Seguir o O MINHO

Futebol

Veríssimo assume equipa B do Benfica

II Liga

em

O treinador Nélson Veríssimo está de regresso ao Benfica para treinar a equipa B dos ‘encarnados’, foi hoje anunciando, substituindo no cargo Renato Paiva, que vai dirigir os equatorianos do Independiente del Valle.

“Após alguns meses de interregno na atividade profissional, Nélson Veríssimo prepara-se para assumir o comando técnico da equipa B do clube, sucedendo a Renato Paiva”, refere o Benfica no seu sítio oficial, explicando que o técnico assume funções a partir de segunda-feira.

Veríssimo, de 43 anos, esteve no cargo de adjunto da equipa B do Benfica desde 2012 até à época 2018/19, coadjuvando vários treinadores, casos de Luís Norton de Matos, Hélder Cristóvão e Bruno Lage.

Na época de 2018/19 subiu ao cargo de adjunto da equipa principal, acompanhando o técnico Bruno Lage, numa época em que o Benfica conquistou o campeonato.

Na parte final da época 2019/20, Nelson Veríssimo assumiu os destinos da equipa principal, de forma interina, após a saída de Bruno Lage. Acabou por deixar o clube no final da época, chegando Jorge Jesus para assumir os destinos do Benfica.

“O percurso profissional de Veríssimo nos quadros técnicos do Benfica permitiu-lhe ter um vasto conhecimento sobre o contexto, objetivos e importância da equipa B no projeto global de formação do clube, assim como adquirir experiência no patamar máximo do futebol benfiquista. Durante este processo de desenvolvimento e aprendizagem, o técnico teve um papel determinante no lançamento de inúmeros jovens para os patamares de elite do futebol nacional e internacional”, acrescenta o documento.

Já Renato Paiva, de 50 anos, parte para a sua primeira aventura no estrangeiro e vai treinar os equatorianos do Independiente del Valle.

“O Independiente del Vale anuncia que Renato Paiva é o novo treinador da sua equipa profissional. O técnico português assinou um contrato de dois anos. Desejamos as máximas felicidades ao Renato, que vai chegar ao país nos primeiros dias de janeiro para começar a trabalhar”, referiu o clube equatoriano.

Populares