Seguir o O MINHO

SC Braga

SC Braga arranca com empate frente ao Zorya

em

O SC Braga iniciou hoje a temporada com um empate 1-1 na visita aos ucranianos do Zorya, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa de futebol.

Na Arena Slavutych, em Zaporizhia, casa ‘emprestada’ do Zorya, Ricardo Horta colocou os bracarenses na frente, aos 69 minutos, mas Oleksandr Karavaev repôs a igualdade, aos 72.

O jogo da segunda mão está marcado para a próxima quinta-feira, às 20:30, no Estádio Municipal de Braga.

O vencedor da eliminatória avança para o ‘play-off’ de acesso à fase de grupos, no qual vai defrontar os alemães do Leipzig ou os romenos do Universitatea Craiova.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

SC Braga

Carlos Carvalhal pode suceder a Abel Ferreira no SC Braga

Abel pode estar a caminho de França

em

Foto: DR/Arquivo

O treinador Abel Ferreira pode estar de saída do SC Braga, e o seu sucessor poderá ser o bracarense Carlos Carvalhal, que orientou a equipa na época 2006/07.

Abel Ferreira não deve avançar para a sua terceira época no SC Braga. A confirmação deve ser anunciada nos próximos dias, e o Nantes pode ser o destino do treinador.

Carlos Carvalhal, de 53 anos, está sem clube desde que deixou o Swansea na última temporada e posiciona-se como o mais forte candidato ao cargo, segundo avança o jornal A Bola.

Carvalhal foi jogador do SC Braga em três oportunidades entre os anos 1980 e 1990, e orientou a equipa em 2006/07 e deixou o clube após nove jornadas, invocando razões pessoais.

Continuar a ler

SC Braga

Jogadora do Braga no ‘onze’ ideal do Europeu de sub-17 de futebol feminino

Que decorreu na Bulgária

em

Foto: Divulgação

A futebolista internacional portuguesa de sub-17 Sofia Silva, que alinha no SC Braga, foi escolhida hoje pelos observadores técnicos da UEFA para integrar a equipa ideal do Europeu da categoria, que decorreu na Bulgária.

A defesa Sofia Silva, capitã da seleção portuguesa que foi afastada pela Alemanha nas meias-finais do Europeu sub-17, foi titular em três das quatro partidas disputadas por Portugal na competição.

A Alemanha, que se sagrou campeã europeia do escalão, ao vencer a Itália no desempate por grandes penalidades, é a seleção mais representada no ‘onze’ ideal, com cinco jogadoras.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga foi o melhor classificado entre os ‘não grandes’ pela 14.ª vez e igualou o Vitória

Belenenses e Boavista seguem à frente neste capítulo

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O SC Braga foi o melhor classificado entre os ‘não grandes’ (Benfica, FC Porto e Sporting) pela 14.ª vez e igualou o vizinho e rival minhoto Vitória SC, ao ser quarto da I Liga 2018/19, resultado, ainda assim, curto para as suas ambições.

O presidente António Salvador já fez saber da ambição de chegar ao título antes do centenário do clube, em 2021, pelo que ser o melhor dos ‘outros’, muito longe dos ‘grandes’, após ponta final penosa, não satisfará os ‘arsenalistas’.

Com um plantel sem ‘estrelas’, mas com muitas soluções de qualidade, o SC Braga chegou a fazer ‘sonhar’ os seus adeptos de que poderia ser esta época, com um bom arranque e a liderança, após a terceira e sexta jornadas.

A invencibilidade durou até à nona ronda (seis vitórias e três empates) e, à 10.ª, os comandados de Abel Ferreira apresentaram-se no Dragão no segundo lugar, com os mesmos pontos dos líderes, e assustaram, com duas bolas nos ‘ferros’, antes de caírem com um golo aos 88 minutos, de Soares.

Quatro rondas depois, o pesadelo foi bem maior, com uma goleada por 6-2 sofrida na Luz, ainda perante o Benfica de Rui Vitória, que sairia após a ronda seguinte.

Os bracarenses ainda terminaram a jornada 16 no segundo posto, mas fecharam a primeira volta com um empate 1-1 em Portimão, que significou a queda para o terceiro.

Abel deve continuar no SC Braga? – inquérito

Na segunda volta, o SC Braga não mais chegou aos lugares de ‘Champions’ e, à 27.ª ronda, após um desaire por 3-2 na receção ao FC Porto, caiu para o quarto lugar, no qual se ‘afundou’, com uma parte final para esquecer.

Ainda assim, o SC Braga revalidou, sem problemas, o título de ‘rei dos pequenos’, mas muito longe dos 75 pontos (menos oito) e 74 golos (menos 18) da época passada.

Foi também o quarto ‘cetro’ em cinco anos e oitavo na última década: desde 2009/10, época em que, sob o comando de Domingos Paciência, disputou o cetro com o Benfica, só não ‘reinou’ em 2013/14, ‘perdido’ no nono lugar, e 2016/17.

Os ‘arsenalistas’ igualaram os 14 ‘canecos’ dos vimaranenses e ficaram a dois dos 16 do Boavista, segundo do ‘ranking’, que não é o melhor desde que foi ‘vice’ em 2001/2002, a época seguinte à do seu único título.

Na liderança, muito confortável, segue o Belenenses, que foi ‘gigante’ há muitos anos, conseguindo mesmo ganhar um campeonato, em 1945/46, e terminou 25 vezes a prova como a melhor equipa entre os não ‘grandes’.

A formação que agora ‘mora’ no Jamor já não acaba como o melhor deste campeonato desde 1987/88, quando foi terceira, à frente do Sporting.

– ‘Ranking’ do ‘rei dos pequenos’:

1. Belenenses 25 (1935 a 37, 39 a 43, 45 a 49, 52, 53 a 60, 63, 73, 88)

2. Boavista 16 (1975 a 77, 80, 81, 85, 89, 91 a 94, 96, 99, 2000 a 2002)

3. Vitória SC 14 (1961, 64, 66, 69, 82, 83, 86, 87, 90, 95, 98, 2003, 2008, 2017)

. SC Braga 14 (1978, 79, 84, 97, 2005 a 2007, 2010 a 2012, 2015, 2016, 2018, 2019)

5. Vitória FC 4 (1970 a 72, 74)

6. Atlético 3 (1944, 50, 51)

7. CUF 2 (1962, 65)

. Académica 2 (1967, 68)

. Nacional 2 (2004, 2009)

10. Carcavelinhos 1 (1938)

. Paços de Ferreira 1 (2013)

. Estoril Praia 1 (2014)

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Patrocinado

Reportagens da Semana

Populares