Seguir o O MINHO

Futebol

Vitória mete Turismo do Porto e Norte em tribunal

Patrocínio nas camisolas da equipa de futebol na final da Taça de Portugal, em 2013, não foi pago na totalidade

em

Foto: Divulgação / Arquivo

55 mil euros. É esta a quantia pedida no Tribunal Administrativo de Braga pelo Vitória Sport Clube ao Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Fonte do clube disse a O MINHO que a entidade pública pagou apenas 45 mil dos 100 mil acordados para patrocínio nas camisolas da equipa de futebol na final da Taça de Portugal em 2013.

O clube de Guimarães diz que foi obrigado a recorrer à via judicial dado que o organismo do turismo nortenho se recusou a saldar a dívida, apesar dos vários contactos havidos.

O Vitória foi alvo de buscas, em 2018, no âmbito da investigação judicial aquele organismo, por corrupção, e que culminou com a detenção, e posterior prisão preventiva, do seu então presidente, Melchior Moreira.

A PJ suspeitava que o contrato de publicidade com o Vitória teria o objetivo de, no futuro, Melchior poder contar com o apoio do clube numa eventual corrida à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Tese desde sempre negada pelo clube, e que, até agora, não foi confirmada pelos investigadores.

Na ocasião, a PJ esteve também, nas instalações do SC Braga por causa de um patrocínio de dez mil euros ao futsal, nas competições europeias, mas o clube rejeitou qualquer ilegalidade no contrato. O SCBraga recebeu o montante acordado.

Populares