Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima isenta pagamento de rendas e taxas até junho

Covid-19

em

Foto: DR

A Câmara de Ponte de Lima vai isentar o pagamento de rendas e taxas até junho, ao abrigo de “medidas excecionais”, orçadas em 395 mil euros, para atenuar o impacto “relevante” da covid-19 na economia, emprego e coesão social.


Em comunicado enviado hoje às redações, aquela autarquia do distrito de Viana do Castelo justificou o investimento, aprovado por unanimidade em reunião camarária, com a necessidade de “apoiar o rendimento das famílias e das empresas, que tendo encerrado ou diminuído as suas atividades terão dificuldades em cumprir compromissos e retomar a seu normal funcionamento”.

De acordo com a nota do município presidido por Victor Mendes (CDS), “a isenção do pagamento vigora nos meses de março, abril, maio e junho, em todos os fogos municipais de habitação social, na ocupação da via pública e publicidade a todos os estabelecimentos comerciais, no terrado relativo às feiras cuja realização foi proibida e nas rendas devidas pela adjudicação da exploração e espaços municipais”.

Segundo a autarquia, aquela isenção representa “um apoio de 280 mil euros”.

O município decidiu ainda a antecipação das verbas do subsídio anual a 16 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), no valor de mais de 82 mil euros”, justificada com “o acréscimo de despesas para fazer face a situações excecionais previstas nos respetivos planos de contingência que poderão levar a eventuais problemas de tesouraria”.

Na última reunião, o executivo municipal aprovou ainda um apoio de 16.500 aos bombeiros voluntários, bem como contribuir com 16.047 euros para um fundo de 100 mil euros que a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho constituiu para apoiar a Unidade Local de Saúde do Alto Minho na resposta à pandemia da covid-19.

Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Anúncio

Viana do Castelo

Viana tem uma app que ativa recolha de lixo quando recipientes estão cheios

Ambiente

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A Câmara de Viana do Castelo lançou uma aplicação que permite aos cidadãos a hipótese de avisar os serviços municipais quando um recipiente de lixo se encontra cheio, necessitando de recolha.


A plataforma irá monitorizar e apoiar a gestão de recolha de resíduos não só em ecopontos mas também nos reservatórios instalados nas redes de passadiços da cidade. Em breve, o serviço irá atual sobre toda a Ecovia do Litoral Norte e ainda no centro da cidade.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Durante a época balnear o sistema permitirá também a monitorização partilhada entre munícipes e autarquias dos sanitários e balneários das praias, de forma a que se proceda à limpeza e higienização.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A instalação dos dísticos sinalizadores iniciou-se hoje de manhã na rede de passadiços das praias da Foz do Lima, Cabedelo e Luziamar, e já está em pleno funcionamento.

É esperado que o sistema esteja totalmente instalado em todos os recipientes até ao último trimestre de 2020.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Encontrado com vida homem desaparecido desde ontem em Viana

Buscas

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 87  anos, desaparecido desde sexta-feira, foi este sábado encontrado com vida pelas autoridades, na freguesia de Lanheses, em Viana do Castelo.


Ao que apurou O MINHO, o homem terá desaparecido ontem à tarde na zona de Meadela, na cidade de Viana do Castelo, depois de sair para fazer uma caminhada, motivando um alerta por parte das família.

Ao longo de ontem e desta manhã, a família contactou as autoridades que iniciaram buscas, inicialmente a cargo da PSP. Mais tarde, foram ativados os Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo para ajudar na procura do homem.

Esta tarde, cerca das 15:00 horas, o homem terá sido encontrado por um popular na veiga de Vila Mou, encontrando-se neste momento, pelas 16:00, no posto local da GNR de Lanheses.

O homem encontrava-se desorientado e com alguns arranhões. A carteira que tinha no bolso permitiu ao popular identificar o homem para com a GNR.

Encontra-se bem de saúde física, mas desorientado e com um discurso pouco coerente.

Continuar a ler

Alto Minho

Monção vai requalificar 17 quilómetros de rede viária

Obras públicas

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Monção vai investir 1,3 milhões de euros a requalificar mais de 17 quilómetros de rede viária municipal, em 12 freguesias, para garantir “uma circulação mais segura e facilitar o acesso às habitações”, informou hoje a autarquia.


“A requalificação destes traçados rodoviários reflete um passo importante para quem reside naquelas áreas do concelho, assegurando-lhes uma circulação mais segura e fluída, assim como melhores condições no acesso às habitações. Pode, também, contribuir para a fixação das pessoas nos seus locais de origem ou para a atração de novos moradores”, afirmou o presidente da câmara, António Barbosa, citado numa nota hoje enviada às redações.

No documento, a autarquia do distrito adiantou que, “neste momento, sete obras públicas na rede viária municipal estão em condições de avançar no terreno”.

“Em conjunto, os investimentos, contratualizados e prontos a iniciar-se representam um valor global próximo de 1,3 milhões de euros, decorrendo em 12 freguesias do território, num total ligeiramente superior a 17 quilómetros de extensão”, sustenta.

As intervenções agora anunciadas têm ainda um objetivo de valorização turística do território, “particularmente, nas zonas de montanha, com espaços verdes e águas refrescantes, cada vez mais procuradas pelos turistas”.

“A melhoria dos acessos poderá levar também à afirmação dos valores naturais, patrimoniais e gastronómicos das freguesias, bem como à valorização das estruturas existentes e à eventual concretização de novos empreendimentos capazes de atrair mais gente”, referiu o município.

Continuar a ler

Populares