Seguir o O MINHO

Alto Minho

Violinista de Lanhelas tocou com a Orquestra da RTVE em Espanha

em

Ana Pereira, Lanhelas (Caminha). Foto: Divulgação

A violinista Ana Pereira, de Lanhelas, Caminha, que pertence à Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML), apresentou-se esta sexta-feira como concertino com a Orquestra da RTVE de Espanha, em Madrid, num concerto que inclui obras dos espanhóis José Peris e Jesús Guridi.

O concerto no Teatro Auditorio San Lorenzo de El Escorial, nos arredores de Madrid, foi dirigido pelo maestro Miguel Gómez Martínez, e além da estreia da peça “Concierto Espiritual”, de José Peris, falecido em abril do ano passado, inclui “Cuadros Vascos”, de Jesús Guridi, antes de encerrar com a Sinfonia n.º 4 de Anton Bruckner.

“A violinista Ana Pereira, concertino da OML, vai desempenhar [desempenhou] as mesmas funções na Orquestra da RTVE, esta sexta-feira em Madrid, no âmbito da parceria entre a Metropolitana e o grupo de rádio e televisão públicas de Espanha”, afirmou a Metropolitana em comunicado hoje divulgado, salientando que “este é o primeiro momento do vasto programa internacional que vai decorrer ao longo do ano e que envolve os músicos profissionais da OML e os estudantes da Metropolitana”.

“Concerto para Violino em Ré Maior de Tchaikovsky – Solista Ana Pereira” (arquivo)

Ana Pereira é desde junho de 2015 concertino da OML, tendo iniciado os estudos musicais na sua freguesia natal, Lanhelas, no concelho de Caminha, na banda filarmónica local, e aos 12 anos matriculou-se na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo, na classe de violino de José Manuel Fernandéz Rosado.

A violinista faz parte da OML desde 2008 e em 2011 venceu o Prémio Internacional Jovens Violinistas – A Herança de Paganini, realizado no Teatro S. Luiz, em Lisboa.

Ana Pereira já tocou em Espanha, no âmbito de uma digressão da Orquestra Académica Metropolitana, marcando este concerto a sua estreia em Espanha como concertino ou 1.º violino.

No âmbito do protocolo assinado pela Metropolitana e a Orquestra e Coro da RTVE, quatro elementos da orquestra espanhola vão apresentar-se em Lisboa para o recital “Viagem Iberoamericana”, um programa de música de câmara com obras de Gaspar Cassado, Luís de Freitas Branco e Antonin Dvorák.

Marian Moraru, Lavinia Olga Moraru (violino), Sergio Sola (violeta) e Javier Albarés (violoncelo) são os solistas espanhóis que estarão presentes em Lisboa, no dia 10 de março, no Teatro Thalia.

Uma semana mais tarde, a 17 de março, será a vez dos solistas da Metropolitana se deslocarem à capital espanhola: Ana Pereira, José Teixeira (violino), Joana Cipriano (violeta) e Ana Cláudia Serrão (violoncelo) vão interpretar o Quarteto de Cordas N.º 2 de Joseph Haydn e o Quarteto N.º 1 de Pedro Amaral.

No ano passado, em setembro, o concertino Miguel Borrego, da Orquestra RTVE, tocou no concerto inaugural da temporada 2017/2018 da Metropolitana, em Lisboa.

No âmbito desta parceria está previsto um concerto conjunto em Madrid, a 07 de dezembro, no calendário da temporada de música sinfónica da RTVE.

O protocolo entre a Metropolitana e o Coro e a Orquestra da Rádio Televisão Espanhola foi assinado a 02 de junho do ano passado, em Lisboa, com objetivo de permitir “intercâmbios diversos” e apostar na “progressiva, consistente e continuada internacionalização” da Metropolitana, como disse na ocasião à agência Lusa o maestro Pedro Amaral, diretor artístico da Metropolitana.

A Metropolitana conta, ainda este ano, assinar um protocolo com o Forum Voix Etouffées, que prevê a deslocação dos solistas da Metropolitana a Lyon, em França, onde vão atuar na prisão de Monluc, no âmbito do ciclo “Compositores Exilados”.

Populares