Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima incentiva obras de reabilitação urbana com IVA reduzido

em

Os edificios reabilitados no âmbito da Área de Reabilitação Urbana – ARU de Ponte de Lima, beneficiam de uma taxa de IVA reduzida a 6%, relembra o município de Ponte de Lima, em comunicado enviado para o Jornal O Minho.


A Área de Reabilitação Urbana – ARU, é um projeto que visa estimular a reabilitação no Centro Histórico, como forma de aumentar a dinâmica económica e social nos Centro históricos.

Aplica-se a empreitadas de reabilitação urbana realizadas em imóveis ou em espaços públicos localizados em Área de Reabilitação Urbana, ou no âmbito de operações de requalificação e reabilitação de reconhecido interesse público nacional, empreitadas de beneficiação, remodelação, renovação, restauro, reparação ou conservação de imóveis ou partes autónomas destes afetos à habitação.

Anúncio

Alto Minho

Cometa raro captado por fotógrafo em Paredes de Coura

Neowise regressa daqui a 6.800 anos

em

Foto: Pedro Barbosa

O cometa C/2020 F3, que tem rasgado os céus durante o mês de julho, foi captado por Pedro Barbosa, um fotógrafo em Paredes de Coura.

Apelidado de Neowise por ter sido descoberto por um telescópio espacial da NASA com o mesmo nome, o cometa, que é o primeiro visível em 2020, é detetável a olho nu, embora seja mais fácil de visualizar com recurso a binóculos.

De acordo com Rui Agostinho, diretor do Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), em declarações ao jornal Público, o cometa pode ser visto por duas ocasiões em Portugal: depois das 04:00 e antes do brilho do nascer do sol.

Nos dias 19, 20 e 21, está visível também aentre as 22:00 e as 22:15, depois do céu ficar escuro. Depois desses dias, e até início de agosto, fica visível até às 23:00 horas, pelo que será mais fácil de o detetar nos céus portugueses, embora com menor brilho.

O registo fotográfico minhoto foi efetuado a partir de um local ermo de pouco luminosidade situado em Vascões, avança a Rádio Vale do Minho.

A próxima vez que este cometa será visivel será daqui a 6.800 anos, segundo o diretor do OAL.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Mulher sofre fratura após queda na Praia Norte em Viana

Praia Norte

em

Foto: O MINHO

Uma mulher, cuja idade não foi possível apurar, sofreu uma fratura quando caminhava na praia, ao final da tarde desta quarta-feira, em Viana do Castelo.

A vítima terá sofrido os ferimentos numa zona rochosa de quebra-ondas na Praia Norte, acabando por sofrer problemas de mobilidade provocados por uma queda naquele local.

Uma equipa de nadadores-salvadores da Coordenada Decimal deslocou-se prontamente ao local para prestar primeira assistência à vitima que se queixava de muitas dores, incluíndo na cabeça.

Foto: O MINHO

Após primeira análise, verificou-se que a vítima não tinha sofrido ferimentos na zona da cabeça com a queda, apenas no membro inferior.

Os nadadores-salvadores estabilizaram a mulher em plano duro para proceder ao transporte em prancha até à zona onde já se encontrava uma ambulância de emergência médica, habitualmente sediada no Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo.

Foto: O MINHO

A vítima foi então transportada para aquela unidade hospitalar onde foi avaliada pela equipa médica, resultando em ferimentos “ligeiros”.

A Polícia Marítima registou a ocorrência.

Continuar a ler

Alto Minho

Melgaço feliz com regresso de emigrantes (mas com distanciamento e máscara)

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Melgaço

A autarquia de Melgaço lançou uma campanha de boas-vindas aos emigrantes, apelando a que façam um regresso em segurança e com responsabilidade. A campanha será divulgada em vários suportes espalhados pelo concelho e também nas redes sociais, chegando assim a todos, anunciou hoje o município.

“O regresso é motivo de festa e de muita alegria. Este ano, também vai ser assim, apenas com cuidados redobrados, a bem da saúde de todos”, refere o presidente da Câmara.

Segundo Manoel Batista, todos estarão “à altura do desafio, não colocando os que mais gostamos em perigo”.

“A festa do regresso tem de ser feita com cuidados reforçados. Temos de nos proteger e proteger os outros. As saudades apertam, mas não podem colocar em causa a saúde, que é, afinal, o bem mais precioso que todos temos”, alerta o autarca.

Neste regresso, a autarquia recorda aos emigrantes que devem usar máscara nos locais indicados e usá-la corretamente, manter o distanciamento social, cumprir as regras de etiqueta respiratória, lavar frequentemente as mãos e, em caso de sintomas, permanecer em isolamento e ligar para o SNS 24 (808 24 24 24).

“De realçar que o confinamento é obrigatório para doentes e pessoas em vigilância ativa. O novo coronavírus está em todo o lado. Só cumprindo todas as regras será possível vencê-lo”, salienta o autarca melgacense.

Continuar a ler

Populares