Vitória derrotado em casa pelo Arouca

I Liga

O Vitória SC perdeu este sábado por 3-1, em Guimarães, com o Arouca, em jogo a contar para a 23.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

João Basso (13 minutos), Antony (35) e Bukia (41) marcaram os golos dos arouquenses, com Oscar Estupiñán (26) ainda a empatar para os vimaranenses.

Com este triunfo, o Arouca subiu provisoriamente do 17.º para o 14.º lugar, com 21 pontos, enquanto o Vitória, que não perdia há seis encontros em casa, segue no sexto posto, com 30.

De regresso ao seu estádio, após o desaire no reduto do último classificado, Belenenses SAD (1-0), o Vitória teve mais iniciativa nos primeiros instantes e até criou o primeiro lance de perigo, com Rochinha a quase surpreender Victor Braga, aos cinco minutos, mas limitou quase sempre o jogo ofensivo a cruzamentos para a área, além de se desequilibrar nos momentos sem bola.

Organizado na retaguarda, o Arouca chegava com facilidade à área contrária em jogadas de dois ou três toques, tendo em conta o espaço de que dispunha, e Bukia apareceu isolado perante Bruno Varela, aos oito minutos, antes de surgir o canto em que Basso viria a inaugurar o marcador, após canto da esquerda, aos 13.

Os vimaranenses subiram no terreno e forçaram uma reação poucas vezes inspirada, que assentou sobretudo nos cruzamentos da esquerda e da direita para os dois pontas de lança na área – Bruno Duarte e Oscar Estupiñán -, até que um deles, tirado pelo lateral direito João Ferreira, caiu num espaço em frente à baliza, tendo aparecido o dianteiro colombiano a desviar para o fundo das redes, aos 26.

Nos minutos seguintes, o jogo ‘partiu-se’, com ambas as equipas a chegarem à área, e o Arouca aproveitou nova falha vimaranense, no caso uma perda de bola de Rochinha, para Antony surgir isolado perante Bruno Varela e colocar a bola fora do alcance do guardião, aos 35 minutos.

Seis minutos depois, a supremacia de Pedro Moreira face a Tiago Silva num duelo no meio-campo vitoriano permitiu a Bukia entrar na área, ganhar em velocidade a Abdul Mumin e ‘picar’ a bola sobre Bruno Varela para apontar o terceiro golo, já depois de ter assistido Antony.

Perante o desnorte da sua equipa, Pepa fez entrar Quaresma e André Almeida para os lugares de João Ferreira e de Tiago Silva após o intervalo, mas, apesar de se terem acercado do ‘último reduto’ arouquense, os minhotos raramente tentaram alguma combinação pelo meio para contornar a defesa adversária, apostando de novo nos cruzamentos, sem sucesso.

A equipa de Armando Evangelista ainda ameaçou o 4-1 num par de contra-ataques no quarto de hora final, tendo mantido o resultado sob controlo até ao apito final de Artur Soares Dias.

Com a segunda derrota consecutiva, o Vitória mantém o sexto lugar, com 30 pontos, mas pode ainda ser ultrapassado nesta jornada por Estoril Praia, Marítimo e Portimonense.

Ficha de Jogo

O Arouca venceu hoje o Vitória SC por 3-1, em jogo da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado em Guimarães.

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Vitória SC – Arouca, 1-3.

Ao intervalo: 1-3.

Marcadores:

0-1, Basso, 13 minutos.

1-1, Oscar Estupiñán, 26.

1-2, Antony, 35.

1-3, Bukia, 41.

Equipas:

– Vitória SC: Bruno Varela, João Ferreira (Quaresma, 46), Jorge Fernandes, Abdul Mumin, Hélder Sá, Alfa Semedo (Janvier, 62), Tiago Silva (André Almeida, 46), Rúben Lameiras (Geny, 62), Rochinha, Bruno Duarte (Nélson da Luz, 66) e Oscar Estupiñán.

(Suplentes: Matous Trmal, Sílvio, Borevkovic, Rafa Soares, Janvier, André Almeida, Geny Catamo, Quaresma e Nélson da Luz).

Treinador: Pepa.

– Arouca: Victor Braga, Thales, Galovic, Basso, Quaresma (Bruno Marques, 90), Eboué Kouassi, Pedro Moreira, David Simão (Leandro, 71), Bukia (Tiago Esgaio, 81), Antony e André Silva.

(Suplentes: Zubas, Tiago Esgaio, Abdoulaye, Marco Soares, Leandro, Pité, Alan Ruiz, Tiago Araújo e Bruno Marques).

Treinador: Armando Evangelista.

Árbitro: Artur Soares Dias (Associação de Futebol do Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Eboué Kouassi (28), Galovic (48), Nélson da Luz (67), David Simão (70), Quaresma (80), Janvier (86), Jorge Fernandes (88) e Leandro (89).

Assistência: 8.865 espetadores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Rui Bragança campeão nacional de taekwondo. Próximo passo: Europeu

Próximo Artigo

Guimarães: Perdeu o pai para o cancro, escreveu um livro e doou as vendas ao IPO

Artigos Relacionados
x