Seguir o O MINHO

Terras de Bouro

Terras de Bouro pode receber Rede ATM Express no Gerês

em

A SIBS – Sociedade Interbancária de Serviços mostra-se receptiva a “analisar a viabilidade” de instalar terminais da Rede ATM Express em Terras de Bouro, procurando suprimir as lacunas existentes devido à pouca oferta de caixas multibanco, nomeadamente na vila do Gerês e no Campo do Gerês.

Essa intenção foi transmitida pela administração da sociedade numa carta enviada à AEVH – Associação Empresarial do Vale do Homem, depois de este organismo lhe ter remetido uma missiva em que dava conta da sua apreensão face ao reduzido número de equipamentos da Rede Multibanco em alguns pontos estratégicos da região.

No documento, a AEVH lembrava que a zona tem “forte dinâmica nas áreas da hoteleira, restauração, comércio e oferta turística diversa, conta com milhares de camas para alojamento e recebe anualmente mais de três milhões de turistas nacionais e estrangeiros, face à diversidade da oferta, da qualidade dos espaços e do imenso potencial natural”.

Mostrava-se, por isso, “preocupada” tendo em conta “a reduzida, mesmo nula em algumas áreas, rede ATM (Multibanco) em alguns pontos estratégicos de visitação, facto que afecta muito os operadores turísticos, em primeira instância, e os próprios visitantes”.

Na resposta, hoje divulgada pela associação, a SIBS lembra que as caixas multibanco são propriedade dos próprios bancos, mas realça que lançou, no final de 2016, a Rede ATM Express, “vocacionada para o cliente estrangeiro (turistas e residentes), na sequência do desenvolvimento do turismo em Portugal”.

Esta rede “serve os utilizadores estrangeiros, turistas ou residentes, de forma rápida, conveniente e segura”, disponibilizando “a operação mais procurada pelos estrangeiros em ATM, isto é, levantamentos”.

Acrescenta que, “apesar de estar vocacionada para o cliente estrangeiro, a Rede ATM Express também pode ser usada por portugueses, com a mesma fiabilidade e confiança da Rede Multibanco”.

“A utilização da Rede pelos portugueses obedece às mesmas condições que hoje têm quando usam os seus cartões bancários no Multibanco. Os portugueses têm ao seu dispor na Rede ATM Express as operações de levantamento, consultas de saldo e de movimentos, pagamentos de serviços, pagamentos ao Estado e carregamento de telemóveis”, explica.

Nos próximos dias, a administração da SIBS deve reunir-se com a Associação Empresarial e com a Câmara Municipal de Terras de Bouro para dar sequência a este processo.

Em Terras de Bouro, existem atualmente sete equipamentos da Rede Multibanco para servir os cerca de sete mil habitantes, mas há zonas, como a Vila do Gerês e o Campo do Gerês, onde existe muita procura turística mas sem a oferta adequada em termos de ATM.

Braga

Prisão preventiva para homem que tentou matar vizinho em Terras de Bouro

Com possibilidade de passar a domiciliária

Foto: O MINHO

O homem detido pela Polícia Judiciária após perseguir aos tiros um vizinho, em Terras de Bouro, foi colocado em prisão preventiva com a possibilidade de passar para prisão domiciliária. O arguido responde pelos crimes de tentativa de homicídio, dano com violência e detenção de arma proibida, indiciou hoje a Polícia Judiciária.

Como O MINHO noticiou em primeira mão, o suspeito agrediu o vizinho a soco e pontapé e ainda disparou seis tiros, que não lhe acertaram. Depois, danificou a carrinha da vítima, que, devido às agressões, sofreu vários hematomas, tendo sido transportada para o Hospital de Braga.

Homem que agrediu vizinho em Terras de Bouro detido por tentativa de homicídio

Em comunicado, a Polícia Judiciária revelou que “os conflitos entre o detido e a vítima eram frequentes e ocorriam há cerca de dez anos, relacionados com disputas de terrenos e acusações mútuas de furto e dano”.

“Na prática dos crimes foram utilizados uma arma de fogo e uma sachola, tendo os contendores sido assistidos no hospital com ferimentos ligeiros”, acrescentava o comunicado.

O arguido vai ser presente à autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Continuar a ler

Braga

Homem que agrediu vizinho em Terras de Bouro detido por tentativa de homicídio

Conflitos ocorriam há cerca de dez anos

Suspeito foi detido pela PJ de Braga. Foto: O MINHO

O homem de 42 anos anos que agrediu ao soco e pontapé e perseguiu com tiros um vizinho, em S. Mateus da Ribeira, Terras de Bouro, na segunda-feira, foi detido pelos crimes de tentativa de homicídio, dano com violência e detenção de arma proibida, indiciou hoje a Polícia Judiciária.

Como O MINHO noticiou em primeira mão, o suspeito agrediu o vizinho a soco e pontapé e ainda disparou seis tiros, que não lhe acertaram. Depois, danificou a carrinha da vítima, que, devido às agressões, sofreu vários hematomas, tendo sido transportada para o Hospital de Braga.

Em comunicado, a Polícia Judiciária revela que “os conflitos entre o detido e a vítima eram frequentes e ocorriam há cerca de dez anos, relacionados com disputas de terrenos e acusações mútuas de furto e dano”.

Agride, persegue aos tiros e ainda danifica carrinha de vizinho em Terras de Bouro

“Na prática dos crimes foram utilizados uma arma de fogo e uma sachola, tendo os contendores sido assistidos no hospital com ferimentos ligeiros”, acrescenta o comunicado.

O arguido vai ser presente à autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Continuar a ler

Braga

Agride, persegue aos tiros e ainda danifica carrinha de vizinho em Terras de Bouro

PJ investiga

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Um homem de 45 anos terá agredido e perseguido aos tiros um vizinho, de 61, na tarde desta segunda-feira, por volta das 17:30, em S. Mateus da Ribeira, Terras de Bouro.

Ao que O MINHO apurou, o suspeito agrediu o vizinho a soco e pontapé e depois foi a casa buscar uma pistola e correu atrás dele por campos agrícolas, disparando, segundo testemunhas, pelo menos seis tiros. Nenhum acertou na vítima.

Depois, pegou numa enxada e partiu os vidros e danificou a carrinha do homem de 61 anos que, devido às agressões, sofreu vários hematomas, tendo sido transportado para o Hospital de Braga pelos Bombeiros de Terras de Bouro.

Desconhecem-se as motivações da contenda, mas o agressor, que foi detido, já teria ameaçado o vizinho de morte.

Por se tratar de um crime com arma de fogo, a investigação foi entregue à Polícia Judiciária, que esteve no local a fazer diligências.

Continuar a ler

Populares