de segurança (PSP) a informação de que não estariam reunidas as condições de segurança adequadas para a realização do evento. A justificação apresentada baseava-se no receio de reação tumultuosa dos adeptos visitantes que iriam ficar sem os ingressos ou impedidos de o adquirir, dado que teria de haver uma redução para 900 lugares”, explicou o Rio Ave.

Os vila-condenses acrescentaram que, dado que “qualquer problema de ordem publica ou segurança que viesse a ocorrer seria da responsabilidade do Rio Ave, promotor do evento, não haveria outra solução senão aceitar a nova calendarização do jogo, ainda que esta solução não fosse ao encontro do interesse desportivo ou da solução que seria a ideal”.

Segundo disse à Agência Lusa fonte do clube, até que seja encontrada uma solução para a bancada nascente, o público será encaminhado para a bancada poente, que tem uma capacidade para cerca de 5.000 pessoas, sendo que um mínimo de 5% da lotação será destinado aos adeptos dos clubes visitantes.

Continuar a ler

Futebol

Médio do Gil Vicente convocado por Balakov para a seleção da Bulgária

Autor de golo frente ao FC Porto

em

Kraev. Foto: Divulgação / Gil Vicente FC

O médio do Gil Vicente Bozhidar Kraev foi convocado pelo selecionador da Bulgária, Krasimir Balakov, para os duelos com Inglaterra e Irlanda, revelou esta terça-feira o clube da I Liga portuguesa de futebol.

Kraev, de 22 anos, que chegou ao emblema barcelense em julho por empréstimo dos dinamarqueses do Midtjylland, estreou-se pela seleção principal búlgara em março de 2017, contabilizando dois golos em nove internacionalizações.

A Bulgária vai medir forças com a Inglaterra, em Wembley, em 07 de setembro, num encontro da fase de qualificação para o Euro2020, três dias antes de realizar um jogo particular com a Irlanda, em Dublin.

Continuar a ler

Futebol

Rui Fonte tem tudo acertado para regressar ao SC Braga

Avançado do Fulham

em

Foto: SC Braga via Youtube

O avançado Rui Fonte tem tudo acertado com o Sporting Clube (SC) de Braga para regressar ao clube minhoto da I Liga de futebol, revelou esta terça-feira à agência Lusa fonte da SAD bracarense.

Segundo a mesma fonte, os termos do contrato de três anos a ser assinado pelas partes estão acertados, e o regresso de Rui Fonte a Braga deve ser oficializado nos próximos dias.

Rui Fonte, de 29 anos, chega proveniente dos ingleses do Fulham, que, na época passada, emprestaram o jogador ao Lille, de França.

O avançado jogou no SC Braga em 2015/16 e 2016/17, e ainda algumas partidas no início de 2017/18, antes de sair para o clube londrino em agosto de 2017.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares