Seguir o O MINHO

Braga

Um final feliz para a “Mimi” no Dia Mundial do Gato

“Uma vez vadio, sempre vadio”. No Dia Mundial do Gato, a história de “Mimi” que, com cinco meses, já foi resgatada três vezes

em

Foto: Cedida a O MINHO

“Uma vez vadio, sempre vadio”. No Dia Mundial do Gato, a história de “Mimi” merece destaque, ou não tivesse sido já resgatada por três vezes ao longo dos cinco meses de idade.


Rui Sousa, comercial da Carclasse em Barcelos, explica que a gata “Mimi” surgiu na sua vida há cerca de quatro meses, ainda bebé. “Um senhor chegou à nossa loja e tinha um gato vadio preso no motor. Tivemos de desmontar a parte dianteira da viatura para a conseguir retirar. Quando percebi que ninguém queria a gata, decidi ficar eu com ela”, conta a O MINHO.

Trouxe-a depois para Figueiredo, Amares, onde reside, para fazer companhia a outra gata, a “Princesa”. Mas, cerca de um mês depois, Mimi voltou a entrar para a zona de motor de um carro, e acabou por ser necessária a intervenção de um mecânico, para o segundo resgate do felino.

Nos últimos meses, tudo correu bem, até que esta quarta-feira, por motivos desconhecidos, a gata resolveu subir ao topo de uma árvore. E não quis descer.

“Tentei trepar a árvore mas quanto mais eu subia, mais ela se escondia. Resolvi deixar passar a noite, até porque estava a chover e fiquei com esperança de que ela descesse sozinha, mas hoje, ao acordar, percebi que permanecia lá em cima”, conta Rui.

Foi aí que decidiu ligar para os Bombeiros de Amares, que se deslocaram ao local com dois operacionais e uma autoescada. E o resgate foi concluído com sucesso, como nos conta João Ferreira, bombeiro que a retirou do topo da árvore em conjunto com a bombeira Cláudia Leitão.

“Não foi fácil numa fase inicial porque quando me aproximei ela subiu ainda mais”, explica o bombeiro. “Devia estar a uns 6 metros de altura quando finalmente a conseguimos resgatar. A partir daí foi simples”, acrescenta.

Foi então novamente entregue a Rui Sousa que não coube em si de contente. “Eu já me afeiçoei muito a esta gata. Levei-a há pouco tempo ao veterinário para vacinação e disseram-me que era provável que voltasse a fugir, porque é ‘arisca'”.

Durante esta quinta-feira, depois de resgatada, “Mimi” passou o dia a dormir. Mas depois de recuperar energias, certamente aprontará outras, ou assim já antecipa Rui.

“Ela dá muitos trabalho mas gosto muito dela. Está bem tratadinha, e nunca a vou abandonar, porque a partir do momento em que entra um animal em casa, passa a ser da família”, assegura.

Dia Mundial do Gato

Criado em 2002 pela International Fund for Animal Welfare, o Dia Mundial do Gato existe para “celebrar o animal de estimação mais popular do mundo” e que era venerado como os deuses no antigo Egito.

Estima-se que existem cerca de 500 milhões de gatos no mundo.

Anúncio

Braga

Jovem de 22 anos agredida e atirada de carro em andamento em Braga

Em Adaúfe

em

Imagem ilustrativa

Uma jovem de 22 anos foi agredida e atirada de um carro em andamento ontem à noite, na EN205-4, em Adaúfe, concelho de Braga.

O condutor agrediu a mulher, que seria amiga, com um soco num olho e fê-la sair do carro ao pontapé e ao empurrão, enquanto conduzia.

O homem, ao volante de um BMW, ainda voltou ao local e foi novamente embora, sem prestar auxílio.

Os Bombeiros Sapadores de Braga, acionados às 22:06, transportaram a vítima politraumatizada e em estado de choque para o Hospital de Braga.

A GNR ouviu testemunhas, que ainda foram no encalço do agressor, mas sem sucesso.

Continuar a ler

Braga

Artesão trabalha a 800 metros de altura entre Vila Verde e Ponte da Barca

Cultura e tradição

em

Foto: Armando Carriça / O MINHO

Fernando Rei, um dos últimos mestres da tecelagem manual no Minho, preparou uma surpresa, na passada sexta-feira, a cerca de uma dezena de elementos que participavam numa caminhada pelas terras da Nóbrega, na raia distrital entre os concelhos de Vila Verde e Ponte da Barca.

A cerca de 800 metros de altura, no topo do Castelo de Aboim (dividido entre as localidades de Aboim da Nóbrega e do Livramento), o jovem tecelão, vencedor de vários prémios nacionais e internacionais, criou uma manta enquanto o sol se pôs, terminando o trabalho já sob o luar limpo do monte onde se consegue avistar concelhos de Braga, Vila Verde, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca.

Foto: Armando Carriça / O MINHO

Foto: Armando Carriça / O MINHO

Foto: Armando Carriça / O MINHO

O tecelão, apesar de jovem, é um dos últimos guardiões desta arte milenar, vivendo exclusivamente do trabalho que produz num pequeno anexo, na residência em Aboim da Nóbrega, concelho de Vila Verde.

Recentemente, fez parte de um grupo de tecelões portugueses que compuseram uma nova mala do estilista francês Christian Louboutin, lançada em 2019 e com venda em exclusivo no site My Theresa por 1.659 euros.

A peça que Fernando ajudou a criar foi bastante elogiada na revista Vogue, uma das mais prestigiadas publicações cosmopolitas a nível mundial.

Foto: Tearte / Divulgação

Entre a carteira de clientes, Fernando Rei tem uma empresa sueca de sapatilhas, entre outras marcas conhecidas do mercado têxtil. É, também, presença assídua nas mais importantes feiras e exposições de moda em Portugal e Espanha, como a FIL e a Feira de Madrid.

Lethes Go

Cristina Lima, gerente da Lethes Go, que organizou a caminhada, explica que a surpresa foi combinada com antecedência, de forma a proporcionar uma aventura diferente aos turistas que caminharam pelos trilhos de Vila Verde.

“Tivemos essa curiosidade de o artesão Fernando Rei, do conhecido projeto Tearte, levar o tear para o topo do monte do castelo para um raro momento ao vivo, de forma a mostrarmos a tradição local durante a caminhada”, explicou a responsável a O MINHO.

Orientados pelos guias Domingos Costa e Armando Carriça, os participantes, vindos de diferentes pontos de Portugal (e até da Polónia) ficaram “encantados”, assegura Cristina.

Foto: Armando Carriça / O MINHO

“Ficaram encantados, aproveitaram o pôr-do-sol e com isto tudo misturado deu para culminar em beleza todo o programa que fizemos durante o final de tarde e início de noite”, conta.

A Lethes Go, com sede em Viana do Castelo, organiza eventos personalizados relacionados com cultura, natureza e preservação ambiental, onde a missão passa pela sustentabilidade e pela promoção do desenvolvimento local no Minho, com especial incidência no vale do Lima.

Continuar a ler

Braga

Homem esfaqueado pela companheira em Vieira do Minho

Violência doméstica

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 48 anos foi transportado para o hospital depois de ter sido atingido com uma arma branca pela companheira, após um episódio de violência doméstica na habitação onde residem, em Vieira do Minho.

Ao que apurou O MINHO, o casal estava a agredir-se mutuamente quando a mulher terá pegado numa faca e desferiu um golpe num dos braços do companheiro.

Foi solicitada a presença da GNR de Vieira do Minho que acorreu ao local com uma patrulha e ativou os serviços de emergência para uma situação de agressão com dois feridos.

Chegados ao local, na Rua Souto do Monte, freguesia de Mosteiro, os Bombeiros de Vieira do Minho prestaram primeiro auxílio às duas vítimas, mas apenas o homem foi levado para o Hospital de Braga. A mulher recusou transporte.

O alerta foi dado às 15:29 segundo informação da Autoridade da Proteção Civil.

A GNR registou a ocorrência como sendo um caso de agressões entre casal.

Continuar a ler

Populares