Politécnico de Viana tem sensor ambiental para medir qualidade do ar em Valença

Poluição

A Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) tem um sensor ambiental, que permite consultar a qualidade do ar de Valença a qualquer hora do dia, foi hoje divulgado.

Em comunicado, o IPVC adiantou que o projeto foi financiado pelo Fundo Ambiental e está implementado em 47 escolas no território nacional.

A ESCE, através do Programa EcoEscola, aderiu em 2020 à Rede MAPeAR, um projeto colaborativo que envolve cerca de 50 instituições de ensino em Portugal.

Esta rede educativa de mapeamento colaborativo da qualidade do ar ambiente permite, com um sensor fixo de monitorização de partículas PM10 e PM2,5, medir a qualidade do ar ambiente, enviando continuamente dados, em tempo real, sobre a qualidade do ar na zona envolvente.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Ex-jogador Alex Costa candidata-se à presidência do Vitória

Próximo Artigo

Homem desaparecido antes do Natal em Guimarães encontrado no Porto

Artigos Relacionados
x