Seguir o O MINHO

Região

Reitor da UMinho dá as boas-vindas a 3.100 novos estudantes

Ensino superior

em

Foto: DR

Os cerca de 3.100 novos estudantes da Universidade do Minho (UMinho) vão ser simbolicamente recebidos na próxima quarta-feira, dia 07 de outubro, às 18:00, no Auditório Nobre, no campus de Azurém, em Guimarães.


A cerimónia – adiantou a Reitoria – inclui intervenções do Reitor, Rui Vieira de Castro e do presidente da Associação Académica (AAUM), Rui Oliveira e contará com a presença de um aluno de cada curso de licenciatura / mestrado integrado colocado na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso e ainda representantes dos cerca de 300 alunos que acolheram os novos estudantes da Universidade.

“Voltando a assinalar o início do ano letivo com uma cerimónia tradicionalmente marcante para os novos estudantes”, a sessão decorre de forma presencial dando cumprimento às regras de distanciamento físico. Face à impossibilidade de se poder contar, neste ano, com a presença física de todos os novos estudantes na sessão, a mesma será transmitida, via «streaming», através do YouTube oficial da UMinho e da página oficial da instituição no Facebook.

Esta cerimónia de boas-vindas conta ainda com a atuação de um quarteto de cordas composto por alunos da instituição.
Ao longo da última semana, os novos estudantes tiveram oportunidade de conhecer os campi universitários, os seus novos colegas de curso e as suas Escolas e Institutos. Este programa de acolhimento foi desenvolvido em parceria entre a UMinho, as suas Escolas e Institutos e a AAUM.

Anúncio

Braga

“Um diamante”. Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, está nas finais do The Voice

O cantor Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, apurou-se este domingo para as galas do concurso televisivo The Voice, transmitido na estação televisiva RTP, com a música de Marvin Gaye, Let’s Get It On. Depois de passar três fases – “Prova às cegas”, “Batalhas” e “Tira-teimas” -, o melódico intérprete minhoto foi escolhido por Áurea – que o apelidou de ‘diamante’ -, para integrar a sua equipa nas grandes galas finais do concurso.

em

O cantor Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, apurou-se este domingo para as galas do concurso televisivo The Voice, transmitido na estação televisiva RTP, com a música de Marvin Gaye, Let’s Get It On. Depois de passar três fases – “Prova às cegas”, “Batalhas” e “Tira-teimas” -, o melódico intérprete minhoto foi escolhido por Áurea – que o apelidou de ‘diamante’ -, para integrar a sua equipa nas grandes galas finais do concurso.

Continuar a ler

Guimarães

Centenas de bombos ecoaram a partir das varandas de Guimarães

Centenas de pessoas aderiram à iniciativa do Dia do Pinheiro, versão 2020, que consistiu no tradicional toque do bombo, mas desta vez à varanda, face às limitações provocadas pela pandemia de covid-19. Depois de uma manhã ‘atribulada’, onde a cidade ganhou protagonismo a nível nacional, face a aglomerados no centro histórico, desta vez foi diferente, e os Nicolinos rufaram os tambores a partir de casa. Vídeo: Ricardo Coelho Lima

em

Foto: DR / Arquivo

Centenas de pessoas aderiram à iniciativa do Dia do Pinheiro, versão 2020, que consistiu no tradicional toque do bombo, mas desta vez à varanda, face às limitações provocadas pela pandemia de covid-19. Depois de uma manhã ‘atribulada’, onde a cidade ganhou protagonismo a nível nacional, face a aglomerados no centro histórico, desta vez foi diferente, e os Nicolinos rufaram os tambores a partir de casa. Vídeo: Ricardo Coelho Lima

Continuar a ler

Alto Minho

Via da Geira em destaque na National Geographic pela lente de Carlos Pontes

Fotógrafo e videógrafo natural de Ponte da Barca

em

Imagem: Cortesia National Geographic

A edição especial de dezembro da edição portuguesa da National Geographic, “Jóias do Passado em Portugal”, traz em destaque dois trabalhos do fotógrafo e videógrafo de natureza Carlos Pontes, natural de Ponte da Barca, sobre dois “monumentos muito importantes da romanização em território português”.

Um dos trabalhos mostra a Via da Geira, antiga estrada romana que liga(va) Braga à Galiza, enquanto o outro capta o ainda pouco explorado pelos fotógrafos Santuário de Panóias, em Vila Real.

Em declarações a O MINHO, o diretor da revista, Gonçalo Pereira Rosa, destaca o trabalho realizado na via romana, que “emerge em alguns pontos do Parque Nacional da Peneda-Gerês”.

“Conhecendo aquele território como poucos, o Carlos captou a essência daquela velha estrada romana, onde ainda despontam marcos miliários e que de alguma forma ajudava a penetrar no interior da serra, ligando as importantes cidades do Minho e da Galiza”, sublinha Gonçalo Pereira Rosa.

Cortesia National Geographic

O outro local fotografado pelo barquense, nos arredores de Vila Real, é o Santuário de Panóias, “conhecido desde o século XVI” mas que ainda “intriga os especialistas”.

“Sabe-se hoje que terá sido mandado construir por um cidadão romano que vinha do oriente e que trouxe de lá os cultos religiosos mais exóticos. O Carlos explorou o local e encontrou a melhor maneira de representá-lo fotograficamente. Do ar. Com um drone, captou a extraordinária força daquele espaço mágico que ainda dará muito que falar”, explica o diretor.

Cortesia National Geographic

Gonçalo Pereira Rosa esclarece que esta edição especial selecionou cerca de “50 locais correspondentes a uma vivência anterior à da fundação nacional”.

“Quer isso dizer que seleccionámos monumentos correspondentes a ocupações a pré-históricas, calcolíticas, romanas, pós-romanas, paleocristãs e islâmicas”, contextualiza o responsável editorial.

Outro dos destaques nesta edição especial vai para Guimarães. Através da lente do fotógrafo alentejano José Barros, é mostrada uma perspetiva, já com alguns anos, do sítio arqueológico da Citânia de Briteiros.

Imagem: Facebook de José Barros

Quem é Carlos Pontes?

Um apaixonado pela fotografia de fauna selvagem. Natural de Ponte da Barca, desde criança que tem contacto com o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), não só com a área inserida em Ponte da Barca mas também em Arcos de Valdevez e Melgaço, zonas com as quais mais se identifica.

Aos 35 anos, é hoje considerado um autor diferenciador dos animais e paisagens do PNPG. Esteve sempre em contacto com serras e animais, enquanto se formou em design e buscou conhecimentos em biologia. Com grande habilidade técnica no mundo da natureza e fotografia, estuda teoria e prática sobre as áreas e espécies que fotografa.

Carlos Pontes em trabalhos junto ao rio Vez. Foto: Luís Fernandes

Venceu alguns prémios em concursos nacionais de fotografia, colaborou com documentários de vida selvagem transmitidos pela televisão portuguesa e colabora em publicações da National Geographic

Mais recentemente, colaborou como câmara no novo projeto “DEHESA – el bosque del lince” do aclamado produtor e realizador de filmes de natureza, Joaquin Gutierrez Acha.

Esta produção, sobre sobre Portugal e Espanha é da autoria de um dos melhores realizadores da Europa onde só entram dois portugueses: Carlos Pontes e João Cosme.

“Momento raro”. Cria de lobo-ibérico fotografada no Gerês

“Conhecer Carlos Pontes é perceber que o seu ADN é marcado pelas serras e os animais, particularmente o lobo-ibérico (canis lupus signatus)”, diz a biografia que o autor partilhou com O MINHO.

Desde os nove anos que vê lobos em estado selvagem, mas desde os vinte anos que começou a mostrar mais interesse. Os lobos são, hoje, a sua “principal fonte de inspiração”.

‘Set’ improvisado no monte por Carlos Pontes. Foto: Facebook de Carlos Pontes

Através de exposições, Carlos Pontes quer ajudar a valorizar o lobo como “um elemento crucial não só da biodiversidade regional, mas também da identidade cultural e tradição populares”.

“Desmistificar a falsa ideia do lobo mau pode permitir que as entidades governativas da região vejam na sua imagem e no rico património cultural a ele associado no contexto ibérico uma mais valia para o desenvolvimento económico e turístico”, refere o autor.

Pode consultar o trabalho do autor nas redes sociais Instagram e no Facebook.

Continuar a ler

Populares