Seguir o O MINHO

Braga

Terras de Bouro investe um milhão em projetos no Gerês

Obras públicas

em

Foto: O MINHO/Arquivo

A Câmara de Terras de Bouro tem em curso três projetos de investimento, na vila do Gerês, no valor de um milhão de euros, integrados no programa transfronteiriço comunitário Raia Termal. A assinatura dos contratos de adjudicação deve ser feita ainda este mês.


O seu presidente Manuel Tibo disse a O MINHO que, no quadro deste projeto está prevista a beneficiação da rede de drenagem de águas residuais, na área de influência do complexo termal da vila, no troço entre a rua Lagrifa Mendes, a Praceta Honório de Lima e a Rua Manuel Gomes de Almeida.

“O Raia Termal, cofinanciado pelo POCTEP (Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal) – com fundos europeus – visa a preservação dos espaços fluviais transfronteiriços dos rios Minho e Lima, e a melhoria dos recursos termais existentes entre Ourense e o Norte de Portugal, com destaque para o Parque Nacional da Peneda-Gerês”, explicou.

O autarca adiantou que, foi, ainda, lançado o concurso para a criação de uma Rede Pedonal entre o Rio Caldo e Vilar da Veiga (1.ª Fase), para melhorar as condições de circulação dos peões e turistas entre dois polos de atração turística.

De igual modo, está a concurso, em parceria com o ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), a reabilitação do Parque da Assureira (1.ª Fase), que inclui a limpeza, tratamento e restauro do monumento “Banco de Ramalho Ortigão”, o qual evoca as estadias do escritor no Gerês.

Plataformas sobre o rio

Está, também, em marcha a colocação de plataformas sobre o rio Gerês- afluente do Cávado – , no eixo compreendido entre a Colunata, Praceta Honório de Lima e a praceta do rio Gerês, com instalação de um sistema de iluminação, estabilização do talude adjacente, construção de um passeio com área de parqueamento e escada de acesso ao local, para além da instalação de mobiliário urbano.

No que respeita à requalificação da Rua Miguel Torga, a obra passa pela construção de passeios, a pavimentação dos sobrantes/valetas, a melhoria, do escoamento das águas pluviais, da iluminação pública e do mobiliário urbano, bem como o rejuvenescimento do pavimento da faixa de rodagem.

ROMANOS IAM ÀS TERMAS

Há mais de dois mil anos já os Romanos tiravam partido dos benefícios das águas termais do Gerês, apesar de na altura a serra ser um local de difícil acesso.

A Instância Termal do Gerês localiza-se no coração do único Parque Nacional português, uma zona com paisagens deslumbrantes e com uma riquíssima fauna e flora que o complementam.

Anúncio

Braga

Destruiu casa da ex-namorada e ainda agrediu agentes da PSP em Braga

Violência doméstica

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 39 anos entrou na casa da ex-namorada, sem permissão, e começou a destruir o interior da mesma. Quando a polícia foi chamada ao local, o indivíduo ainda agrediu dois agentes.


A PSP de Braga foi alertada, no domingo, pelas 22h30, para uma situação de violência doméstica numa artéria da cidade.

Em comunicado, a polícia relata que se deslocou de imediato para o local, “tendo constatado que o suspeito, um cidadão com 39 anos, introduziu-se no interior do apartamento da sua ex-namorada, sem o seu consentimento, encontrando-se a destruir o recheio da mesma”.

“No decurso da intervenção policial, o mesmo continuou a ter uma atitude bastante alterada e agressiva, tendo ainda provocado ferimentos em dois agentes”, acrescenta a PSP.

O homem foi detido e é hoje presente no Tribunal Judicial de Braga.

Continuar a ler

Braga

Autarca levou carrinha da Junta a comício do PSD. Vai doar 1.250 euros para evitar julgamento

Vila Verde

em

Manuel Rodrigues. Foto: DR

O autarca de Marrancos e Arcozelo, em Vila Verde, tem de doar 1.250 euros à Liga Portuguesa contra o Cancro para ver arquivado o processo de utilização de uma carrinha da autarquia para ir a um comício do PSD.


Em nota hoje publicada na sua página, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que o Ministério Público (MP) determinou a suspensão provisória do processo de inquérito, por quatro meses, aplicando ao arguido a obrigação de doar aquela quantia.

Findo o prazo de quatro meses, o processo é arquivado se o arguido pagar a quantia fixada.

A injunção foi aplicada com a anuência do arguido e com a concordância do juiz de instrução.

O MP considerou indiciado que o arguido, Manuel Rodrigues (PSD), presidente da União de Freguesias de Marrancos e Arcozelo, utilizou, no dia 19 de maio de 2019, um veículo automóvel da autarquia para, juntamente com outras pessoas, se deslocar ao comício de Rui Rio, para as Europeias, na Quinta da Malafaia, em Esposende.

Para o MP, aquele modo de proceder fez o arguido incorrer na prática de um crime de peculato de uso, punível com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias.

No entanto, o MP decidiu-se pela suspensão provisória do processo, solução processual admissível face à moldura penal da infração e adequada às circunstâncias do caso e do arguido, designadamente ausência de antecedentes criminais, inserção social e profissional, ressarcimento da freguesia pela utilização do veículo já operado e caráter singular da conduta.

Na altura dos factos, o CDS de Vila Verde participou ao Ministério Público e à Comissão Nacional de Eleições o caso da utilização de uma carrinha de uma junta de freguesia do concelho para transportar pessoas para um comício do PSD, em Esposende.

Integrado na campanha para as Europeias, o comício contou com a presença de Rui Rio e Paulo Rangel.

Na altura, contactado pela Lusa, Manuel Rodrigues confirmou a utilização da carrinha a pedido de um particular, que pagou pelo “serviço” 150 euros.

“No fundo, foi um ‘donativo’ para a Junta, porque pagaram-nos 150 euros e nem sequer 40 euros gastámos”, referiu.

O autarca foi uma das nove pessoas que foram ao comício na carrinha, que foi conduzida pelo tesoureiro da Junta.

O CDS, na exposição que fez à Comissão Nacional de Eleições e ao Ministério Público, aludia a uma situação “absolutamente abusiva” e questionava se não estaria em causa um crime, “agravado por se tratar de período de campanha eleitoral, prejudicando deliberadamente todas as outras forças partidárias nacionais”.

O presidente da Junta disse que cedeu a carrinha “de boa-fé” e a pensar “no bem” da freguesia, mas garantiu que aquela fora “a primeira e última vez”.

“Sou novo nisto [primeiro mandato], nunca pensei que isto fosse dar esta polémica toda, mas agora admito que fui ingénuo. Não voltará a acontecer”, referiu.

Continuar a ler

Braga

Estacionamento em Braga volta a ser pago a partir de hoje

Desconfinamento

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A partir de hoje, os estacionamentos urbanos em Braga voltam a ser pagos.


Em comuncicado, os Estacionamentos Urbanos de Braga anunciam que reiniciam esta segunda-feira a fiscalização e cobrança do estacionamento nas Zonas de Estacionamento de Duração Limitada – ZEDL.

“Excluem-se, desta situação, os moradores em situação de teletrabalho, apoio aos filhos, desemprego / layoff ou isolamento profilático, devendo para tal os moradores apresentarem os respetivos comprovativos da situação”, refere o comunicado.

As avenças de moradores e comerciantes podem ser pagas, desde o dia 26 de maio, na Loja dos EUB, no multibanco ou através de Internet Banking.

Continuar a ler

Populares