Seguir o O MINHO

Ave

Vizela vai referendar data do feriado municipal

Tribunal Constitucional já deu luz verde

em

Foto: CM Vizela / Arquivo

O Tribunal Constitucional considerou verificada a constitucionalidade e a legalidade do referendo local à eventual alteração da data do feriado municipal de Vizela, por acórdão a que a Lusa hoje teve acesso.

No documento, datado de 27 de outubro, o tribunal admite que se pode questionar a clareza da pergunta a colocar aos eleitores do concelho, “não apenas pela relativa complexidade sintática, como pelo facto de a resposta negativa ser aquela que corresponde a uma alteração do estado de coisas vigente, ao contrário do que é norma numa consulta popular”.

Mesmo assim, o tribunal considera que a pergunta tem a “clareza necessária para que o eleitor típico ou mediano compreenda plenamente de que matéria se trata, para que saiba exatamente como exprimir a sua preferência e para que o sentido da sua resposta seja inequívoco”.

“Concorda em manter a data do feriado municipal de Vizela no dia 19 de março em vez de a alterar para o dia 11 de julho?” é a pergunta do referendo.

A consulta popular chegou a estar marcada para 29 de março mas acabou por ser adiada por causa da pandemia de covid-19.

Contactada pela Lusa, fonte da Câmara de Vizela disse que a nova data deverá ser marcada ainda esta semana.

Por deliberações de 2003 da Câmara e da Assembleia Municipal de Vizela, foi aprovada a proposta de fixação do dia de feriado municipal a 19 de março.

Apesar de já terem decorrido mais de 16 anos desde a referida aprovação, a data das comemorações do feriado municipal tem sido objeto de alguma discussão, tendo sido amplamente discutidos, ao longo dos últimos anos, os dias 19 de março, dia da aprovação da criação do concelho de Vizela, e 11 de julho, dia de S. Bento das Peras, Padroeiro de Vizela.

Por isso, a Câmara de Vizela decidiu dar voz aos munícipes, para que sejam estes a escolher o dia das comemorações do feriado municipal.

Ave

Despiste na A7 destrói Mercedes e faz um ferido

Em Fafe.

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Um despiste ao início da tarde desta quarta-feira, na autoestrada A7, em Fafe, provocou ferimentos no condutor e destruiu por completo a viatura de marca Mercedes, apurou O MINHO no local.

O sinistro ocorreu cerca das 15:00 horas no sentido Fafe-Vila Pouca de Aguiar, entre os quilómetros 57 e 58. A viatura terá entrado em despiste por motivos ainda não apurados.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Fafe, com 12 operacionais e três viaturas, transportando a vítima para o Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, com ferimentos ligeiros. A VMER também foi mobilizada para o sinistro.

Foto: Ivo Borges / O MINHO

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Ave

Presidente da Câmara de Vizela declara apoio a Marcelo

Eleições presidenciais

Foto: DR / Arquivo

Um grupo de 22 socialistas anunciou hoje o seu apoio à recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa às presidenciais, incluindo autarcas, três ex-ministros, Correia de Campos, Vieira da Silva e Paulo Marques, e o líder regional açoriano Vasco Cordeiro. Entre os autarcas está Victor Hugo Salgado, presidente da Câmara de Vizela.

No texto, com o título “Votar para mobilizar Portugal”, a que a Lusa teve acesso, é elogiado o primeiro mandato de Marcelo, pelo “respeito e valorização do quadro constitucional”, pela “estabilidade política e do diálogo político e social”, pela “defesa dos interesses nacionais”.

“Essa é a principal razão que nos leva a confiar que as continuadas afirmações do candidato Marcelo Rebelo de Sousa de assumir idêntica atitude num eventual segundo mandato lhe dão particular capacidade para merecer o voto popular”, afirma-se no texto subscrito por 22 personalidades do PS.

Entre os ex-governantes, contam-se Correia de Campos (antigo ministro da Saúde), Bernardo Trindade, antigo Secretário de Estado do Turismo, Guilherme d’Oliveira Martins (antigo Secretário de Estado das Infra-estruturas), José António Vieira da Silva (ex-ministro do Trabalho e da Solidariedade Social), Pedro Marques, atual eurodeputado e antigo ministro das Infra-estruturas, e Vasco Cordeiro, ex-presidente do Governo Regional dos Açores.

Na lista, estão os presidentes de câmara Fernando Medina (Lisboa), o ex-candidato presidencial Basílio Horta (Sintra), Alberto Mesquita (Vila Franca de Xira), Alexandre Almeida (Paredes), Eduardo Vítor (Vila Nova de Gaia), José Manuel Ribeiro (Valongo), Manuel Machado (Coimbra), Miguel Alves (Caminha), Nuno Canta (Montijo), Nuno Mocinha (Elvas), Rui Santos (Vila Real) e Victor Hugo Salgado (Vizela).

Há ainda dois deputados do PS, João Azevedo (Viseu) e Jorge Gomes (Bragança) e o deputado ao parlamento regional da Madeira Paulo Cafôfo.

O PS não apoiou formalmente nenhuma das candidaturas, mas militantes e dirigentes socialistas têm-se distribuído, maioritariamente, entre as candidaturas de Marcelo Rebelo de Sousa e de Ana Gomes, que é do partido.

Em menor número, alguns socialistas manifestaram apoio a João Ferreira, apoiado pelo PCP e Verdes.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para domingo e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral termina na sexta-feira. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), o ex-militante do PS Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans e presidente do RIR – Reagir, Incluir, Reciclar, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Continuar a ler

Ave

Homem morre em despiste provocado por doença súbita em Celorico de Basto

Acidente

Foto: Ilustrativa / O MINHO

Um homem de 58 anos morreu num despiste de automóvel, na manhã desta quarta-feira, em Gagos, Celorico de Basto, ao que tudo indica após ter sofrido doença súbita.

Ao que O MINHO apurou, a vítima, moradora daquela freguesia, não apresentava ferimentos visíveis relacionados com o acidente em si, pelo que o condutor terá sofrido uma doença súbita, que acabou por provocar o despiste.

O óbito foi declarado no local.

O alerta foi dado às 10:25.

Os Bombeiros Celoricenses prestaram socorro com uma ambulância e dois operacionais e tiveram o apoio da VMER de Penafiel e da SIV de Amarante.

O corpo vai ser transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Guimarães.

Continuar a ler

Populares